Desportiva-ES 1 x 0 Portuguesa - Após 38 anos, Lusa vira 'clube sem divisão'!

Apesar da vitória, Locomotiva também acabou eliminada por ser um dos piores segundos

por Agência Futebol Interior

Cariacica, ES, 25 (AFI) – A Portuguesa escreveu mais uma triste página em sua história, na noite deste domingo, dia 25 de junho de 2017. Pela primeira vez, depois de 38 anos, a Lusa não disputará uma competição nacional. Em jogo dramático, a Desportiva-ES bateu o time do Canindé, por 1 a 0, no estádio Engenheiro Araripe, em Cariacica, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série D.

Apesar da vitória, o time capixaba também amargou a eliminação na competição. Acabou na segunda colocação do Grupo A13, com oito pontos, mas se enquadrou com um dos dois piores segundos colocados. Terminou com a mesma pontuação do Campinense, pior classificado que levou vantagem no saldo de gols: 1 a 0.

A Portuguesa, por sua vez, acabou na lanterna da chave, com sete pontos. Em 2018, não estará em nenhuma das quatro divisões nacionais e, para manter-se ativa, terá de disputar a famigerada Copa Paulista.

A última vez que não disputou uma divisão nacional foi em 1979, quando muitos paulistas boicotaram o Brasileirão por não concordarem com o confuso regulamento. Antes disso, a última temporada em que não jogou uma divisão nacional por questão técnica no longínquo 1966.

COMO UMA LOCOMOTIVA!
Precisando da vitória para seguir viva, a Desportiva começou a partida em um ritmo alucinante. Foram duas grandes chances logo nos dois primeiros minutos. Com poucos segundos, o lateral Erick Daltro cruzou da esquerda e o atacante Teco cabeceou para grande defesa do goleiro Ricardo Berna. Aos dois, o lateral Sorriso arriscou de longe e o arqueiro salvou de novo.

Diante de tamanha pressão, a Portuguesa não conseguiu evitar o gol ainda aos três minutos. O atacante Weldon fez boa jogada individual, invadiu a área e tocou para trás. O meia Edinho chegou chutando, sem chances para o goleiro.

Depois do gol, a Locomotiva tirou o pé do acelerador e passou a administrar o resultado. Fato que deixou claramente o time lusitano nervoso. Exemplo disso foi a discussão e troca de empurrões entre o atacante Bruno Duarte, da Lusa, com Sorriso e o zagueiro Rodrigo Lacraia, aos 28 minutos. Para sorte de todos, ninguém foi punido.

O jogo esfriou nos minutos seguintes e só voltou a ter alguma emoção no final. Aos 42, quase saiu o segundo dos grenás. Weldon carregou a bola pela esquerda e cruzou para trás. Edinho demorou para concluir e foi surpreendido por Ricardo Berna. O único ataque paulista aconteceu aos 43, quando Bruno Duarte aproveitou sobra na área e mandou com perigo pela linha de fundo.

DRAMA ATÉ O FIM!
Com a eliminação batendo à porta, a Portuguesa voltou para o tudo ou nada do intervalo. O empate até poderia ter saído aos cinco minutos, quando Rodrigo Lacraia falhou e Bruno Duarte recebeu na área, demorou a concluir e foi desarmado pelo volante Thiago, que salvou os donos da casa.

Na base do desespero, a Lusa continuou mais ofensiva, mas pouco efetiva. Só voltou a assustar aos 23 minutos. O veterano Marcelinho Paraíba lançou o meia Fernandinho e Felipe fez ótima defesa. Aos 25, nova chance. O atacante Luis Thiago cruzou rasteiro e Fernandinho mandou para fora.

Os minutos finais foram dramáticos. O time do Canindé tentou de todas as formas, mas esbarrou na própria incompetência. A melhor chance aconteceu 40 minutos, quando Mateus Sales desviou chute de calcanhar e quase enganou Felipe. Os capixabas poderiam ter ampliado aos 47, quando o atacante João Vitor ficou com contra-ataque e Ricardo Berna estava no ataque. Ele tentou marcar do meio-campo, mas chutou para fora.

Ficha Técnica

Fase
1ª Fase
Rodada
6ª rodada
Data
25/06/2017
Horário
18h00
Local
Engenheiro Araripe - Cariacica (ES)
Árbitro
Leo Simão Holanda - CE

Assistentes
Ramires Santos Candido - ES e Katiuscia M Berger Mendonça - ES

Cartões Amarelos
Desportiva-ES: Rodrigo Lacraia
Portuguesa-SP: Dedé, Gabriel, Bruno Oliveira

Cartões Vermelhos
Desportiva-ES: Rodrigo Lacraia
Gols
Desportiva-ES: Edinho 3' 1T
Desportiva-ES
Felipe;
Sorriso, Rafael Olioza, Rodrigo Lacraia e Erick Daltro;
Caetano, Thiago, Zizu e Edinho (João Vitor);
Teco (Paulo Vitor) e Weldon (Madison).
Técnico: Rafael Soriano
Portuguesa-SP
Ricardo Berna;
Paulo Fernando, Gabriel, Everton e Bruno Oliveira;
Dinho, Dedé, Fernandinho e Marcelinho Paraíba;
Luizinho (Luis Thiago) e Bruno Duarte (Matheus Sales).
Técnico: Mauro Fernandes