Seleção FI da Série C tem laterais do Sampaio e atacantes decisivos

Reta final da disputa da primeira fase vem tedendo jogos cheios de emoção

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 05 (AFI) - A 15ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro terminou nesta segunda-feira, após a realização de uma série de jogos de caráter decisivo, uma vez que restam três rodadas para o fim da fase de grupos. Mais uma vez, o Portal Futebol Interior acompanhou todos os detalhes e escalou nova edição da Seleção da Rodada.

Confira a Seleção da 15ª. rodada da Série C:

Deivity (Ypiranga);

Everton (Sampaio Corrêa), Willian Rocha (Tombense), Fred (Botafogo-PB) e Romano (Sampaio Corrêa);

João Paulo (Juventude), Everton (Santa Cruz) e Clayton (Botafogo-PB);

Augusto (Santa Cruz), Max (Globo) e Wallyson (ABC)

Técnico: Fabiano Daitx (Ypiranga).

_________________________________________________________________________________________

Goleiro: Deivty (Ypiranga)
Vem sendo muito importante para o Ypiranga, e foi essencial para ajudar a colocar o time dentro da zona de classificação perto final da fase de grupos. A vitória por 2 a 0 sobre o Volta Redonda veio sem maiores complicações graças a grandes defesas realizados pelo goleiro durante a partida.

Lateral-direito: Everton (Sampaio Corrêa)
Foi uma das principais armas ofensivas do Sampaio quando subiu ao ataque na vitória por 2 a 0 sobre o Treze. Com velocidade e bons lançamentos, criou boas oportunidades. Em uma delas, deu um cruzamento na medida para Roney marcar o segundo gol tricolor.

Zagueiro: Willian Rocha (Tombense)
Estava sem jogar há um ano após cirurgia no joelho, o que não o impediu de chegar ao Tombense sob a condição de titular. No primeiro jogo pelo clube, marcou um dos gols da vitória sobre o Remo e se emocionou. Após o apito final, cruzou o campo de joelhos.

Zagueiro: Fred (Botafogo-PB)
Teve uma atuação muito segura na vitória por 2 a 0 sobre o Confiança, com boas interceptações, seja por cima ou por baixo. Além disso, marcou o primeiro gol botafoguense, em cobrança de pênalti, ajudando na reação necessária nesta reta final de competição.

Everton foi o destaque do Santa Cruz. (Foto: Rodrigo Baltar / Santa Cruz)
Everton foi o destaque do Santa Cruz. (Foto: Rodrigo Baltar / Santa Cruz)
Lateral-esquerdo: Romano (Sampaio Corrêa)
Muito dinâmico em suas chegadas ao ataque, foi peça importantíssima para que o Sampaio conseguisse vencer o Treze por 2 a 0. No primeiro lance do jogo, acertou um belo chute para abri o placar antes do primeiro mano, abrindo caminho para uma vitória tranquilo.

Volante: João Paulo (Juventude)
Controlou o meio de campo defensivamente e ajudou muito os zagueiros na missão de anular o ataque do Atlético Acreano. Também mostrou qualidade no passe na hora de fazer a transição entre os dois setores e usou a experiência para administrar o jogo quando necessário.

Meia: Everton (Santa Cruz)
Foi O CARA na histórica vitória do Santa Cruz sobre o Imperatriz, por 3 a 2, de virada. Balançou as redes no primeiro tempo ao aproveitar sobra dentro da área pouco depois do adversário ter aberto o placar e deu o cruzamento que originou o gol de Augusto já nos acréscimos. Aos 34 anos, o meia ainda tem muita lenha para queimar.

Meia: Clayton (Botafogo-PB)
Continua sendo um dos destaques do time botafoguense. Contra o Confiança, prendeu a bola nos momentos certos e a soltou com objetividade para criar boas jogadas. Além de ter sofrido o pênalti convertido por Fred, foi o jogador que mais levou perigo ao gol adversário, com boas finalizações.

Max marcou de voleio na vitória do Globo. (Foto: Rhuan Carlos / Globo FC)
Max marcou de voleio na vitória do Globo. (Foto: Rhuan Carlos / Globo FC)
Atacante: Augusto (Santa Cruz)
Entrou no segundo tempo e foi muito importante na construção da virada épica sobre o Imperatriz no último final de semana. Procurou o jogo e marcou o gol da vitória coral aos 46 minutos do segundo tempo, encerrando um incômodo jejum.

Atacante: Max (Globo-RN)
Mostrou presença e faro de gol para ajudar na vitória por 2 a 0 sobre o Náutico, resultado que ajudou o Globo a respirar na briga contra o rebaixamento no Grupo A. Anotou o primeiro gol do time potiguar ao aproveitar cruzamento de Jean Natal e marcar de voleio.

Atacante: Wallyson (ABC)
Não tenha que ele tenha feito uma partida brilhante, mas mostrou todo o seu poder de decisão e o motivo por ser ídolo da torcida alvinegra. O time abecdista estava empatando por 1 a 1 com o Ferroviário quando o atacante apareceu para marcar o gol da vitória.

Técnico: Fabiano Daitx (Ypiranga)
Com um elenco sem grande estrelas, Daitx tira o melhor que pode da sua equipe. Apesar do excesso de empates, sete no total, o time chega à reta final dentro do G4 após uma vitória consistente sobre o até então líder Volta Redonda. O Ypiranga soube sofrer contra o Voltaço e aproveitou as chances pontuais que teve.