Fortaleza 1 x 0 Botafogo-PB – Goleiro erra, Leão domina e vence a primeira

Michel Alves saiu mal na bola no lance em que Hiago marcou o único gol da partida

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 19 (AFI) – O Fortaleza se recuperou da derrota na estreia da Série C e conseguiu a primeira vitória. O time cearense jogou melhor diante do Botafogo-PB no estádio Presidente Vargas, teve mais posse de bola, e contou com um erro do goleiro Michel Alves para vencer por 1 a 0, pela 2ª rodada do Grupo A.

Hiago aproveitou a falha do adversário para marcar o único gol do jogo. O resultado é fundamental para o Fortaleza, que conquista os primeiros três pontos e sobe para o 5º lugar do Grupo A. Já o Botafogo, que empatou na estreia, segue com apenas um ponto, no 7º lugar.

CONFUSÃO

Antes da partida, torcedores do Botafogo-PB entraram em confronto com a Polícia Militar. Isso porque durante a semana a diretoria abriu mão dos ingressos para visitante, justificando que teria a chance de ocorrer um confronto entre as torcidas. Só que mesmo assim alguns torcedores do Belo foram ao Presidente Vargas. Ninguém ficou gravemente ferido, e o jogo foi realizado com torcida única.

LEÃO DOMINA

O primeiro tempo não foi o esperado, mas o Fortaleza foi melhor que o Botafogo. Com mais posse de bola, o Leão do Pici controlou a partida e não deu espaços para o Belo chegar com perigo no contra-ataque. O problema é que o time cearense esbarrou na marcação adversária e não conseguiu abrir o placar.

Apesar de ter controlado a partida, o Fortaleza criou apenas uma chance real de gol. Depois de cruzamento para a área, Everton ajeitou para Alenilson, que vinha de trás. O jogador chutou forte, mas a bola acertou em Plínio e foi pela linha de fundo. E foi só. Poucos inspirados, os dois times deixaram a desejar.

NA PRESSÃO

O cenário da etapa final foi o mesmo do primeiro tempo: Fortaleza com mais posse de bola, mas sem conseguir entrar na defesa do Botafogo. Uma das melhores chances criada pelo Leão do Pici foi aos treze minutos. Depois de bola levantada na área por Éverton, Hiago pegou o rebote e chutou com força, mas Michel Alves espalmou para escanteio.

A resposta do Botafogo veio de chute de fora da área de Wanderson, mas sem perigo. O tempo foi passando e o Fortaleza voltou a dominar a partida, arriscando principalmente de fora da área. Lúcio Flávio, da intermediária, tirou tinta do gol defendido por Michel Alves. No lance seguinte, o Leão do Pici chegou ao gol.

Depois de criar duas boas chances, o time cearense, enfim, balançou as redes do Botafogo. Aos 25 minutos o goleiro Michel Alves tentou cortar o cruzamento, mas saiu errado e facilitou. Lúcio Flávio ajeitou para trás e Hiago, livre e com o gol aberto, só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol.

O Botafogo se lançou ao ataque nos últimos vinte minutos para tentar o empate, mas sem sucesso. Melhor em campo, o Fortaleza controlou a partida e ainda teve uma chance de ampliar o placar, mas o chute de Felipe foi para fora. No fim, primeira vitória do Leão do Pici na Série C.

PRÓXIMOS JOGOS

Dando sequência à Série C do Brasileiro, Fortaleza e Botafogo-PB voltam a campo no próximo fim de semana. O Leão do Pici joga no sábado contra o Salgueiro, fora de casa, às 20 horas. Já o Belo vai a campo no domingo para enfrentar o CSA, em casa, às 16 horas, pela 3ª rodada do Grupo A.

Ficha Técnica

Fase
1ª Fase
Rodada
2ª rodada
Data
19/05/2017
Horário
19h00
Local
Presidente Vargas - Fortaleza (CE)
Árbitro
Alexandre Vargas Tavares de Jesus - RJ

Renda
R$ 84.584,00
Assistentes
Gabriel Conti Viana - RJ e Daniel de Oliveira Alves Pereira - RJ

Público
7.589 pagantes
Cartões Amarelos
Fortaleza-CE: Lúcio Flávio
Botafogo-PB: André Santos, Cleyton, Plínio, Marcinho

Gols
Fortaleza-CE: Hiago 25' 2T
Fortaleza-CE
Marcelo Boeck;
Felipe, Rodrigo Mancha, Ligger e Bruno Melo;
Anderson Uchôa, Adenílson, Pablo e Everton (Leandro Cearense);
Lúcio Flávio (Wesley) e Hiago (William Schuster)
Técnico: Paulo Bonamigo
Botafogo-PB
Michel Alves;
Lito, Plínio, André Santos e Alison (Sapé);
Djavan, Magno, Cleyton e Marcinho;
Dico (Wanderson) e Rafael Oliveira
Técnico: Itamar Schulle