Vila Nova-GO 2 x 1 Manaus-AM - Tigre busca virada e assume vice-liderança do Grupo A

Hamilton marcou para o time visitante, enquanto Henan e Rafhael Lucas marcaram para os mandantes

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 12 (AFI) - No único duelo que movimentou as disputas da 10ª rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C na noite do feriado desta segunda-feira (12), o Vila Nova-GO conseguiu embalar a segunda vitória seguida para assumir a vice-liderança do Grupo A.

Jogando no Estádio do OBA, o time goiano até saiu atrás no placar, mas conseguiu vencer o Manaus-AM, de virada, pelo placar de 2 a 1. Hamilton marcou para o time visitante, enquanto Henan e Rafhael Lucas marcaram para os mandantes.

SÉRIE INVICTA
Com o resultado, o Vila Nova chega a oito jogos sem perder e agora soma 19 pontos. Em dez jogos são: cinco vitórias, quatro empates e apenas uma derrota. A equipe está a dois pontos do líder Santa Cruz, que tem 21.

Já o Manaus segue na parte intermediária da tabela, na sétima colocação, com 11 pontos, há apenas um ponto do Jacuipense-BA, que tem 10 e é o primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

ASSISTA OS GOLS DO DUELO PELA DAZN

PRIMEIRO TEMPO
A partida começou bastante movimentada com os dois times fazendo pressão na área adversária em busca do primeiro gol. Logo aos três minutos de jogo, após um cruzamento, Rafael Donato cabeceou à queima-roupa, mas acabou parando em uma bela defesa de Jonathan, perdendo uma boa chances para o Vila Nova.

A resposta do Manaus veio aos 12. Daniel Costa cobrou falta na área, a bola passou por todo mundo e saiu tirando tinta da trave do goleiro Fabrício.

Vila Nova-GO vence Manaus-AM na décima rodada da Série C
Vila Nova-GO vence Manaus-AM na décima rodada da Série C

Depois disso, o time visitante cresceu na partida e abriu o placar aos 15 minutos. Patrick avançou pela direita e cruzou na medida para Hamilton, que mergulhou de cabeça para mandar a bola para o fundo das redes.

O Vila Nova, porém, chegou ao empate ainda no primeiro tempo. Aos 45, depois de um bate-rebate, a bola sobrou para Biancucchi, que acabou derrubado na área. Ligado no lance, o árbitro marcou pênalti. Henan foi para a cobrança e não desperdiçou, fechando o placar da primeira etapa em 1 a 1.

SEGUNDO TEMPO
Na volta do intervalo, o ritmo do duelo caiu um pouco e os times aproveitaram para fazer diversas mudanças em suas equipes, focados em pularem na frente do placar. Depois de algumas poucas tentativas no segundo tempo, o Vila Nova chegou a virada aos 31.

Celsinho cruzou na área e encontrou Rafhael Lucas que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

A partir daí, o Manaus se mandou para o tudo ou nada, em busca do empate. A melhor chance veio aos 42 minutos, quando Gabriel Davis arriscou de longe, a bola pegou efeito e quase enganou o goleiro Fabrício, que se esticou todo para fazer a defesa.

Até por conta disso, a partida terminou mesmo com a vitória do Vila Nova pelo placar de 2 a 1.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times voltam a campo no próximo final de semana para a disputa da 11ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro.

No domingo (18), o Vila Nova visita o Paysandu, no Estádio do Mangueirão, às 18h. No dia seguinte, na segunda-feira (19), o Manaus recebe o Botafogo-PB, na Arena Amazônia, às 20h.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
10ª rodada
Data
12/10/2020
Horário
20h00
Local
OBA - Goiânia (GO)
Árbitro
Paulo Henrique de Melo Salmazio (MS)

Renda
--
Assistentes
Cicero Alessandro de Souza e Luiz Fernando Viegas Colete (MS)

Público
Portões Fechados
Cartões Amarelos
Vila Nova-GO: Rafael Donato, Rafhael Lucas, Pablo
Manaus-AM: Márcio Passos, Matheusinho

Cartões Vermelhos
Vila Nova-GO: Rafhael Lucas
Gols
Vila Nova-GO: Henan 46' 1T, Rafhael Lucas 31' 2T
Manaus-AM: Hamilton 15' 1T
Vila Nova-GO
Fabrício;
Celsinho, Adalberto, Rafael Donato e Mário Henrique;
Pedro Bambu, Pablo e Biancucchi (Alan Mineiro);
Rodrigo Alves (Francis), Henan (Raphael Lucas) e Talles (Caíque).
Técnico: Bolivar
Manaus-AM
Jonathan;
Edvan, Patrick, Luis Fernando e Tsunami (Rennan);
Márcio Passos, Gabriel Davis e Daniel Costa;
Rodrigo Fumaça (Jandy), Hamilton (Paulinho Simionato) e Rossini (Matheuzinho).
Técnico: Luizinho Lopes