São Bento-SP 0 x 1 Brusque-SC - Mesmo fora de casa, Bruscão vence e se isola na ponta

O único gol do jogo foi marcado por Everton Alemão nos minutos finais da primeira etapa

por Agência Futebol Interior

Sorocaba, SP, 13 (AFI) - Apenas uma partida abriu as disputas da segunda rodada da primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro na noite desta quinta-feira (13). Mesmo jogando fora de casa, o Brusque-SC foi superior e venceu o São Bento, pelo placar de 1 a 0, em pleno Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. O único gol do jogo foi marcado por Everton Alemão nos minutos finais da primeira etapa. Depois disso, o time paulista até fez pressão mas não conseguiu empatar.

Com o resultado, o time catarinense se isola na primeira colocação do Grupo B, com seis pontos, afinal os outros adversários só jogam no final de semana. Já o São Bento acabou conhecendo a sua segunda derrota na Série C, afinal na estreia foi superado pelo São José, também por 1 a 0 e por isso continua zerado, na parte debaixo da tabela da chave.

CONFIRA O VÍDEO DO ÚNICO GOL DO JOGO

Espaço incorporado por HTML (embed)

PRIMEIRO TEMPO
Mesmo jogando fora de casa, o Brusque dominou praticamente todo o primeiro tempo. Tanto que as duas primeiras chances do duelo foram criadas pela equipe. Aos 20, Jhonny cruzou na área, a zaga do São Bento falhou e a bola sobrou livre para Thiago Alagoano, que errou o chute, mas a bola sobrou para Alex Santo, que mandou para fora. Aos 22, foi vez de Zé Matheus cobrar uma falta perigosa que por muito pouco não enganou o goleiro adversário.

Brusque venceu o São Bento por 1 a 0 (Foto: Neto Bonvino/Bento TV)
Brusque venceu o São Bento por 1 a 0 (Foto: Neto Bonvino/Bento TV)

Depois do susto, o São Bento conseguiu responder aos 28. Erick Luis apareceu na estrada da área e chutou firme, mas parou em uma defesa de dois tempos do goleiro Zé Carlos. Apesar disso, foi o Brusque que tirou o zero do placar. Aos 39, Ronael cruzou na área e o zagueiro Everton Alemão fez o papel de centroavante, pegou a sobra e de perna esquerda mandou a bola para o fundo das redes. Até por conta disso, o primeiro tempo terminou com os catarinenses em vantagem.

SEGUNDO TEMPO
Na volta do intervalo, o São Bento começou fazendo pressão na área adversária nos primeiros minutos do segundo tempo. Logo aos três minutos, Alan Vieira cobrou falta na área, mas a bola explodiu na barreira. Bambam pegou a sobra, a bola desviou na zaga mas acabou saindo por cima do gol. Porém quem ficou mais perto de ampliar o placar foi o Brusque. Aos 23, Zé Mateus arriscou de fora da área e a bola explodiu na trave do qual defendido por Lucas Macanham.

No lance seguinte, aos 26, o Brusque criou mais uma boa chance com Jhonny que aproveitou um cruzamento na medida de Gustavo Henrique, mas acabou chutando para fora. Já aos 38, foi a vez de Emerson Martins que bateu de fora da área e obrigou o goleiro do São bento a fazer uma defesa de mão trocada. Depois disso, não houve tempo para mais nada e o duelo terminou com a vitória por 1 a 0 do time catarinense.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times voltam a campo no próximo final de semana para a disputa da terceira rodada da primeira fase da Série C. Na quinta-feira (20), o Brusque visita o São José-RS, no Estádio Francisco Novelletto, às 20h. Já na outra segunda-feira (24), o São Bento encara o Criciúma, fora de casa, no Estádio Heriberto Hulse, também às 20h.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
2ª rodada
Data
13/08/2020
Horário
20h00
Local
Walter Ribeiro - Sorocaba (SP)
Árbitro
Wasley do Couto Leao (PA)

Assistentes
Bárbara Roberta da Costa Loiola (PA) e Rafael Ferreira Vieira (PA)

Cartões Amarelos
São Bento-SP: Erick Luis, Serginho
Brusque-SC: Zé Carlos, Alex Sandro, Rodolfo Potiguar, Cleyton, Eliomar, Marco Antônio, Jhonny

Gols
Brusque-SC: Everton Alemão 39' 1T
São Bento-SP
Lucas Macanham;
Ferrugem, Douglas Assis, Márcio e Allan Vieira (Ruan);
Fábio Bahia, Serginho e Thiago Primão (Igor);
Pablo (Luís Henrique), Erick Luis (Jheymy) e Bam Bam (Matheus Guarujá).
Técnico: Edson Vieira
Brusque-SC
Zé Carlos;
João Carlos, Cleyton, Everton Alemão e Ronaell (Gustavo Henrique);
Rodolfo Potiguar (Emerson Martins), Alex Sandro (Eliomar), Zé Matues e Thiago Alagoano;
Johnny e Marco Antônio (Baianinho).
Técnico: Jerson Testoni