Único vencedor, Confiança comanda Seleção FI das quartas da Série C

Apesar dos três empates sem gols nos outros duelos, alguns jogadores tiveram atuações de destaques

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 02 (AFI) - A rodada de ida das quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro terminou na noite desta segunda-feira, com apenas um gol marcado, na vitória por 1 a 0 do Confiança sobre o Ypiranga. Apesar dos três empates sem gols nos outros duelos, alguns jogadores não deixaram a Seleção da Rodada do Futebol Interior na mão e tiveram atuações destacadas.

CONFIRA A SELEÇAO DA RODADA DE IDA DAS QUARTAS:

Goleiro: Jefferson (Náutico)
Mesmo jogando fora de casa, com o Estádio Mangueirão lotado, o Náutico conseguiu segurar um importante empate diante do Paysandu, por 0 a 0 no jogo de ida das quartas de final. Sem dúvidas, um dos grandes responsáveis por isso, foi o goleiro Jeferson que fechou o gol do Timbu e com várias boas defesas, freou a zaga do Papão.

Lateral-direito: Gabriel Paulino (Imperatriz)
Imperatriz e Juventude fizeram um jogo bem aberto no Maranhão, mas também não sairam dos empates sem gols. Apesar disso, o lateral-direito Gabriel Paulino foi um dos grandes destaques do time da casa. Ele foi a valvula de escape do ataque maranhense que por muito pouco não conseguiu abrir vantagem no mata-mata.

Zagueiro: Paulo Sérgio (Sampaio Corrêa)
Fez o que pode para segurar o São José no empate sem gols e teve sucesso na missão. Ganhou sempre pelo alto e mostrou tranquilidade em Porto Alegre. Agora, a Bolívia Querida vai decidir o acesso em casa, no Castelão, com o placar zerado.

Confiança domina a Seleção FI da Série C. (Foto: Divulgação / AD Confiança)
Confiança domina a Seleção FI da Série C. (Foto: Divulgação / AD Confiança)
Zagueiro: Diego Silva (Náutico)
Ao lado do goleiro Jeferson, o zagueiro Diego Silva foi um dos grandes destaques do Náutico no empate sem gols com o Paysandu, na rodada de ida das quartas de final. O zagueiro fez uma partida impecável defensivamente e apareceu algumas vezes como homem surpresa no ataque.

Lateral-esquerdo: Romano (Sampaio Corrêa)
Muito importante no apoio durante a primeira fase, soube se portar mais defensivamente para que o Sampaio conquistasse um empate importante fora de casa. Marcou com muita qualidade e ainda teve algumas boas aparições lá na frente.

Volante: Léo Baiano (Paysandu)
Desfalque no jogo do acesso por ter recebido o terceiro amarelo, o volante vai fazer bastante falta. É uma das peças mais consistentes do time e tem vaga cativa no time titular. Contra o Náutico, fez um grande jogo e por pouco não balançou a rede, com uma bola na trave.

Meia: Renato Cajá (Juventude)
Foi o dono do meio de campo na partida contra o Imperatriz, com bastante inteligência com e sem a bola nos pés. Segurou a bola no meio de campo quando necessário e usou a qualidade no passe para armar a equipe e distribuir o jogo.

Daniel Paulista quer colocar o Confiança na Série B. (Foto: Felipe Martins / AD Cofniança)
Daniel Paulista quer colocar o Confiança na Série B. (Foto: Felipe Martins / AD Cofniança)
Meia: Rafael Tavares (São José)
Um dos nomes mais importantes do Zeca durante toda a primeira fase da terceira divisão nacional, mostrou que não se esconde nos momentos mais decisivos. Criou as duas de perigo do São José no empate sem gols contra o Sampaio Corrêa.

Meia: Ítalo (Confiança)
Com bom passe e bastante intensidade quando tinha a bola nos pés, foi ele quem construiu a jogada do gol de Tito, que garantiu a vitória por 1 a 0 do Confiança sobre o Ypiranga. As principais jogadas ofensivas passaram pelo seus pés.

Atacante: Tito (Confiança)
Mostrou tranquilidade e oportunismo na hora de marcar o gol da vitória do Confiança. Fez boa dupla com Ítalo e seu faro de gol será importante na partida de volta em Erechim-RS, marcada para o próximo sábado, em duelo no qual o Dragão jogará por um empate.

Atacante: Vinícius Leite (Paysandu)
Autor do gol da classificação contra o Remo, ganhou uma chance como titular e mostrou que tem bastante potencial para evoluir ainda mais. Teve personalidade, buscou o jogo e acertou uma bola na trave, em belo chute de fora da área.

Técnico: Daniel Paulista (Confiança)
Armou um time que soube criar oportunidades dentro de casa e não seria injusto se tivesse saído de campo com um placar maior que 1 a 0. Vem fazendo um bom trabalho, apesar das irregularidades no decorrer da primeira fase.