Botafogo 0 x 1 Coritiba - Coxa "mata" concorrente direto e se garante no G4

O único gol da partida foi marcado por Rodrigão, que chegou aos 13 e é o vice-artilheiro da Série B

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 01 (AFI) - Com um gol marcado pelo artilheiro Rodrigão ainda no início do primeiro tempo, o Coritiba se garantiu no G4 do Campeonato Brasileiro da Série B ao vencer o confronto direto diante do Botafogo, por 1 a 0, no Estádio Santa Cruz, pela 32ª rodada.

Invicto há sete jogos, o Coritiba encerrou uma sequência de três empates seguidos e chegou aos 52 pontos, não correndo o risco de deixar o G4. Por outro lado, o Botafogo perdeu mais uma e praticamente deu adeus a briga pelo acesso ao estacionar nos 44 pontos.
______________________________________________________________________________________________________

Juninho Fonseca
Juninho Fonseca
A partida foi transmitida pela Rádio Futebol Interior em cadeia com a Rede Fé, de Ribeirão Preto, com narração de Ronaldo Camargo, comentários de Juninho Fonseca, reportagens de Nando Medeiros e Ribeiro Júnior na ancoragem.

______________________________________________________________________________________________________

VEJA O GOL DA VITÓRIA, MARCADO POR RODRIGÃO !

COXA NA FRENTE
O jogo começou morno com os dois times se estudando, mas o Coritiba foi letal e abriu o placar na sua primeira jogada, aos 15 minutos. Em cobrança de falta ensaiada, Juan Alano cruzou e Rodrigão cabeceou para o gol. De cima para baixo.

O Coritiba recuou demais e começou a ser pressionado pelo Botafogo. Aos 33, Vinícius Freitas ganhou disputa dentro da área e soltou a bomba cruzado. Ninguém apareceu para completar. Na sequência, Alex Muralha recebeu cartão amarelo por fazer cêra.

Rodrigão chegou ao 13º gol na Série B (Foto: Coritiba)
Rodrigão chegou ao 13º gol na Série B (Foto: Coritiba)

Os tricolores presentes no Santa Cruz já começavam a perder a paciência com os erros de passe do time. Um fato curioso foi os dez minutos de acréscimos dados pelo árbitro ainda no primeiro tempo devido as inúmeras paralisações.

BOLAS NA TRAVE E NADA DE GOL
O Botafogo precisou de apenas três minutos no segundo tempo para fazer mais do que toda etapa inicial. Marlon Freitas recebeu dentro da área e finalizou rasteiro, mas a bola acertou a trave. Na sequência, Nadson bateu e Alex Muralha fez boa defesa.

A pressão tricolor continuava, enquanto o Coxa não conseguia passar do meio-campo. Aos 19, Murilo Henrique cobrou falta por cima da barreira e a bola explodiu no travessão de Alex Muralha. Felipe Saraiva cruzou rasteiro e Erick Luis chegou um pouco atrasado.

No último lance de perigo do jogo, aos 51 minutos, Nadson cobrou falta na marca do pênalti e Erick Luis bateu de primeira. A bola passou raspando a trave de Alex Muralha.

Após o jogo, os jogadores do Botafogo partiram para cima da arbitragem reclamando do tempo de acréscimo e o zagueiro Leandro Amaro, que sequer entrou, foi expulso.

PRÓXIMOS JOGOS
O Botafogo volta a campo na próxima terça-feira, contra o Oeste, às 19h15, na Arena Barueri, em Barueri, enquanto o Coritiba faz o confronto direto diante do Sport, na segunda-feira, às 20 horas, no Couto Pereira, em Curitiba. Os jogos são válidos pela 33ª rodada.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
32ª rodada
Data
01/11/2019
Horário
19h15
Local
Santa Cruz - Ribeirão Preto (SP)
Árbitro
Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Renda
R$ 25.685,00
Assistentes
Daniel de Oliveira Alves Pereira (RJ) e Thiago Gomes Magalhães (RJ)

Público
2.895 pagantes
Cartões Amarelos
Botafogo-SP: Didi
Coritiba-PR: Alex Muralha, Matheus Sales, Diogo Mateus, Nathan

Cartões Vermelhos
Botafogo-SP: Leandro Amaro
Gols
Coritiba-PR: Rodrigão 15' 1T
Botafogo-SP
Darley;
Lucas (Lucas Mendes), Didi, Luiz Otávio e Vinícius Freitas;
Higor Meritão (Nadson), Marlon Freitas (Erick Luis) e Willian Oliveira;
Felipe Saraiva, Bruno Moraes e Murilo Henrique.
Técnico: Hemerson Maria.
Coritiba-PR
Alex Muralha;
Diogo Mateus, Nathan Ribeiro, Sabino e William Matheus (Patrick Brey);
Matheus Sales, Serginho, Juan Alano, Giovanni (Rafael Lima) e Thiago Lopes;
Rodrigão (Igor Jesus).
Técnico: Jorginho.