Brasil de Pelotas 0 x 2 Coritiba - Coxa amplia invencibilidade e segue no G4

O time comandado por Jorginho corria o risco de deixar o grupo de acesso se tivesse tropeçado em Pelotas

por Agência Futebol Interior

Pelotas, RS, 12 (AFI) - O Coritiba não quis dar sopa para o azar e se garantiu no G4 do Campeonato Brasileiro da Série B ao ganhar do Brasil de Pelotas, por 2 a 0, na noite desta terça-feira, no Estádio Bento Freitas, pela 35ª rodada.

Invicto há dez jogos, o Coritiba chegou aos 57 pontos e retomou a terceira colocação, voltando a ficar dois na frente do quinto colocado América-MG. Praticamente livre do rebaixamento, o Brasil de Pelotas estacionou nos 43 e está na zona intermediária.

VEJA MELHORES MOMENTOS E GOLS !

COXA NA FRENTE
A partida começou morna no Bento Freits e a primeira chance de perigo foi criada apenas aos 15 minutos. Murilo Rangel arriscou de fora da área e Alex Muralha evitou o primeiro gol do Brasil de Pelotas. A resposta do Coritiba, no minuto seguinte, foi mortal.

Igor Jesus recebeu cruzamento rasteiro, fez o trabalho de pivô e ajeitou para Kelvin, que dominou e bateu no canto do goleiro do goleiro. Logo depois, Robson rolou e Kelvin finalizou colocado. A bola passou raspando a trave de Carlos Eduardo.

Kelvin comemora o primeiro do Coritiba (Foto: Site Oficial Coritiba)
Kelvin comemora o primeiro do Coritiba (Foto: Site Oficial Coritiba)

O Brasil não conseguia jogar e a derrota por um gol de diferença começava a ficar barata. Em um lance isolado, o empate xavante quase veio no finalzinho. Sabino saiu jogando errado, foi desarmado por Bruno Aguiar e a bola sobrou para Juba finalizar rente a trave.

FECHOU O CAIXÃO
Apostando no contra-ataque, o Coritiba quase ampliou com Kelvin, que recebeu cruzamento rasteiro de Igor Jesus e finalizou rente a trave. Aos 19 minutos, porém, não teve jeito. William Matheus cobrou escanteio dentro da pequena área e Igor Jesus não desperdiçou, de cabeça.

O Xavante sentiu o segundo gol e não conseguia levar perigo ao goleiro Alex Muralha. Além disso, dava espaços para o contra-ataque do Coritiba. Em um deles, Kelvin recebeu dentro da área, mas perdeu o ângulo ao driblar Carlos Eduardo.

Aos 31, Guilherme Queiroz fez boa jogada individual e finalizou com muito perigo. No lance seguinte, o goleiro xavante defendeu chute de Igor Jesus. Depois disso, o jogo ficou sonolento, com o Coritiba administrando a posse da bola, esperando o apito final do árbitro.

PRÓXIMOS JOGOS
O Brasil volta a campo no próximo domingo, contra o São Bento, às 16 horas, no Walter Ribeiro, em Sorocaba, enquanto o Coritiba recebe o Oeste, no sábado, às 16h30, no Couto Pereira, em Curitiba. Os jogos são válidos pela 36ª rodada.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
35ª rodada
Data
12/11/2019
Horário
19h15
Local
Bento Freitas - Pelotas (RS)
Árbitro
Raphael Claus (SP)

Renda
R$ 50.490,00
Assistentes
Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)

Público
2.690 pagantes (3.291 total)
Cartões Amarelos
Brasil-RS: Leandro Leite , Heverton , Eduardo Person
Coritiba-PR: Igor Jesus

Gols
Coritiba-PR: Kelvin 16' 1T, Igor Jesus 19' 2T
Brasil-RS
Carlos Eduardo;
Ednei, Bruno Aguiar, Heverton e William Formiga;
Leandro Leite, Eduardo Person e Pereira (Diogo Oliveira);
Murilo Rangel (Cristian), Juba (Douglas Baggio) e Guilherme Queiróz.
Técnico: Bolívar
Coritiba-PR
Alex Muralha;
Felipe Mattioni, Nathan Ribeiro, Sabino e William Matheus;
Matheus Sales, Serginho, Juan Alano (Thiago Lopes), Kelvin (Lucas Tocantins) e Robson (Fabiano);
Igor Jesus.
Técnico: Jorginho