Líder e vice-lanterna puxam a fila da Seleção FI da Série C

ABC é o time com mais representantes no time ideal do Portal Futebol Interior

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 08 (AFI) - A 11ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro terminou nesta segunda-feira, depois de jogos muito equilibrados. Como de costume, o Portal Futebol Interior acompanhou todos os detalhes e escalou mais uma edição da Seleção da Rodada.

Desta vez, o time com mais representantes é o ABC, com três nomes. O Mais Querido é o vice-lanterna do Grupo A, mas encerrou um jejum de nove jogos sem vencer com uma boa atuação em duelo direto com o Treze. Ferroviário e Sampaio vêm logo em seguida, cada um com dois jogadores na seleção.

CONFIRA A SELEÇÃO DA 11ª. RODADA DA SÉRIE C:

Marcelo Carné (Juventude);

Ivan (ABC), Allan (Volta Redonda), Lucão (São José) e Wagner (Ypiranga);

Mazinho (Ferroviário), Felipe Guedes (ABC) e Rodrigo Andrade (Sampaio Corrêa);

Jefinho (ABC), Manoel (Imperatriz) e Isaac Prado (Ferroviário).

Técnico: João Brigatti (Sampaio Corrêa)

_______________________________________________________________________________________

Goleiro: Marcelo Carné (Juventude)
Foi importante para evitar uma derrota para o Remo, principalmente nos minutos finais da partida, quando fez duas grandes defesas e ajudou a garantiuro empate por zero a zero no marcador final.

Lateral-direito: Ivan (ABC)
Após marcar um golaço de falta contra o Náutico, voltou a ser decisivo na bola parada, desta vez com uma assistência para o primeiro gol na vitória por 2 a 0 sobre o Treze. Com a bola rolando, foi peça importante nos contra-ataques e participou bastante.

Foto: Luciano Marcos / ABC
Foto: Luciano Marcos / ABC
Zagueiro: Allan (Volta Redonda)
Foi consistente em um jogo duro contra o Boa Esporte, com bom posicionamento e inteligência na hora dos desarmes. Saiu de campo como o homem do jogo ao marcar o gol da vitória fluminense.

Zagueiro: Lucão (São José)
Apesar de o São José ter ampliado o jejum sem vitória fora de casa, o empate sem gols com o Luverdense ficou de bom tamanho. Nos momentos nos quais o time foi acuado, Lucão estava sempre esperto para interceptar.

Lateral-esquerdo: Wagner (Ypiranga-RS)
Deu tranquilidade ao Ypiranga ao marcar o segundo gol da vitória por 2 a 0 sobre o Atlético Acreano. Bastante equilibrado, deu poucas chances ao ataque adversário pelo seu lado de campo, e quando subiu mostrou qualidade ofensiva.

Volante: Mazinho (Ferroviário)
Titular em todas as partidas da Série C, é uma das peças mais importantes do time, com atuações muito regulares. Depois de muito ajudar os companheiros com força na marcação e qualidade na transição, marcou pela primeira vez no ano na vitória por 2 a 0 sobre o Santa.

Volante: Felipe Guedes (ABC)
Entrou no segundo tempo na vitória por 2 a 0 contra o Treze e mudou a dinâmica do time abecedista dentro de campo. Foi o responsável por acertar a marcação no meio de campo e potencializou o desempenho de atletas mais ofensivos.

Foto: Divulgação / Ferroviário
Foto: Divulgação / Ferroviário
Meia: Rodrigo Andrade (Sampaio Corrêa)
Em seu segundo jogo pelo Sampaio Corrêa, o primeiro como titular, mostrou que tem qualidade para disputar a vaga no meio de campo. Chamou jogo, distribuiu bons passes e marcou o gola da virada tricolor com um toque de categoria.

Atacante: Jefinho (ABC)
Jogou com muita vontade, do jeito que a torcida abecedista gosta. Sem desistir de nenhuma bola, dividiu com firmeza e sujou o uniforme, ao mesmo tempo em que infernizou a defesa adversário. Ainda marcou dois gols impedidos e acertou o travessão.

Atacante: Manoel (Imperatriz)
Muito participativo, se destacou pela entrega desde o início, com boa presença no ataque e criando chances de perigo. Melhorou no segundo tempo, com lances individuais interessantes e principalmente, marcando o primeiro gol da vitória por 2 a 0.

Atacante: Isaac Prado (Ferroviário)
Com a responsabilidade de compor um ataque de goleadores, foi a campo cheio de energia e criou as melhores oportunidades do time na vitória por 2 a 0 sobre o Santa. Apesar de algumas chances desperdiçadas, marcou o primeiro gol cearense.

Técnico: João Brigatti (Sampaio Corrêa)
Assumiu um time bastante oscilante e estreou com um empate em casa, resultado que despertou certa desconfiança. Já na vitória por 2 a 1 em confronto direto com o Botafogo-PB, viu os jogadores comprometidos e contagiados por seu perfil motivador.