Vitória 3 x 1 Oeste - Baianos seguem invictos em casa e perto do G-4 da Série B

Rubro-negro baiano tem 17 pontos em sexto lugar, contra apenas seis pontos do Oeste, que continua na lanterninha

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 26 (AFI) - O Vitória conseguiu a virada em cima do Oeste, por 3 a 1, neste sábado à tarde no Barradão em Salvador (BA) pela 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Invicto em casa, o time baiano atingiu os 17 pontos, em sexto lugar, bem perto dos times do G-4 – zona de classificação. De outro lado, o Oeste continua na lanterna com apenas seis pontos.

VEJA OS GOLS NO BARRADÃO

OESTE MELHOR
Apesar da disposição do Vitória em manter sua alta performance em casa, o time mais eficiente no primeiro tempo foi o Oeste. O time paulista abriu o placar logo aos três minutos, quando Mazinho desceu pelo lado direito e, na linha de fundo, fez o levantamento na direção da pequena área. O experiente Bobô subiu mais do que a defesa e desviou de cabeça para as redes.

Demorou para os baianos recuperarem a tranquilidade, apesar dos pedidos do técnico Bruno Pivetti no momento da parada técnica por causa do valor. O Oeste continuou melhor e criou mais duas grandes chances para ampliar o placar.

Vitoria soube virar em cima do Oeste. Foto: Letícia Martins - ECV
Vitoria soube virar em cima do Oeste. Foto: Letícia Martins - ECV

MAIS CHANCES
Aos 31 minutos, num contra-ataque, Mazinho desceu pelo lado esquerdo, mas errou o chute ao mandar a bola por cima do travessão.

Aos 36 minutos o gol não saiu por causa da grande defesa de Ronaldo, que caiu do lado direito e espalmou em cima da linha a cabeçada de Sidimar que aproveitou bem a falta cobrada por Mazinho.

REAÇÃO NO FINAL
Só nos últimos minutos o Vitória acordou. Aos 44 minutos, Vico chutou cruzado e o goleiro Glauco saltou para espalmar. Mesmo sem jogar bem, o time baiano empatou aos 50 minutos.

Thiago Carleto cobrou falta da intermediária, porém, com muita força. Glauco rebateu para frente e Léo Ceará cabeceou de primeira no contrapé do goleiro.

Oeste abriu o placar, mas levou a virada no segundo tempo
Oeste abriu o placar, mas levou a virada no segundo tempo

LANCE ANTOLÓGICO
O segundo tempo começou com um lance incrível de Betinho aos dois minutos. Ele estava um passo atrás da linha divisória do campo e percebeu Ronaldo adiantado. O chute saiu alto e forte e estava na direção do gol.

O goleiro baiano ainda se recuperou, deu um leve toque na bola que tocou no travessão e saiu. Seria um gol antológico, perseguido por Pelé durante toda a sua carreira.

DIFICULDADES E GOLS
O Vitória seguiu com dificuldades para superar o bloqueio defensivo do Oeste. Restava as faltas cobradas por Thiago Carleto de longe, com muita força. Aos 18 minutos a bola quicou duas vezes na frente de Glauco que defendeu em dois tempos.

Vitória e Oeste fizeram bom jogo no Barradão
Vitória e Oeste fizeram bom jogo no Barradão

Mas o time baiano virou o placar aos 21 minutos, quando Ewandro fez um belo passe para Léo Ceará entre os zagueiros. O atacante só deu um toque por cima do goleiro e saiu para comemorar.

FECHOU O CAIXÃO
Cansado, o Oeste não esboçou reação e ainda levou o terceiro gol aos 33 minutos. Ewandro fez belo jogada individual pelo lado direito da área e levantou para o outro lado. João Victor cabeceou no travessão, mas a bola caiu dentro do gol.

JOGOS NA TERÇA-FEIRA
Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira à noite pela 12.ª rodada. O Vitória, de novo, vai jogar no Barradão, desta vez diante do CSA a partir das 19h15. O Oeste vai fazer o duelo paulista com o Botafogo, na Arena Barueri, a partir das 20h30.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
11ª rodada
Data
26/09/2020
Horário
16h30
Local
Barradão - Salvador (BA)
Árbitro
Fábio Augusto Santos Sá Júnior (SE)

Assistentes
Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Rodrigo Guimarães Pereira (SE)

Cartões Amarelos
Oeste-SP: Éder Sciola , Marlon

Gols
Vitória-BA: Léo Ceará 50' 1T, Léo Ceará 21' 2T, João Victor 33' 2T
Oeste-SP: Bobô 3' 1T
Vitória-BA
Ronaldo;
Jonathan Bocão (Leandro Silva), João Victor, Wallace e Thiago Carleto; Guilherme Rend, Lucas Cândido (Fernando Neto) e Marcelinho (Dudu); Vico (Ewandro), Léo Ceará e Alisson Farias (Mateusinho).
Técnico: Bruno Pivetti
Oeste-SP
Glauco;
Éder Sciola (Matheus Rocha), Renan Fonseca, Sidimar e Rael;
Betinho, Yuri, Mazinho (Kauã) e Gustavo Salomão (Welliton);
Marlon (Tite) e Bobô (Bruno Alves).
Técnico: Renan Freitas