Náutico 3 x 1 Botafogo-SP - Golaços faz Timbu respirar contra a degola

A vitória alvirrubra foi construída ainda no primeiro tempo com três bonitos gols de fora da área

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 12 (AFI) - Com três golaços de fora da área - todos no primeiro tempo -, o Náutico se reabilitou com uma importante vitória por 3 a 1 no confronto direto contra o Botafogo, no Estádio dos Aflitos, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

A vitória depois de ter perdido para o Brasil de Pelotas, por 2 a 1, faz o Náutico respirar contra o rebaixamento, subindo para o décimo lugar, com 13 pontos. Sem ganhar há cinco rodadas, o Botafogo estacionou nos oito e é o 14º colocado.

SÓ GOLAÇO

A aposta no contra-ataque quase deu certo para o Botafogo logo aos sete minutos. Ronald escapou em velocidade e finalizou para boa defesa de Jefferson. O Náutico, porém, foi quem abriu o placar nos Aflitos aos 21.

Jean Carlos cobrou falta curta para Erick, que saiu da marcação de Rafinha e soltou uma bomba. Darley foi enganado pela curva e não conseguiu fazer a defesa. Pouco depois, Rafinha bateu de primeira e Jefferson segurou sem dar rebote. Quase o empate para o Botafogo.

Jean Carlos comemora o segundo gol do Náutico (Foto: Caio Falcão/CNC)
Jean Carlos comemora o segundo gol do Náutico (Foto: Caio Falcão/CNC)
Aos 34, Jean Carlos recebeu de Jhonnatan e bateu colocado. A bola ainda tocou no travessão antes de entrar. O Botafogo quase diminuiu com Victor Bolt e Wellington Tanque, mas ambos pararam em Jefferson. No último lance antes do intervalo, Rhaldney soltou uma bomba de fora da área e fez o terceiro do Timbu.

GOL DE HONRA
Logo no início do segundo tempo, Rafinha recebeu lançamento e bateu por cima de Jefferson. A bola explodiu no travessão. O Náutico diminuiu bastante o ritmo e passou a ser dominado pelo Botafogo, que não conseguia acertar o pé.

Rafinha chegou a acertar, mas Jefferson foi buscar e espalmou para escanteio. Aos 37 minutos, Dodô arriscou de fora da área e a bola passou tirando tinta da trave. Na sequência, Wagninho derrubou Guilherme Romão dentro da área e o árbitro assinalou pênalti.

Wellington Tanque cobrou bem e fez o gol de honra para o Botafogo. Aos 44, Ferreira quase marcou o segundo em chute de primeira.

PRÓXIMOS JOGOS
O Náutico volta a campo na próxima sexta-feira, contra a Chapecoense, às 21h30, novamente nos Aflitos, em Recife. Três dias depois, na segunda-feira, o Botafogo recebe o Brasil de Pelotas, às 20 horas, no Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Os jogos são válidos pela décima rodada.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
9ª rodada
Data
12/09/2020
Horário
19h00
Local
Aflitos - Recife (PE)
Árbitro
Paulo César Zanovelli (MG)

Assistentes
Ricardo Junio de Souza (MG) e Marcos Vinícius Gomes (MG)

Cartões Amarelos
Náutico-PE: Paiva, Erick
Botafogo-SP: Gilson, Victor Bolt, Elicarlos, Ferreira

Gols
Náutico-PE: Erick 21' 1T, Jean Carlos 36' 1T, Rhaldney 49' 1T
Botafogo-SP: Wellington Tanque 43' 2T
Náutico-PE
Jefferson;
Hereda, Rafael Ribeiro, Fernando Lombardi e Willian Simões;
Rhaldney (Djavan), Jhonnatan (Josa), Jean Carlos (Dadá) e Jorge Henrique;
Erick (Wagninho) e Paiva (Salatiel).
Técnico: Gilson Kleina
Botafogo-SP
Darley;
Jeferson, Robson, Jordan e Gilson (Guilherme Romão);
Victor Bolt (Ferreira), Elicarlos (Naldo) e Matheus Anjos (Dodô);
Ronald, Wellington Tanque e Rafinha.
Técnico: Claudinei Oliveira