Portuguesa 3 x 1 Guaratinguetá - Lusa bate em 'gato morto' e segue viva na Série C

Para não ser rebaixada pela terceira vez em quatro anos, a Portuguesa precisará vencer o Tombense no próximo domingo

por Agência Futebol Interior

Osasco, SP, 11 (AFI) - A Portuguesa segue com o sonho vivo de se manter na Série C do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, 11, o time paulistano venceu o Guaratinguetá por 3 a 1 no estádio José Liberatti, em Osasco, na 17 rodada desta primeira fase. O elenco de Márcio Ribeiro vinha com uma sequencia de cinco derrotas consecutivas e agora aguarda o último jogo para saber o destino em 2017 – do outro lado, o Guará já entrou em campo rebaixado.

Isso porque tem apenas quatro pontos no Grupo B, em 51 disputados. O time de João Telê completou nove derrotas consecutivas – a última vitória foi justamente contra a Portuguesa na oitava rodada, quando bateu por 2 a 1 o adversário em Limeira. Do outro lado, o clube da Grande São Paulo chegou aos 14 pontos, um a menos que o Macaé, que perdeu para o Juventude e segue com 15.

Para não ser rebaixada pela terceira vez em quatro anos, a Portuguesa precisará vencer o Tombense no próximo domingo, às 16 horas, no estádio Antônio Guimarães de Almeida, e ainda torcer para que o Macaé não vença o Botafogo no Rio de Janeiro, no estádio Moacyrzão – se os cariocas perderem por mais de dois gols, o elenco de Márcio Ribeiro pode até empatar.

Já o Guaratinguetá recebe o Boa Esporte em Sertãozinho.

PRESSÃO LUSITANA!

A Portuguesa pressionou o Guaratinguetá no campo defensivo desde os primeiros minutos, mas sentia a dificuldade para furar a marcação. Até que, aos 18 minutos de bola rolando, Samuel acabou acertando Denner com um carrinho por trás e recebeu o cartão vermelho, deixando os visitantes com um jogador a menos. A superioridade numérica acabou revertida com o primeiro gol do jogo, aos 20 minutos.

Buscando bastante o jogo, Cesinha puxou a marcação e acabou parado com falta na entrada da grande área. Na cobrança, Denner ajeitou a bola e bate bonito no canto esquerdo do goleiro. Ela explodiu na trave e acabou na cabeça do zagueiro Marcelo, que aproveitou que Flaysmar estava batido no lance e deu um peixinho para o fundo das redes.

Com um jogador a mais e ainda a vantagem no placar, a Portuguesa passou a trocar passes no meio campo, aguardando um espaço na marcação acirrada do Guaratinguetá. Sem conseguir vencer o ímpeto do adversário, o time da casa passou a explorar os chutes de fora da área, mas também sem nenhum grande perigo. Até que, aos 40 minutos, Anderson Oliveira recebeu um cruzamento na grande área e completou para as redes, empatando o jogo nos minutos finais.

SEM DESESPERO

A igualdade caiu como um banho de água fria para Márcio Ribeiro, que já pensava em soltar um pouco mais os laterais para aumentar a pressão em busca de alargar a vitória. Ainda assim a Portuguesa voltou mais aguda para o segundo tempo, buscando sempre a triangulação e as ultrapassagens rápidas. Na base da velocidade, Cesinha recebeu na direita aos sete minutos e cruzou para Bruno Xavier completar na pequena área.

Novamente a frente no placar, o time da casa não poupou esforços para diminuir a crise. Já o Guaratinguetá começou a sentir o cansaço de correr com um jogador a menos conforme o tempo passava. Na base da pressão, Michel avançou com velocidade, viu Flaysmar adiantado e bateu com força, mas o goleiro fez uma grande defesa e jogou para a linha de fundo.

Antes do apito final, Márcio Ribeiro colocou Bruno Mineiro em campo no lugar de Bruno Xavier. No seu primeiro lance com a bola, o meia atacante recebeu na grande área, tentou sair da marcação de Adriano e acabou derrubado antes de finalizar. O árbitro assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, o próprio camisa 18 ajeitou e mandou para o fundo das redes, decretando a vitória aos 40 minutos do segundo tempo.

Ficha Técnica

Fase
1ª Fase
Rodada
17ª rodada
Data
11/09/2016
Horário
19h30
Local
José Liberatti - Osasco (SP)
Árbitro
Alinor Silva da Paixao - MT

Assistentes
Jackson Timoteo Lopes - MT e Marcelo Grando - MT

Cartões Amarelos
Portuguesa-SP: Dener, Ronaldo, João Henrique
Guaratinguetá-SP: Adriano, Kauê

Cartões Vermelhos
Guaratinguetá-SP: Samuel
Gols
Portuguesa-SP: Marcelo 20' 1T, Bruno Xavier 6' 2T, Bruno Mineiro 40' 2T
Guaratinguetá-SP: Anderson 42' 1T
Portuguesa-SP
Pegorari;
Cesinha, Marcelo, Augusto e Dener;
Alê, Ronaldo, Michel (Léo Aquino) e João Henrique;
Bruno Xavier (Bruno Mineiro) e Nunes (Bruno Duarte).
Técnico: Márcio Ribeiro
Guaratinguetá-SP
Flaysmar;
Guilherme, Kauê e Elivelton;
Adriano, Kaue Martins (Thierry), Samuel e Marcus;
Michael (Lucca) e Anderson Oliveira.
Técnico: João Telê
 
 
" />