Tombense 0 x 0 Botafogo-SP – Empate magro garante liderança ao Pantera

Resultado foi o suficiente para que Pantera conseguisse ultrapassar o Operário-PR

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 11 (AFI) - O Botafogo-SP encerrou a participação na primeira fase da Série C como líder do Grupo B. Neste sábado, enfrentou o Tombense pela última rodada e não saiu de um empate sem gols, no Almeidão, em Tombos. O resultado, no entanto, foi o suficiente para ultrapassar o Operário-PR.

Quando a rodada começou, o time de Ribeirão preto era o vice-líder com 34 pontos, enquanto o Operário ocupava a primeira colocação, com 35. Como o time de Ponta Grossa perdeu por 1 a 0 para o Luverdense, os botafoguenses igualaram a pontuação e ganharam a posição por ter 16 gols de saldo contra oito dos paranaenses.

Foto: Raul Ramos / Ag Botafogo
Foto: Raul Ramos / Ag Botafogo
Enquanto o Botafogo espera a definição do seu adversário nas quartas de final, o Tombense se despede da Série C na sexta colocação, com 22 pontos.

O JOGO
Em campo, os dois times fizeram um jogo de poucas chances. O Botafogo-SP entrou em campo com três volantes e não teve a eficiência que costuma ter na criação de jogadas, mesmo com o trio de ataque mantido com Pimentinha, Felipe Augusto e Caio Dantas.

O Tombense também não conseguiu ter grandes momentos, apesar de mostrar mais recurso no segundo. Por fim, cada goleiro precisou fazer apenas uma defesa difícil durante toda partida e o duelo terminou sem gols.

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
18ª rodada
Data
11/08/2018
Horário
17h00
Local
Almeidão - Tombos (MG)
Árbitro
Antonio Dib Moraes de Sousa - PI

Assistentes
Rogério de Oliveira Braga - PI e Mauro Cezar Evangelista de Sousa - PI

Cartões Amarelos
Botafogo-SP: Daniel Vançan, Léo Baiano

Cartões Vermelhos
Tombense-MG: Ortega
Tombense-MG
Darley;
David, Wellington Carvalho, Matheus Lopes e Bruninho;
PH, Anderson Rosa (Polaco),Cássio Ortega, André Rocha e Everton Galdino (Everton Sena);
Daniel Amorim.
Técnico: Eugênio Souza
Botafogo-SP
Tiago Cardoso;
Marcos Martins, Carlos Henrique, Plínio e Daniel Vançan;
Serginho, Léo Baiano e Leandro Salino (Lucas Mendes);
Pimentinha (Marquinhos), Felipe Augusto e Caio Dantas.
Técnico: Léo Condé
 
 
" />