Dérbi 195: GM tenta coibir ação irregular de ambulantes e entra em choque com torcida

Vender bebidas no perímetro reservado é proibido e com a ação dos policiais houve a revolta de um grupo de torcedores

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 9 (AFI) - A confusão rolou solta neste sábado nos arredores do estádio Brinco de Ouro mesmo com a definição de 'torcida única' para o Dérbi 195. O primeiro confronto foi registrado ainda no período da manhã, envolvendo torcedores e a Guarda Municipal (GM).

O comandante da GM, Márcio Frezarin, pedia para seus homens que retirassem ambulantes vendendo bebidas alcoólicas perto do estádio, dentro do período de isolamento preparado para a segurança do espetáculo.

Concentração da torcida antes do Dérbi 195. Foto: Washington Mello
Concentração da torcida antes do Dérbi 195. Foto: Washington Mello
Vender bebidas no perímetro reservado é proibido e com a ação dos policiais houve a revolta de um grupo de torcedores. Estes estouraram rojões a direção da GM e um policial acabou sendo atingido.

Alguns vândalos também quebraram pontos de ônibus perto do estádio na Avenida Guarani. A GM pediu reforço da Polícia Militar para conter a ação.