Série D terá Neymar, Dinamite, 'Shevchenko', Sorín, Romero, Sassá e campeões mundiais

A quarta divisão está repleta de jogadores com apelidos de ídolos de Corinthians, Vasco, Guarani, Fluminense e São Paulo e muito mais

por João Nicodemus

Campinas, SP, 19 (AFI) – Um dos torneios com mais características tupiniquins da atualidade, o Campeonato Brasileiro do Série D e suas singularidades estarão de volta neste final de semana para a temporada 2017. Já no clima da competição, o Portal Futebol Interior foi atrás de alguns personagens com nomes e apelidos que homenageiam craques do futebol nacional e mundial e descobriu que o que não falta pelos vestiários Brasil afora é criatividade.

Os torcedores de Vasco e Corinthians terão lembranças de alguns de seus principais ídolos, ou não, assistindo a quarta divisão nacional. Já que o meia Roberto Dinamite desfilará pelos campos amazonenses defendendo as cores do Fast Clube, assim como Eurico, xará do atual presidente Cruz-Maltino, irá atuar pelo Brusque, de Santa Catarina. Já o Coringão recebe duas homenagens do Cordino-MA, com o atacante Casagrande e o meia Romero, que completam o elenco do time maranhense. Além disso, o artilheiro Viola, do River-PI, faz jus ao nome do ídolo do Timão nos anos 1990.

Hulk e Neymar não entraram na convocação de Tite desta sexta-feira, mas foram convocados para a Série D. Júnior Neymar é atacante do Baré-RR e o volante Lucas Hulk jogará pelo Villa Nova-MG. Falando em seleção, Dida, campeão mundial em 2002, é o nome de três goleiros da competição, das equipes do Real Ariquemes-RO, Brusque-SC e Murici-AL.

Charles Chenko é uma das esperanças de gols do Fast Clube nesta Série D
Charles Chenko é uma das esperanças de gols do Fast Clube nesta Série D

O festival de apelidos não se limita ao Brasil e sobrou até para o ucraniano Andriy Shevchenko, que teve seu nome um pouquinho “abrasileirado” para Charles Chenko para poder defender as cores do Fast Clube-AM. Além disso, Sorín, do Murici-AL, e Eric Di Maria, do São Francisco-PA, reapresentam os Hermanos da seleção argentina. E tem até alemão, ou meio alemão, na parada. Cacau, nome do brasileiro naturalizado que brilhou pela seleção atual campeã mundial, é também o apelido do meia do Baré-RR.

Dos cariocas, não é só a torcida do Vasco que ficará com saudades nesta Série D. O torcedor do Fluminense verá Branco, nome do lateral campeão do tetra em 1994, defendendo as cores do Princesa-AM. Também terá Toró, nome de revelação da base de Xerém, também jogando pelo Princesa. Em crise com a torcida do Botafogo, Sassá também será nome do atacante da Juazeirense-BA. Assim como o Flamengo, que verá Damião, mas não o Leandro, atuando pela equipe da Desportiva Ferroviária-ES.

Mas é claro que o interior não fica de fora dessa. Ídolo do Guarani e também do Napoli-ITA, Careca tem dois xarás nesta Série D, um no Atlético-AC e outro no Brusque-SC. Para finalizar, Axel, assim como o ídolo do São Paulo, estará com as cores do Santos, mas o do Amapá.

CONFIRA A SELEÇÃO DE PERSONAGENS DESTA SÉRIE D:
Axel – Santos-AP
Branco – Princesa-AM
Cacau – Baré-RR
Careca – Atlético-AC e Brusque-SC
Casagrande – Cordino-MA
Charles Chenko – Fast Clube-AM
Dida – Real Ariquemes-RO, Brusque-SC e Murici-AL
Damião – Desportiva Ferroviária-ES
Di Maria – São Francisco
Eurico – Brusque-SC
Hulk – Villa Nova-MG
Neymar – Baré-RR
Roberto Dinatime – Fast Clube-AM
Romero – Cordino-MA
Sassá – Juazeirense-BA
Sorin – Murici-AL
Toró – Princesa-AM
Viola – River-PI