Náutico 2 x 0 Guarani - Bugre tropeça e perde chance de encostar no G4

Por sua vez, o Timbu ganhou a primeira com Hélio dos Anjos, mas continua na zona de rebaixamento

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 01 (AFI) - O Guarani não fez uma boa exibição na noite desta terça-feira em Recife e perdeu a chance de encostar no G4 do Campeonato Brasileiro da Série B ao ser derrotado pelo Náutico, por 2 a 0, nos Aflitos, pela 25ª rodada.

O tropeço encerra uma sequência de cinco jogos sem vitória e faz o Guarani estacionar nos 34 pontos, na décima colocação. Já o Náutico ganhou a primeira sob o comando de Hélio dos Anjos, mas continua na zona de rebaixamento, em 17º lugar, com 24.

RÁDIO FI AO VIVO

Como sempre acontece a Rádio Futebol Interior – Rádio FI – acompanhou de perto as emoções deste compromisso do Guarani na Série B do Brasileiro.

A narração foi de Gustavo Marques, reportagens de Albert Cavalcante e comentários de Tiago Caetano. Participação especial do ‘professor’ Daniel Rinaldi e comando geral de Placar FI com o eclético Claudinei Corsi.

Foram quase 18 mil ouvintes na WEB, com sucesso também no Facebook: 25 mil pessoas alcançadas, três mil engajamentos e 12 mil visualizações.


LANCE POLÊMICO E GOL DO TIMBU
O Náutico começou a partida com tudo e criou três boas oportunidades antes dos cinco minutos. Jean Carlos invadiu a área e chutou em cima de Gabriel Mesquita. No rebote, com o gol aberto, Erick furou a finalização.

Na sequência, Romércio furou e a bola sobrou para Kieza mandar pela linha de fundo. Depois foi a vez de Jean Carlos assustar em cobrança de falta. A resposta do Guarani veio aos 15 minutos. Após boa troca de passes, Pablo invadiu a área e foi derrubado por Djavan, mas o árbitro nada marcou.

Guarani não conseguiu furar a marcação do Náutico (Foto: Caio Falcao/CNC)
Guarani não conseguiu furar a marcação do Náutico (Foto: Caio Falcao/CNC)

Aos 18, o Náutico abriu o placar nos Aflitos. Bryan escapou da marcação de Bruno Silva, invadiu a área e bateu rasteiro no canto de Gabriel Mesquita. A partida era aberta e Jean Carlos quase ampliou em chute de longa distância.

BUGRE MELHORA

Logo depois, Pablo puxou para o meio e exigiu boa defesa de Anderson. Aos poucos o Guarani foi começando a dominar as ações, mas faltava acertar o último passe. Aos 40, Murilo Rangel soltou a bomba e a bola passou rente a trave.

Ainda antes do intervalo, o Náutico assustou em chute de Jean Carlos por cima do travessão. Aos 46, Lucas Crispim cruzou rasteiro, Anderson rebateu para o meio da área e a zaga alvirrubra tirou na sequência.

FECHOU O CAIXÃO
O Guarani manteve a pressão em cima do Náutico na volta para o segundo tempo e ia levando perigo em cruzamentos para a área. Por sua vez, o time pernambucano não conseguia ficar com a bola no pé e praticamente não passava do meio de campo.

Kieza fechou o placar com um golaço (Foto: Caio Falcão/CNC)
Kieza fechou o placar com um golaço (Foto: Caio Falcão/CNC)

Quando parecia que o Bugre estava perto do empate, o Náutico ampliou aso 23 minutos com um golaço de Kieza. O atacante arrancou da sua área após sobra de escanteio, passou pelo goleiro Gabriel Mesquita, enganou Cristovam e bateu para o gol aberto.

Aos 33, Rickson cruzou rasteiro e Rafael Costa bateu de primeira na rede pelo lado de fora. A resposta do Náutico veio com Kieza em finalização por cima. Depois disso, a partida ficou concentrada no meio-campo e Ruy perdeu uma chance incrível já nos acréscimos.

PRÓXIMOS JOGOS

O Náutico volta a campo no domingo, contra o Figueirense, às 16 horas, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Na sexta-feira, o Guarani enfrenta o Oeste, também às 16 horas, na Arena Barueri, em Barueri. Os jogos são válidos pela 26ª rodada.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
25ª rodada
Data
01/12/2020
Horário
19h15
Local
Aflitos - Recife (PE)
Árbitro
Francisco Carlos Nascimento (AL)

Assistentes
Esdras Mariano de Lima (AL) e Ruan Luiz de Barros (AL)

Cartões Amarelos
Náutico-PE: Djavan, Camutanga, Ruy
Guarani-SP: Bruno Sávio, Júnior Todinho

Gols
Náutico-PE: Bryan 18' 1T, Kieza 23' 2T
Náutico-PE
Anderson;
Hereda, Camutanga, Ronaldo Alves (Rafael Ribeiro) e Kevyn;
Rhaldney, Djavan (Matheus Trindade), Bryan (Dadá Belmonte), Jean Carlos (Ruy) e Erick (Jorge Henrique);
Kieza.
Técnico: Hélio dos Anjos
Guarani-SP
Gabriel Mesquita;
Cristovam, Romércio, Wálber e Bidu;
Bruno Silva (Marcelo), Lucas Crispim e Murilo Rangel (Arthur Rezende);
Pablo, Junior Todinho (Rickson) e Bruno Sávio (Rafael Costa).
Técnico: Felipe Conceição