Tupi 1 x 3 Cuiabá - Em jogo movimentado, Dourado mantém a boa fase

O resultado desta 13ª rodada complicou a vida do time da casa, que agora está pressionado pelo rebaixamento

por Agência Futebol Interior

Juiz de Fora, MG, 07 (AFI) – Brigando pela classificação à próxima fase da Série C do Campeonato Brasileiro, o Cuiabá deu continuidade neste sábado ao bom momento que o clube vive no Grupo B.

Jogando no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora, o time venceu o Tupi por 3 a 1, com dois gols de Eduardo Ramos e um de Marinho – João Willian descontou de falta. O resultado desta 13ª rodada complicou a vida do time da casa, que agora está pressionado pelo rebaixamento.

Com a quarta vitória consecutiva, o Cuiabá chegou aos 25 pontos, brigando pelas primeiras posições do campeonato e ganhando posições importantes na classificação. Já o Tupi conhece a sua terceira derrotas na sequência e passa a ser ameaçado pelas últimas posições, estacionado nos 14 pontos.

Cuiabá sofreu marcação cerrada do Cuiabá e acabou derrotado. Foto: Marina Proton - Tupi
Cuiabá sofreu marcação cerrada do Cuiabá e acabou derrotado. Foto: Marina Proton - Tupi

MORTAL

Dentro de casa, o Tupi começou propondo o jogo e atacante os espaços dados pelo adversário, mas demorou para conseguir levar perigo. Na primeira vez em que o Cuiabá chegou já conseguiu bolar a bola no fundo das redes. Com 22 minutos, em contra-ataque fulminante, Eduardo Ramos recebeu em velocidade pela direita, ficou frente a frente com o goleiro Vilar e bateu rasteiro, no contrapé, para abrir o placar.

Mais tarde, aos 39 minutos, já no finalzinho do primeiro tempo, o Cuiabá teve a oportunidade de ampliar ainda mais a vitória parcial fora de casa. Em uma falha da marcação do Tupi, João Carlos recebeu na grande área e tentou o drible em cima de Vilar, mas acabou derrubado pelo goleiro. Na cobrança, Bruno Sávio bateu fraco, mas tentou complementar no rebote, para mais uma defesa do arqueiro mineiro.

AGITADÍSSIMO

A resposta do Tupi veio na mesma moeda, literalmente. Aos 11 minutos do segundo tempo, Potita recebeu dentro da grande área, tentou girar em cima da marcação e também foi derrubado. A chance do empate foi por água abaixo quando João Willian colocou a bola na marca da cal e mandou nos braços do goleiro Victor Souza, que não deu nem rebote.

Pouco tempo depois o Cuiabá soube ampliar o resultado com uma jogada muito parecida com a que ocorreu no primeiro tempo. Em escanteio para o Tupi, quase todos os jogadores mineiros foram para a grande área tentar o cabeceio, deixando o contra-ataque aberto. Eduardo Ramos, aos 19 minutos aproveitou novamente o espaço, avançou com liberdade e balançou novamente as redes.

Quando tudo parecia perdido, João Willian acertou uma linda cobrança de falta, aos 22 minutos, e marcou o primeiro gol do Tupi na partida, que deixou tudo aberto mais uma vez. Só que a excitação do time da casa não durou muito tempo. Com 24, Marino aproveitou um bom cruzamento da esquerda e completou para o barbante, derrubando qualquer chance de uma reação do Tupi.

PRÓXIMOS JOGOS

No próximo sábado, às 16 horas, o Tupi viaja até Ribeirão Preto enfrentar o Botafogo no estádio Santa Cruz, pela 14ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Já o Cuiabá recebe o Joinville na Arena Pantanal, no Mato Grosso, às 16h30 do sábado.

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
13ª rodada
Data
07/07/2018
Horário
16h00
Local
Mário Helênio - Juiz de Fora (MG)
Árbitro
Leo Simão Holanda - CE

Renda
R$ 3.780,00
Assistentes
Samuel Oliveira Costa - CE e Jailson Albano da Silva - CE

Público
195 pagantes (510 presentes)
Cartões Amarelos
Tupi-MG: Marcel, Vilar

Gols
Tupi-MG: João Willian 22' 2T
Cuiabá-MT: Eduardo Ramos 23' 1T, Eduardo Ramos 19' 2T, Marino 25' 2T
Tupi-MG
Vilar;
Rodrigo Dias, Sidimar, Wellington (Mateus) e Magalhães;
Léo Costa, Léo Salino (Wellington Batista), Marcel, João Willian e Paulinho (João Vitor);
Potita.
Técnico: Eugênio de Souza
Cuiabá-MT
Victor Souza;
Jefferson Feijão, Ednei, Edson Borges e Danilo;
Escobar, Alê, Marino (Marquinhos) e Eduardo Ramos;
Bruno Sávio e João Carlos (Adriano Pardal).
Técnico: Itamar Schülle
 
 
" />