Pela primeira vez nenhum clube do Sudeste consegue o acesso na Série D

O Nordeste teve dois acessos, com Globo-RN e Juazeirense-BA, o Norte teve um, com o Atlético-AC, e o Sul outro, com o Operário-PR

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 15 (AFI) – Realizada desde o ano de 2009, a Série D do Campeonato Brasileiro não terá, pela primeira vez, um clube do Sudeste entre os quatro que conseguiram o acesso no torneio. Neste ano, o acesso ficou com dois representantes do Nordeste, um do Norte e outro do Sul.

Devido a grande quantidade de clubes que possui, o Sudeste costuma figurar entre os times que conseguem o acesso e são rebaixados nas quatro divisões nacionais. Em 2017, na Série D, a melhor representante do Sudeste foi a URT, que chegou às quartas de final, mas perdeu o acesso para o Globo-RN.
Atlético-AC foi um dos clubes que conquistaram o acesso neste ano
Atlético-AC foi um dos clubes que conquistaram o acesso neste ano

Nas nove edições da Série D, o Sudeste só perdeu em quantidade de acessos para a região do Nordeste. São 10 acessos do Sudeste contra 13 do Nordeste. Os clubes do Sul conseguiram sete acessos, já o Norte tem quatro, enquanto o Centro-Oeste tem apenas dois acessos.

Para colocar a cereja no bolo, os clubes do Sudeste conquistaram o título do torneio em quatro dos seus 10 acessos na história: Tupi, em 2011, Tombense, em 2014, Botafogo, em 2015, e Volta Redonda, em 2016.

Veja todos os clubes que subiram na Série D:

2009

São Raimundo-PA, Macaé-RJ, Alecrim-RN e Chapecoense-SC

2010

Guarany-CE, Madureira-RJ, Araguaína-TO e Joinville-SC

2011

Tupi-MG, Santa Cruz-PE, Oeste-SP e Cuiabá-MT

2012

Sampaio Corrêa-MA, CRAC-GO, Mogi Mirim-SP e Baraúnas-RN

2013

Botafogo-PB, Juventude-RS, Tupi-MG e Salgueiro-PE

2014

Tombense-MG, Brasil-RS, Londrina-PR e Confiança-SE

2015

Botafogo-SP, Ríver-PI, Ypiranga-RS e Remo-PA

2016

Volta Redonda-RJ, CSA-AL, São Bento-SP e Moto Club-MA

2017

Globo-RN, Juazeirense-BA, Atlético Acreano-AC e Operário-PR