Paysandu 2 x 1 Tupi - Papão bobeia no fim e deixa Galo vivo na Série C

O clube paraense jogou os minutos finais com um homem a menos e sofreu o gol aos 40 minutos de um jogador que saiu do banco de reservas

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 18 (AFI) – Desafiando o time com a segunda melhor campanha da primeira fase, o Paysandu poderia ter saído do Estádio do Mangueirão com a classificação encaminhada, se não fosse Bruno Barros, que saiu do banco para diminuir o marcador à favor do Tupi. O Papão vencia por 2 a 0 até aos 40 minutos do segundo tempo, quando sofreu o 2 a 1, na tarde deste sábado, pela partida de ida das quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série C, porém, ainda tem a vantagem do empate.

Mesmo jogando fora de casa e apresentando um futebol aquém das expectativas, o Tupi contou com a expulsão de Zé Antônio para levar um bom resultado à Minas Gerais. O Galo precisa vencer pelo placar mínimo o jogo de volta, que acontecerá no próximo sábado, às 16h, no Estádio Municipal Juiz de Fora, para carimbar a classificação.

O Paysandu, por sua vez, deixou a boa vantagem escapar pelos dedos, mais poderá jogar por um empate para ficar com a vaga. Caso seja derrotado por 2 a 1, a partida será decidida nas penalidades máximas.

PAPÃO MELHOR!
Contando com o apoio de cerca de 30 mil torcedores no Estádio do Mangueirão, o Paysandu teve um leve domínio no primeiro tempo e foi para o ataque com a intenção de encaminhar o acesso à Série B do Brasileiro. A primeira boa chance do Papão aconteceu aos quatro minutos. Léo Salino avançou, foi derrubado pelo zagueiro do Tupi e a bola sobrou para Héverton. O pivô do “Caso Lusa” chutou de longe e mandou para a linha de fundo.

O Tupi equilibrava o jogo, mas não conseguiu passar pela marcação adversária. Enquanto isso, o Paysandu pressionava.Aos 29 minutos, Bruno Veiga cruzou para Ruan e Fabrício Soares antecipou e mandou para escanteio. Em seguida, o atacante ficou cara a cara com Rodrigo, que se jogou aos pés do jogador para salvar o Galo.

Aos 35 minutos, o Tupi resolveu aparecer ao ataque. Após cobrança de falta, Raphael Toledo completou, mas a zaga do Paysandu afastou a tempo. Depois foi a vez de Douglas fazer a defesa em chute de Élder Santos. Já pelo lado do Paysandu Charley aproveitou cruzamento de Yago Pikachu e mandou para fora, levando assim um 0 a 0 para o intervalo.

GOL DO TÍTULO, GALO?
O Paysandu novamente voltou melhor para segunda etapa. Após Douglas fazer a defesa em cobrança de falta de Toledo, o Papão foi para a blitz. Yago Pikachu soltou o pé, a bola bateu na mão de Fabrício Soares e o árbitro marcou penalidade máxima. Na cobrança, Augusto Recife chutou no meio do gol e mandou para o fundo das redes.

A resposta do Tupi veio aos 12 minutos. Lançamento na área do Paysandu, Wesley Ladeira subiu e testou firme para a grande defesa de Douglas. O lance animou o Papão, que subiu ao ataque e marcou o segundo. Aos 18,bela jogada pelo lado direito de campo, Ruanfoi até a linha de fundo e cruzou para Bruno Veiga, que só completou.

Em desvantagem no marcador, o Tupi foi para o tudo ou nada. Léo Condé mexeu no time e partiu para cima do Paysandu, mas as melhores chances continuavam sendo com Toledo em cobranças de faltas, porém, aos 25 minutos, Zé Antônio entrou duro em Douglas e recebeu o cartão vermelho.

A expulsão abriu o caminho para o Galo e o deu mais forças para diminuir o placar. Aos 40 minutos, a zaga do Paysandu cortou mal, após cobrança de escanteio, e a bola sobrou para Bruno Barros, que chutou para as redes, fazendo com que o Tupi saísse do Mangueirão com um grande resultado.

Ficha Técnica

Fase
Quartas-de-final
Rodada
1ª rodada
Data
18/10/2014
Horário
16h00
Local
Estádio Mangueirão - Belém (PA)
Árbitro
Rodrigo Batista Raposo (DF)

Renda
R$ 1.019.979,00
Assistentes
Marrubson Melo Freitas (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)

Público
27.879 pagantes
Cartões Amarelos
Paysandu-PA: Charles, Augusto Recife
Tupi-MG: Bruno Barros, Henrique, Genalvo

Cartões Vermelhos
Paysandu-PA: Zé Antônio
Gols
Paysandu-PA: Augusto Recife 5' 2T, Bruno Veiga 18' 2T
Tupi-MG: Bruno Barros 40' 2T
Paysandu-PA
Douglas;
Charles, Fernando Lombardi e Pablo;
Yago Pikachu, Augusto Recife (Marcos Paraná), Zé Antônio, Héverton (Ricardo Capanema) e Airton;
Ruan e Bruno Veiga (Djalma).
Técnico: Mazola Júnior
Tupi-MG
Rodrigo;
Henrique (Ademilson), Wesley Ladeira, Fabrício Soares e Raphael Toledo (Bruno Barros);
Genalvo, Léo Salino, Maguinho e Éwerton Maradona;
Chico e Élder Santana (Douglas).
Técnico: Léo Condé
 
 
" />