Série B: Náutico e Ponte Preta jogam precisando desempatar retrospecto

Rivais desde 1980, Timbu e Macaca se enfrentaram 21 vezes, com histórico equilibradissimo

por Luiz Carlos Éden

Sorocaba, SP, 12 (AFI) - Com objetivos opostos, Náutico e Ponte Preta se enfrentam, na noite desta segunda-feira, feriado de Nossa Senhora Aparecida, às 20 horas (horário de Brasília), no Estádio dos Aflitos, em Recife (PE), jogo que abre a 16ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O Alvirrubro pernambucano luta para se distanciar do Z4. O Timbu, que não vence há cinco jogos, aparece na 14ª posição, com 15 pontos, apenas um ponto de vantagem sobre o Figueirense, que abre a zona do rebaixamento.

O time paulista, por sua vez, tenta se manter na zona de acesso à primeira divisão. A Alvinegra de Campinas ocupa o quarto lugar, com 24 pontos, apenas um a mais que o Juventude, primeiro fora do G4.

Ponte Preta tentará a recuperação. (Foto: Álvaro Jr. / Ponte Preta)
Ponte Preta tentará a recuperação. (Foto: Álvaro Jr. / Ponte Preta)
Na rodada passada, as duas equipes jogaram fora de casa. O Náutico foi derrotado pelo América-MG por 2 a 0, na Arena Independência, em Belo Horizonte (MG), enquanto que a Macaca perdeu para o líder Cuiabá por 2 a 1, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

RETROSPECTO!
Rivais desde 1980, Náutico e Ponte Preta já se enfrentaram em 21 oportunidades, com histórico equilibradíssimo. São sete vitórias para cada lado e sete empates. A Macaca leva pequena vantagem em gols assinalados; 30 contra 29 gols do time pernambucano.

No último encontro, em 2018, com gol de Júnior Timbó, aos 37 minutos do segundo tempo, o Náutico venceu a Ponte Preta por 1 a 0, na Arena Pernambuco, em em São Lourenço da Mata (PE), jogo da volta da quarta fase da Copa do Brasil, mas como havia vencido por 3 a 0, gols de Orinho, Felipe Saraiva e Júnior Santos, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), a Macaca foi quem embolsou R$ 2,4 milhões e avançou às oitavas de final.