Brasil de Pelotas 2 x 1 CRB - Xavante é valente e deixa para trás o Z4 da Série B

Agora soma 29 pontos e permanece na 14.ª posição, enquanto o CRB continua com 32 pontos em nono lugar

por Agência Futebol Interior

Pelotas, RS, 24 (AFI) - O Brasil de Pelotas conquistou uma importante vitória na sua luta para se afastar da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta terça-feira à noite, no estádio Bento de Freitas, em Pelotas (RS), venceu do CRB por 2 a 1, pela 23.ª rodada. Com isso ganhou fôlego para fugir da rabeira e segurou o adversário que briga para encostar no G4 – zona de acesso.

O time gaúcho vinha de um empate e uma derrota para o lanterna Oeste, por 2 a 1. Agora soma 29 pontos e permanece na 14.ª posição, porém, mais longe dos times ameaçados que estão com 20 pontos. O CRB vinha de vitória sobre o Náutico, mas continua com 32 pontos, em nono lugar, dois atrás do rival CSA, com 34, e em oitavo lugar.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS

COMEÇO EQUILIBRADO
O primeiro tempo começou bastante equilibrado. Mesmo sem muita técnica, o Brasil foi o time que teve mais volume de jogo e também criou, nos minutos finais, as principais chances para balançar as redes.

O CRB, muito tímido, não teve nenhuma chance no ataque. A bola simplesmente não chegou aos atacantes.

Aos 30 minutos, Pablo arriscou de longe, com chute forte e Victor Souza faz boa defesa. Dois minutos depois, Jarro desceu pelo lado esquerdo e chutou cruzado, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Brasil vibrou muito com vitória. Foto: Carlos Insaurriaga
Brasil vibrou muito com vitória. Foto: Carlos Insaurriaga

FOGO AMIGO NA TRAVE
A melhor chance saiu aos 41 minutos, numa lance de ‘fogo amigo’. Pelo lado direito, Rodrigo cobrou falta no alto e no segundo pau, na tentativa de aliviar, Wesley chutou contra seu próprio gol. Para sorte dele e do CRB a bola bateu na parte baixa da trave direita e saiu para escanteio.

O CRB começou o segundo tempo mais adiantado, dando a impressão de que iria dar trabalho. Mas sofreu o gol aos cinco minutos. Matheus Oliveira cobrou falta do lado esquerdo em direção à pequena área.

A bola subiu e fez a curva, além disso contou com a ajuda do goleiro Victor Souza. Ele tentou encaixar a bola e deu rebote nos pés do zagueiro Héverton que bateu de primeira para as redes. Ele não marcava um gol há dois anos e oito meses.

DEDO MACHUCADO?
Como justificativa pela falha, o goleiro pediu atendimento alegando ter machucado um dos dedos da mão. Mas não ’colou’, porque falhou feio no lance.

O CRB demorou para tentar o empate e ainda cedeu espaços para os contragolpes do Brasil que ampliou o placar aos 24 minutos. Bruno José avançou pelo lado direito e cruzou rasteiro para, na pequena área, Jarro pedroso apenas completar de chapa com o pé esquerdo.

Héverton marcou primeiro gol do Brasil. Foto: Carlos Insaurriaga
Héverton marcou primeiro gol do Brasil. Foto: Carlos Insaurriaga

MUDANÇAS POSITIVAS
Este segundo gol desanimou o time alagoano, que voltou a melhorar após as mudanças do técnico Ramon Menezes para deixar o time alagoano ofensivo. Tanto que Bill, um dos que entrou, diminuiu o placar aos 32 minutos. Dominou o passe com categoria e bateu cruzado.

O gol deu ânimo ao CRB que se atirou todo ao ataque. Aos 35 minutos, Iago quase empatou após bate e rebate dentro da área e finalizar forte. Mas o goleiro Rafael Martins fez grande defesa e garantiu a vantagem.

PRÓXIMOS JOGOS
No final de semana, pela 24.ª rodada, o Brasil vai enfrentar o Sampaio Corrêa, em São Luis (MA), sexta-feira às 19h15. No sábado, o CRB fará outro jogo fora de casa, desta vez diante do Vitória, às 18h15, em Salvador (BA).

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
23ª rodada
Data
24/11/2020
Horário
21h30
Local
Bento de Freitas - Pelotas (RS)
Árbitro
Leo Simão Holanda (CE)

Assistentes
Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE) e Eleutério Felipe Marques Junior (CE)

Gols
Brasil-RS: Heverton 5' 2T, Jarro Pedroso 24' 2T
CRB-AL: Bill 32' 2T
Brasil-RS
Rafael Martins;
Felipe Albuquerque, Heverton, Leandro Camilo e Alex Ruan;
Wellington Simião, Bruno Matias e Matheus Oliveira;
Jarro, Bruno José e Dellatorre.
Técnico: Cláudio Tencati
CRB-AL
Victor Souza;
Reginaldo, Gum, Xandão e Igor;
Claudinei, Wesley e Diego Torres;
Hyuri (Iago), Luidy e Pablo Dyego.
Técnico: Ramon Menezes