ESPECIAL SÉRIE D: São Bento, Moto Club e CSA sobem e Voltaço faz história

O time fluminense conquistou seu primeiro título nacional e, ao lados dos demais semifinalistas, comemorou o acesso

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 24 (AFI) – As torcidas de Moto Club, CSA, São Bento e Volta Redonda tiveram um 2016 que vai ficar na memória. Os quatro clubes chegaram às semifinais da Série D do Campeonato Brasileiro e conquistaram o acesso à Série C, com garantia de um calendário pleno na próxima temporada. O Voltaço, em especial, chegou ainda ao seu primeiro título nacional com direito a goleada histórica no jogo da festa.

A competição começou com 68 clubes na disputa, divididos em 17 grupos na primeira fase. Entre os paulistas, apenas o Audax foi eliminado na fase de grupos, enquanto Linense, Ituano e São Bento avançaram.

O maior destaque da primeira fase foi o Altos-PI, classificado como líder do Grupo 5 com 16 pontos, seis vitórias, um empate e nenhuma derrota. O melhor desempenho de toda a primeira fase.Juazeirense, com onze pontos, foi o segundo colocado desta chave, que contava ainda com Maranhão e Icasa.

No entanto, a caminhada do Altos terminou na terceira fase. Após eliminar o América-PE no primeiro mata-mata com vitórias por 2 a 1 e 2 a 0, o time piauiense se deparou com o CSA e foi eliminado com derrota por 3 a 0 fora de casa, a primeira e única na competição. Nem mesmo o triunfo por 2 a 0 na volta foi suficiente para evitar a classificação do Azulão de Alagoas, que viria a ser finalista da competição.

Volta Redonda fez história e conquistou seu primeiro título nacional
Volta Redonda fez história e conquistou seu primeiro título nacional
VOLTAÇO FAZ HISTÓRIA
A caminhada do Volta Redonda começou assim como terminou, com goleada por 4 a 0. Na estreia, o time fluminense bateu o Goianésia fora de casa e deu início à campanha que o levaria à liderança do Grupo 12. A chave contava ainda com o URT, classificado em segundo, e a Desportiva Ferroviária.

Na primeira fase, o time que mais deu trabalho ao Voltaço foi o URT, com um empate fora de casa e vitória por 1 a 0 no Raulino de Oliveira. No primeiro mata-mata, por coincidência, o adversário foi justamente o clube mineiro e a classificação veio em mais dois confrontos duros: 1 a 1 em Patos de Minas e vitória por 2 a 0 em casa.

O adversário seguinte, já nas oitavas de final, foi o Anápolis e novamente as partidas foram marcadas por muito equilíbrio. A equipe campeã conseguiu vencer por 2 a 1 fora de casa e segurou o 0 a 0 no Rio para avançar mais uma vez.

Na sequência, veio o Fluminense de Feira, no confronto que valia o acesso e o Voltaço avançou com duas vitórias: 3 a 2 na Joia da Princesa e 2 a 1 no Raulino de Oliveira.

Final histórica entre Volta Redonda e CSA
Final histórica entre Volta Redonda e CSA
Com o acesso garantido, restava brigar pelo inédito título nacional. E foi o que o Volta Redonda foi buscar. Com um empate por 1 a 1 no Maranhão e uma vitória por 3 a 1 em casa, o Voltaço bateu o Moto Club e se garantiu na final.

A decisão foi contra o CSA e todo o equilíbrio que marcou a trajetória do Voltaço ficou apenas no primeiro jogo. Após um empate sem gols em Alagoas, o time do Rio de Janeiro bateu o adversário por 4 a 0 e fez a festa no Raulino de Oliveira.

QUATRO CAMPEÕES
O Voltaço fez a festa no final, mas CSA, São Bento e Moto Club também têm motivos para comemorar. Os três times fizeram grandes campanhas e garantiram o acesso para a Série C.

O Bentão, melhor paulista do campeonato, foi líder do Grupo 14, que contava ainda com Portuguesa-RJ, Villa Nova-MG e São José-RS. Na sequência, passou por Brusque, J. Malucelli e Itabaiana até ser derrotado pelo CSA na semifinal.

São Bento comemora o acesso para a Série C do Campeonato Brasileiro
São Bento comemora o acesso para a Série C do Campeonato Brasileiro
O Moto Club não teve o mesmo início avassalador dos demais semifinalistas e ficou em segundo do Grupo 4 na primeira fase, à frente de Tocantinópolis e Santos-AP e abaixo do Águia de Marabá. Na sequência, no entanto, se vingou do próprio Águia e avançou para as oitavas de final. Juazeirense e Atlético-AC foram os adversários seguintes até ser eliminado pelo Volta Redonda.

Por fim, o vice-campeão CSA liderou o Grupo 6, que contava com Parnahyba, Central e Guarani de Juazeiro. Assim como os demais, eliminou um time de seu próprio grupo na segunda fase, o Parnahyba, e seguiu passando por Altos, Ituano e São Bento no caminho até a final.