Chapecoense x Vitória - Liderança da Série B na mira: vai flechar?

Para assumir a ponta, o clube catarinense terá que vencer por dois ou mais gols de diferença

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 16 (AFI) - Que o Vitória perdoe a Chapecoense, mas o clube catarinense já mirou a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro e só falta flechar neste sábado, às 16 horas, na Arena Condá, em Chapecó, pela 16ª rodada.

A Chapecoense tem só duas derrotas como mandante em 2020, ambas pelo Campeonato Catarinense. A última foi no longínquo 2 de fevereiro contra o Brusque (1 a 0). De lá para cá foram nove vitórias e dois empates.

CLASSIFICAÇÃO!
Como se isso não bastasse, a Chapecoense, depois de ter batido o CRB por 1 a 0, chegou ao nono jogo sem derrota - cinco triunfos e quatro empates. A sequência positiva deixou a Chapecoense na vice-liderança com 29 pontos, três a menos do que o Cuiabá. Para assumir a ponta, o clube catarinense terá que vencer por dois ou mais gols de diferença.

O Vitória, por outro lado, vive momento oposto. Derrotado em seus últimos dois jogos, sendo o último por 2 a 1 para o Avaí na estreia do técnico Eduardo Barroca, e sem vencer há quatro, o clube baiano parou nos 18 pontos.

Respeito ao rival de sábado. (Foto: Letícia Martins / Vitória)
Respeito ao rival de sábado. (Foto: Letícia Martins / Vitória)
"Primeiro ter ciência que a gente vai enfrentar, proporcionalmente, a melhor equipe da competição. (...) Sem sombra de dúvidas, posso falar que a equipe da Chapecoense, coletivamente, se não é a mais forte está entre as duas mais fortes. (...) A gente está indo sabendo das dificuldades que vamos enfrentar", disse Eduardo Barroca, técnico do Vitória.

SEM PERDER O FOCO!
"Série B é parelha, todo detalhe faz diferença. Os jogadores sabem que é necessário evolução. É o trabalho que vai melhorar nosso índice", disse o técnico Umberto Louzer.

Para o duelo de sábado, o treinador terá a volta do atacante Aylon que cumpriu suspensão na rodada passada. Ele entrará o lugar de Felipe Garcia. Na lateral direita, Anderson Leite sentiu lesão e será substituído por Hiago.

Já na esquerda, Busanello segue como titular, uma vez que Alan Ruschel ainda cumpre quarentena por conta da Covid-19. Denner ainda dará lugar a Vini Locatelli no meio-campo.

Pra cima e pela liderança. (Foto: Márcio Cunha / Chapecoense)
Pra cima e pela liderança. (Foto: Márcio Cunha / Chapecoense)
REVERTER A SITUAÇÃO!

"Tem que tirar de dentro a nossa vontade de reverter a nossa situação adversa o mais rápido possível para que a gente termine o primeiro turno pontuando o máximo que puder para que tenha clareza grande da virada pro segundo turno do que efetivamente a gente vai precisar para montar as metas e fazer um campeonato de recuperação", analisou Barroca.

O treinador do clube baiano não poderá contar com o lateral-direito Van. Mesmo recuperado de lesão e tendo participado dos últimos treinos, ele segue fora. Outro desfalque será o meio-campista Fernando Neto. Com dor na coxa esquerda, ele dará vaga ao volante Lucas Cândido que está de volta recuperado de um desconforto no tornozelo.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
16ª rodada
Data
17/10/2020
Horário
16h00
Local
Arena Condá - Chapecó (SC)
Árbitro
Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)

Assistentes
Diogo Carvalho Silva (RJ) e Daniel de Oliveira Alves Pereira (RJ)

Cartões Amarelos
Chapecoense-SC: Anselmo Ramon, Busanello
Vitória-BA: Mauricio Ramos

Gols
Chapecoense-SC: Paulinho Moccelin 23' 1T
Vitória-BA: Thiago Carleto 16' 2T
Chapecoense-SC
João Ricardo;
Guedes, Joilson, Luiz Otávio e Busanello;
Willian Oliveira, Evandro (Lima) e Aylon (Vini Locatelli);
Paulinho Moccelin (Régis), Anselmo Ramon e Felipe Garcia (Lucas Tocantins).
Técnico: Umberto Louzer
Vitória-BA
Ronaldo;
Leandro Silva, João Victor, Maurício Ramos e Thiago Carleto;
Guilherme Rend (Gabriel Furtado), Marcelinho (Juninho Quixadá), Gerson Magrão (Lucas Cândido) e Alisson Farias (Rafael Carioca);
Ewandro (Vico) e Léo Ceará.
Técnico: Eduardo Barroca