Guarani 1 x 1 Ponte Preta - Copo meio cheio ou meio vazio após o dérbi 198?

Matheus Peixoto abriu o marcador para a Macaca e Mateus Ludke deixou tudo igual para o Bugre

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 05 (AFI) - Copo meio cheio ou meio vazio? Guarani e Ponte Preta só empataram, por 1 a 1, nesta terça-feira, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela 33ª rodada, e desperdiçaram a chance de encostar no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro.

Matheus Peixoto abriu o marcador para a Macaca e Mateus Ludke deixou tudo igual para o Bugre. O empate deixou o Guarani na sexta colocação com 48 pontos, a três do G4. A Ponte Preta aparece na sétima posição com 47 pontos.

VEJA OS GOLS DO EMPATE NO DÉRBI


RÁDIO FI!
A Rádio Futebol Interior voltou a inovar e colocou duas equipes em duas plataformas diferentes. O jogo para a torcida do Guarani foi transmitido pelo Facebook. Já a partida para a torcida da Ponte Preta passou exclusivamente no Youtube Futebol Interior.

RETROSPECTO

No retrospecto geral, o Bugre leva uma ligeira vantagem sobre a Macaca: são 67 contra 65 vitórias. Além disso, outros 65 dérbis terminaram empatados e há um resultado desconhecido, realizado em março de 1912.

No primeiro turno da Série B do Brasileiro, o dérbi aconteceu no dia 6 de outubro do ano passado, no Moisés Lucarelli, e a Ponte Preta venceu o Guarani por 2 a 0. Os gols foram marcados por Dawhan e Luizão.

MILAGRE!
O dérbi 198 começou com tentativas dos dois lados. Guarani e Ponte Preta arriscaram de fora da área. Logo no primeiro minuto, o Bugre tentou com Bidu que soltou uma bomba e viu a bola passar perto. A resposta da Macaca veio aos 6 minutos em um petardo que assustou Ygor Vinhas.

O goleiro da Ponte Preta voltou a trabalhar e fez um milagre aos 11 minutos. Matheus Souza recebeu por trás da zaga e, de frente para Ygor Vinhas, bateu, mas o camisa 1 da Ponte evitou o gol com um milagre.

Dérbi 198 termina empatado. (Foto: Alvaro Junior / Ponte Preta)
Dérbi 198 termina empatado. (Foto: Alvaro Junior / Ponte Preta)

FIM DO JEJUM!
A Ponte Preta manteve a ideia de arriscar de fora da área. Aos 23 minutos, Camilo deu um jogo de corpo no defensor do Guarani e, do meio da rua, arriscou para grande defesa de Gabriel Mesquita.

Dois minutos depois, Matheus Peixoto recebeu de Bruno Rodrigues, levantou a cabeça deu uma chapa na bola para acabar com o jejum de três meses e dois dias.

Esse foi o quinto gol dele na Série B. Matheus Peixoto não marcava desde 3 de outubro, quando a Macaca apanhou do Juventude, por 3 a 1, no Majestoso, pela 13ª rodada.

CALMA, PROFESSOR!
Logo aos 5 minutos, Felipe Conceição exagerou na reclamação e recebeu seu terceiro cartão amarelo, ficando suspenso para a próxima rodada. Quando a bola voltou a rolar, o Guarani assustou. Aos 8 minutos, Bidu colocou na cabeça de Renanzinho que desviou e Ygor Vinhas fez boa defesa.

O Guarani gostou do jogo e empatou aos 14 minutos com a surpresa do dérbi. Camilo tentou sair jogando, mas errou e a bola ficou com o garoto Matheus Ludke. O lateral mandou um petardo e venceu Ygor Vinhas. Quatro minutos depois, o Guarani quase deu um gol para a Ponte Preta. Gabriel Mesquita chutou em cima de Neto Moura e a bola quase entrou.

A Ponte Preta acordou só aos 31 minutos. Bruno Rodrigues recebeu de Barreto que, após se livrar de Wálber, ficou na cara de Gabriel Mesquita, mas chutou pra fora. Aos 43 minutos, Wálber deu carrinho em Bruno Mesquita, que ia para o gol, e acabou expulso. O Guarani ficou com um jogador a menos até o apito final.

PRÓXIMOS JOGOS
Na 34ª rodada, o Guarani visitará o CRB na segunda-feira, às 20 horas, no Rei Pelé, em Maceió. No mesmo dia, mas às 17 horas, a Ponte Preta receberá o Cuiabá no Moisés Lucarelli, em Campinas.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
33ª rodada
Data
05/01/2021
Horário
19h15
Local
Brinco de Ouro - Campinas (SP)
Árbitro
Heber Roberto Lopes (SC)

Assistentes
Ivan Carlos Bohn (PR) e Éder Alexandre (SC)

Cartões Amarelos
Guarani-SP: Felipe Conceição
Ponte Preta-SP: Ygor Vinhas , João Veras, Neto Moura

Cartões Vermelhos
Guarani-SP: Wálber
Gols
Guarani-SP: Mateus Ludke 14' 2T
Ponte Preta-SP: Matheus Peixoto 25' 1T
Guarani-SP
Gabriel Mesquita;
Mateus Ludke, Wálber, Didi e Bidu (Eliel);
Bruno Silva (Deivid), Murilo Rangel e Lucas Crispim (Rickson);
Waguininho (Lucas Abreu), Renanzinho (Giovanny) e Matheus Souza.
Técnico: Felipe Conceição.
Ponte Preta-SP
Ygor Vinhas;
Apodi (Léo Pereira), Wellington Carvalho, Luizão e Guilherme Lazaroni;
Barreto, Vinícius Zanocelo (Dawhan) e Camilo (Neto Moura);
Bruno Rodrigues, Guilherme Pato (Yuri) e Matheus Peixoto (João Veras).
Técnico: Fabinho Moreno.