Cuiabá 1 x 2 Vila Nova - Tigre se despede da Série B com vitória

O time goiano não vencia há quase dois meses e encerrou o jejum na última rodada do campeonato

por Agência Futebol Interior

Cuiabá, MT, 30 (AFI) - Em um jogo que não valia nada pela última rodada do Brasileiro da Série B, o Vila Nova conseguiu acabar com um jejum de dois meses ao ganhar do Cuiabá, por 2 a 1, na Arena Pantanal.

Sem vencer desde o dia 1 de outubro - 12 partidas -, o Vila Nova terminou como lanterna do campeonato, com os mesmos 39 pontos de Criciúma, São Bento e Londrina, mas atrás no número de vitórias. Já o Cuiabá ficou em oitavo lugar, com 52.

Vila Nova ganhou do Cuiabá na Arena Pantanal (Foto: Ascomm Cuiabá)
Vila Nova ganhou do Cuiabá na Arena Pantanal (Foto: Ascomm Cuiabá)
O JOGO

A eficiência fez a diferença no primeiro tempo na Arena Pantanal. Diante de um adversário todo remendado, o Cuiabá pressionou e criou inúmeras chances, mas quem marcou foi o Vila Nova. Aos 12 minutos, Erick levantou para a área, Elivelton ajeitou de cabeça e Bruno Mezenga completou.

O Cuiabá seguiu em cima do Vila Nova na volta do intervalo e só conseguiu o empate aos 25 minutos, quando o árbitro assinalou pênalti de Jeferson. Moisés deslocou Clériston e deixou tudo igual na Arena Pantanal.

Quando parecia que o jogo terminaria empatado, o experiente Elias recebeu passe de Robinho e bateu colocado para dar a vitória ao Vila Nova.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
38ª rodada
Data
30/11/2019
Horário
16h30
Local
Arena Pantanal - Cuiabá (MT)
Árbitro
Felipe Gomes da Silva (PR)

Assistentes
Luiz H Souza Santos Renesto (PR) e Joao Fabio Machado Brischiliari (PR)

Cartões Amarelos
Cuiabá-MT: Gutierrez
Vila Nova-GO: Ramon, Elias, Felipe Rodrigues, Cleriston

Gols
Cuiabá-MT: Moisés 27' 2T
Vila Nova-GO: Bruno Mezenga 12' 1T, Elias 36' 2T
Cuiabá-MT
Victor Souza;
Léo, Ednei, Anderson Conceição e Paulinho;
Djavan (Escudero depois Gutierrez), Moisés e Renan Bressan;
Felipe Marques, Jefinho (Josiel) e Lucas Braga.
Técnico: Marcelo Chamusca
Vila Nova-GO
Cleriston;
Felipe Rodrigues, Diego Jussani, Patrick Marcelino e Elivelton (Sávio);
Ramon, Joseph e Elias;
Erick, Gustavo Henrique (Robinho) e Bruno Mezenga.
Técnico: Itamar Schülle