Operário-PR x Volta Redonda - Estaduais serão parâmetros para Série C?

Fantasma da Vila está próximo de retornar à elite paranaense, enquanto Voltaço, dentro de campo, foi rebaixado à Seletiva Carioca

por Agência Futebol Interior

Ponta Grossa, PR, 14 (AFI) - As temporadas de Operário Ferroviário e Volta Redonda têm sido totalmente distintas. Por isso, a expectativa é grande para saber quem vai se dar melhor no Campeonato Brasileiro da Série C. Inclusive, as equipes se enfrentam neste domingo, às 15h30, em Ponta Grossa, no estádio Germano Krüger, pela primeira rodada.

Até o momento, o Fantasma da Vila está passeando na Segunda Divisão do Campeonato Paranaense. Na 1ª Fase, 25 pontos conquistados em 27 disputados. No Quadrangular do Acesso, em três partidas, já tem nove pontos, cinco à frente do PSTC, segundo - o vencedor de cada chave avança à final e sobe à elite. Além disso, o OFEC chega na condição de atual campeão da Série D.

Por coincidência, o Voltaço foi o ganhador da última divisão nacional de 2016. Entretanto, o atual ano não tem sido das melhores. Isso porque não foi bem nas Fases de Grupos da Taça Rio e Taça Guanabara, tanto que, junto com o Nova Iguaçu, ficou entre os dois piores e pode ter que disputar a Seletiva Carioca com Goytacaz e Rezende, que sobreviveram ao Grupo X (Quadrangular da Morte), mais o campeão e o vice da Série B1. O time do Vale do Paraíba, porém, deve se beneficiar com a perda de pontos do Macaé, que teria escalado jogador de maneira irregular, e se manter na Fase Principal do Estadual.

Operário-PR x Volta Redonda - Estaduais serão parâmetros para Série C? (Foto: Bianca Machado/OFEC)
Operário-PR x Volta Redonda - Estaduais serão parâmetros para Série C? (Foto: Bianca Machado/OFEC)
O OPERÁRIO FERROVIÁRIO
Após a vitória sobre o PSTC, pela terceira rodada da segunda fase da Divisão de Acesso Paranaense, o técnico do Operário Ferroviário, Gerson Gusmão, sinalizou a utilização de reservas diante do Volta Redonda. Porém, o clube ainda corre para tentar a liberação do goleiro Reynaldo e do atacante Vinícius, as duas contratações para o Brasileiro.

"Agora sim podemos falar de Série C. Teremos que fazer algumas alterações para não correr riscos, então, vamos avaliar a condição dos atletas. Entendo que teremos que preservar alguns, porque quarta-feira já teremos outra decisão no Paranaense”, afirmou ele sem divulgar ou encaminhar quais serão os poupados.

O VOLTA REDONDA
A tendência é que quatro dos sete reforços anunciados pelo Volta Redonda estejam em campo. O único remanescente do sistema defensivo deve ser o zagueiro Bruno Costa, que vai fazer dupla com João Guilherme, que chegou do Cruzeiro-RS. As duas laterais também terão estreantes, com o paraguaio Angel Martini pela direita e Diego Maia pela esquerda. Contratado por empréstimo junto ao Resende, o atacante Jhuliam chega com a missão de fazer jus à fama de artilheiro, tanto que será titular.

“Fiquei muito feliz pelo convite do Volta Redonda e chego com o intuito de dar o meu máximo para ajudar o clube a conquistar o acesso à Série B, que é o principal objetivo no ano. Garanto ao torcedor bastante empenho, luta, dedicação e gols”, disse o atacante ao ser apresentado à imprensa.

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
1ª rodada
Data
15/04/2018
Horário
15h30
Local
Germano Krüger - Ponta Grossa (PR)
Árbitro
Marcos Mateus Pereira - MS (CBF)

Renda
R$ 40.930,00
Assistentes
Marcos dos Santos Brito - MS (CBF) e Ruy Cesar Lavarda Ferreira - MS (CBF)

Público
2.553 pagantes / 2.983 total
Cartões Amarelos
Operário-PR: Índio, Alisson, Jean Carlo
Volta Redonda-RJ: Bruno Costa, Luís Gustavo

Gols
Operário-PR: Gil Paraíba 32' 1T
Operário-PR
Simão;
Léo, Alisson, Sosa e Raphael Soares;
Chicão, Gil Paraíba, Índio (Erick) e Clayton (Athos);
Schumacher (Quirino) e Jean Carlo.
Técnico: Gerson Gusmão
Volta Redonda-RJ
Douglas Borges;
Luís Gustavo (João Cleriston), Bruno Costa, João Guilherme e Diego Maia;
Bruno Barra, Pablo (Vinicius Pacheco), Marcelo, Dija Baiano e Luã Lúcio (Angel Martinez);
Jhulliam.
Técnico: Marcelo Salles
 
 
" />