Ypiranga 0 x 0 São Bento - Bentão está nas quartas de final da Série C!

Além dos paulistas, Sampaio Corrêa e CSA já estavam garantidos no mata-mata que decide o acesso para Série B

por Agência Futebol Interior

Sorocaba, SP, 01 (AFI) - O São Bento está classificado para as quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro. Jogando pelo empate, o time de Sorocaba segurou o Ypiranga durante os 90 minutos e garantiu o empate por 0 a 0 no estádio Colosso da Lagoa, em Erechim (RS), pela 17ª e penúltima rodada da primeira fase do Grupo B. Além dos paulistas, Sampaio Corrêa e CSA já estavam garantidos no mata-mata que decide o acesso para Série B de 2018.

Com o empate o São Bento completou seis jogos sem perder foi para 28 pontos. O elenco agora luta apenas pelas primeiras posições, já que nas quartas de final os dois primeiros times da chave decidem o acesso dentro de casa. O Ypiranga, por outro lado, viverá um drama à parte na última rodada, com 23 pontos e podendo terminar o final de semana fora do G4.

MOSTRA O QUE SABE

Durante o primeiro tempo o São Bento mostrou a sua maior qualidade até agora: o sistema defensivo. Muito bem postado, o time paulista começou a partida esperando o Ypiranga tomar a iniciativa e aguardando qualquer oportunidade de puxar o contra-ataque. A estratégia deu aos visitantes o controle do jogo, que poderia ter se convertido em gol aos 27 minutos, num lindo chute de Éder da fora da área, que explodiu no travessão.

A resposta do Ypiranga veio numa cobrança de falta praticamente na linha da grande área e que atraiu toda a atenção do goleiro Rodrigo Viana aos 37 minutos. Ainda assim, Gabriel Araújo tentou bater rasteiro e não passou nem da barreira. No rebate, Parede conseguiu se infiltrar na marcação e bateu cruzado, exigindo uma boa defesa do adversário. Essa foi a única finalização de perigo do time da casa durante os 45 minutos.

SEGURANDO

O São Bento voltou a ameaçar logo aos sete minutos do segundo tempo. Em um longo cruzamento de Éder, Anderson Cavalo apareceu no segundo pau e testou firme, mas o goleiro Carlão estava bem posicionado para defender. Aos poucos o time de Sorocaba foi recuando cada vez mais para o campo de defesa, abdicando inclusive de atacar, já que o empate já era suficiente para garantir a classificação antecipada para a próxima fase.

Rodrigo Viana chegou a receber um cartão amarelo por retardar o reinício da partida e o técnico Paulo Roberto Santos ainda com 29 minutos tirou o meia Eder, melhor jogador do São Bento até então, para promover a entrada do volante Felipe Manoel, aumentando a força da marcação no meio campo. Ainda assim, com a posse de bola e todos os jogadores no ataque, o Ypiranga não conseguia assustar o adversário.

Aos 38, Paraíba foi tentar uma pressão, deu um carrinho displicente e fez uma falta dura em Rodrigo Viana. O atacante recebeu o segundo cartão amarelo e deixou o Ypiranga com um jogador a menos nos minutos finais. Quando o jogo caminhava para o apito final, os zagueiros do time da casa se atrapalharam e a bola sobrou para Nilson, que saiu frente a frente com Carlão e bateu em cima do goleiro.

PRÓXIMOS JOGOS

Na 18ª e decisiva rodada do Campeonato Brasileiro da Série C, o São Bento recebe o Volta Redonda dentro do estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, às 17h30 do próximo sábado. No mesmo dia e horário, o Ypiranga viaja para Ribeirão Preto, também no interior de São Paulo, para enfrentar o Botafogo no estádio Santa Cruz.

Ficha Técnica

Fase
1ª Fase
Rodada
17ª rodada
Data
01/09/2017
Horário
19h30
Local
Colosso da Lagoa - Erechim (RS)
Árbitro
Marielson Alves Silva (BA)

Assistentes
Jucimar dos Santos Dias (BA) e Paulo de Tarso Bregalda Gussen (BA)

Cartões Amarelos
Ypiranga-RS: Henrique, Paraíba, Safira, Tairone
São Bento-SP: Mateus, Lucas Mendes, Rogério, Rodrigo Viana, Everaldo

Cartões Vermelhos
Ypiranga-RS: Paraíba
Ypiranga-RS
Carlão;
Pedro Ivo, Tairone, Carlos Faria e Rennan (Anderson Safira);
Henrique, Carrilho, Juninho (Michel) e Maycon (Parede);
Paraíba e Gabriel Araújo.
Técnico: Hélio Vieira
São Bento-SP
Rodrigo Viana;
Lucas Mendes, Rogério, Mateus Silva e Edu Pina;
Fábio Bahia, Eder (Felipe Manoel) e Maicon Souza;
Branquinho (Caio Cesar), Everaldo e Anderson Cavalo (Nilson).
Técnico: Paulo Roberto