Após acesso, meia ex-Botafogo troca Sampaio por time que não subiu na Série C

Rodrigo Andrade foi um dos destaques do time maranhense, que ficou com um dos acessos e foi vice-campeão

por Agência Futebol Interior

São Luís, MA, 18 (AFI) - Destaque na campanha do acesso à Série B e do vice-campeonato da Série C, o meia Rodrigo Andrade, de 31 anos, está de saída do Sampaio Corrêa. Ele aceitou uma proposta do Botafogo da Paraíba, time que também disputou a terceira divisão nacional, mas foi eliminado ainda na primeira fase.

Rodrigo vai assinar contrato com vínculo até o fim de 2020. O interesse do Belo no meio-campista já era público, mas a própria diretoria alvinegra chegou a mostrar pessimismo quanto ao desfecho da negociação. Antes, o clube paraibano tentou opções como o meia Bernardo, ex-Vasco e hoje no futebol da Arábia Saudita, e procurou renovar com o veterano Marcos Aurélio, mas ele preferiu aceitar uma proposta do Brasiliense.

Foto: Elias Auê / Sampaio Corrêa
Foto: Elias Auê / Sampaio Corrêa
Contratado no meio de junho, Rodrigo Andrade chegou no meio da disputa da Série C e logo se tornou titular, com boas apresentações. Peça essencial no esquema de João Brigatti, foi o maestro do meio de campo tricolor e marcou gol no jogo do acesso, quando a Bolívia Querida venceu o São José por 3 a 2 no Castelão.

CARREIRA
Com passagem pelas categorias de base do Flamengo, em tempos nos quais era chamado de Rodriguinho, o meia passo por times como Botafogo, Atlético-GO, Ceará, XV de Piracicaba, Portuguesa, Brasiliense, Botafogo-SP, Criciúma, Chapecoense, Fortaleza, Osasco Audax, Red Bull Brasil, Paysandu, Volta Redonda e Portuguesa-RJ.