Brasil 2 x 1 Marília - Ex-invicto da Série C, virtualmente fora

por Agência Futebol Interior

Pelotas, RS, 26 (AFI) – O Marília está virtualmente eliminado do Campeonato Brasileiro da Série C. E deixa a competição de um jeito desconfortável, porque foi o último a perder a invencibilidade, neste domingo, ao perder para o Brasil, por 2 a 1, de virada, em Pelotas, no Rio Grande do Sul. O time gaúcho garantiu sua vaga na segunda fase, porque manteve a liderança do Grupo D, com 16 pontos.

O Marília caiu para terceiro lugar, com 12 pontos, um a menos do que o Caxias, que venceu fora de casa o Criciúma, por 1 a 0, chegando aos 13 pontos. Até então, o Marília estava invicto, com três vitórias e três empates. Mas perdeu quando não poderia. Na última rodada, o Marília vai receber o Criciúma, enquanto o Caxias também terá a vantagem de atuar em casa contra o eliminado Marcílio Dias. Ou seja, o MAC precisa vencer e torcer por um empate do Caxias, em casa.

Na última rodada, o Brasil vai folgar. E dá a volta por cima, depois de passar por uma tragédia no primeiro semestre, com um acidente com seu ônibus que matou três jogadores: Cláudio Milla, Régis e Giovane. O rebaixamento para a segunda divisão gaúcha foi inevitável e, agora, fica a esperança de chegar à Série B, em 2010.

Brasil começa bem
O time gaúcho começou melhor, embora suas melhores chances fossem em cobranças de escanteio. Mas quem abriu o placar numa jogada deste tipo foi o próprio Marília. Ricardinho cobrou escanteio na cabeça do zagueiro Renato Santos, que apareceu no primeiro pau, aos 29 minutos.

Mas de tanto insistir, o Brasil empatou. Aos 32 minutos, João Rodrigo cobrou escanteio, Ramos desviou de cabeça e Marcelo Régis apareceu para completar com os pés.

Expulsão no MAC
No começo do segundo tempo, aos seis minutos, o Marília ficou sem o atacante Ray, expulso por receber o segundo cartão amarelo em falta desnecessária.

A vantagem numérica em homens facilitou o trabalho do Brasil, que conseguiu seu gol aos 20 minutos. De novo, numa bola parada. Depois do escanteio, a defesa não aliviou e o atacante Cris, na tentativa de aliviar, mandou contra as suas próprias redes.

A expulsão de Diego Martins, também com segundo amarelo, deixou os dois times com 10 jogadores em campo. O Marília, a partir daí, tentou ir ao ataque, na base do desespero e da pressão. O Brasil se fechou bem e pouco permitiu ao visitante, garantindo a vitória reabilitadora.

Pelotense transmitiu para Marília
A Rádio Pelotense transmitiu em cadeia para as emissoras de Marília, tanto a Rádio Dirceu, como a Rádio Diário FM. E os jogadores do rubro-negro local atuaram com uma tarja preta em homenagem ao radialista Antônio Carrion, da Rádio Universidade, que morreu na última sexta-feira.

Ficha Técnica

Brasil 2 x 1 Marília

Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas - RS
Árbitro: Pablo dos Santos Alves - RJ
Cartões amarelos: Ray, Fernandinho e Cris (Márilia). Diego Martins, Cléber Goiano, João Paulo e Gleidson (Brasil)
Cartão vermelho: Ray (Marília) e Diego Martins (Brsil)
Gols: Renato Santos aos 29’/1T (Marília). Marcelo Régis, aos 32’/1T e Cris, contra, aos 20’/2T (Brasil)

Brasil
João Paulo; João Rodrigo, Cassel, Alex Martins e Galego; Diego Martins, Ramos, Cléber Gaúcho e Gleidson (Jair e Gilmar Baiano); Kito (Marquinho) e Marcelo Régis.
Técnico: Paulo Porto

Marília
Adinam; Marcus Vinícius (Mirandinha), Renato Santos e João Paulo; Rafael Mineiro, Rafinha (Michael), Paulinho Dias, Ricardinho (Mazinho) e Fernandinho; Cris e Ray.
Técnico: Leandro Campos