Santa Cruz 3 x 3 Jacuipense - Em duelo com duas viradas, Cobra Coral e Leão empatam

Dinei, atacante ex-Palmeiras e Mayco Félix foram os destaques do duelo, com dois gols marcados pra cada lado

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 28 (AFI) - Seis gols e emoção do começo ao fim. Esse foi o resumo do jogo entre Santa Cruz-PE e Jacuipense-BA que fechou as disputas da oitava rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C na noite desta segunda-feira (28). Jogando no Estádio do Arruda, no Recife-PE, as duas equipes ficaram no empate pelo placar de 3 a 3. Dinei, atacante ex-Palmeiras e Mayco Félix foram os destaques do duelo, com dois gols marcados pra cada lado.

Com o resultado, o Santa Cruz retorna a liderança do Grupo A, com 15 pontos ganhos, ultrapassando o Ferroviário que tinha assumido a ponta ao vencer o Imperatriz, por 2 a 1 no sábado e chegado aos 14 pontos. Já o Jacuipense perdeu a chance de colar no G4. Com dez pontos somados, a equipe baiana aparece na sexta colocação - três pontos atrás do Vila Nova, que tem 13 e é o primeiro time dentro da zona de classificação.

CONFIRA OS GOLS DO JOGO EM PARCERIA COM A DAZN

PRIMEIRO TEMPO
Mesmo jogando fora de casa, o Jacuipense começou a partida fazendo pressão na área do adversário e não demorou para abrir o placar. Aos 18 minutos, Railan que tinha entrado na partida momentos antes por conta da contusão de Rafael Bastos, finalizou da entrada da área e contou com um desvio em Toty para ver a bola entrando no fundo das redes, sem chances para o goleiro Maycon Cleiton, que só olhou a bola entrar.

Santa Cruz e Jacuipense ficam no empate por 3 a 3 (Foto: Rafael Melo)
Santa Cruz e Jacuipense ficam no empate por 3 a 3 (Foto: Rafael Melo)

A resposta do Santa Cruz também veio em forma de gol. Aos 26 minutos, Peri cobrou escanteio e Mayco Félix subiu mais alto que os zagueiros para testar firme. O goleiro Jordan ainda chegou a tocar na bola, que ainda pegou na trave esquerda, antes de morrer no fundo do gol. Já nos minutos finais, quando a partida parecia que iria para o intervalo empatada, os donos da casa chegaram na virada. Aos 47, Toty cruzou na área e dessa vez, de peixinho, Mayco Félix mandou para o gol, deixando o placar em 2 a 1.

SEGUNDO TEMPO
Na volta do intervalo, o Jacuipense retornou avassalador e contou com um segundo tempo inspirado do experiente atacante Dinei para virar o duelo. Aos 21 minutos, Eudair cobrou escanteio na área e o centroavante subiu sozinho para testar firme e vencer o goleiro Maycon Cleiton. Já aos 27, o matador fez mais um. Ele recebeu em profundidade de Levi e bateu na saída do arqueiro adversário.

A partir daí, o Jacuipense passou a segurar o resultado e ficou trocando passes no setor defensivo. Enquanto isso, o Santa Cruz tentou ir para o tudo ou nada, em busca do gol de empate. O que só foi acontecer aos 44 minutos. Tinga cruzou na medida para o lateral-direito Toty, que apareceu igual um centroavante na área e cabeceou firme para o fundo das redes. Até por conta disso, o jogo terminou mesmo com o empate de 3 a 3.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times voltam a campo no próximo final de semana para a disputa da nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. No domingo (04), às 15h30, o Santa Cruz visita o Ferroviário, no Estádio Domingão. Já na segunda-feira (05), o Jacuipense recebe o Vila Nova, no Estádio de Pituaçu, em Salvador, às 20h.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
8ª rodada
Data
28/09/2020
Horário
20h00
Local
Arruda - Recife (PE)
Árbitro
Daniel Victor Costa Silva (RJ)

Renda
--
Assistentes
Diego Luiz Couto Barcelos e Rafael Sepeda de Souza (RJ)

Público
Portões Fechados
Gols
Santa Cruz-PE: Mayco Felix 26' 1T, Mayco Felix 47' 1T, Toty 44' 2T
Jacuipense-BA: Railan 18' 1T, Dinei 21' 2T, Dinei 27' 2T
Santa Cruz-PE
Maycon Cleiton;
Toty, Danny Morais, Elivelton e Perí (Léo Gaúcho);
André, Paulinho (Tinga), Didira e Jáderson;
Maycon Félix e Victor Rangel (Negueba).
Técnico: Marcelo Martelotte
Jacuipense-BA
Jordan;
Lucas, Kanu, Railon e Vicente (Caíque);
Raniele, Flávio (Levi), Rafael Bastos (Railan) e Danilo Rios (Eudair);
Thiaguinho e Dinei (Elias).
Técnico: Jonilson Veloso