Guarani 1 x 0 Sport - "Renegado" faz Bugre respirar contra a degola

Diego Cardoso não atuava há três meses e balançou as redes aos 49 minutos do segundo tempo

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 31 (AFI) - Um jogador que não atuava por opção técnica há mais de três meses praticamente livrou o Guarani do rebaixamento no Campeonato Brasileiro da Série B. Com gol de Diego Cardoso, o Bugre surpreendeu ao ganhar do Sport, por 1 a 0, no Brinco de Ouro da Princesa, pela 32ª rodada.

A vitória afasta o Guarani da zona de rebaixamento e o coloca na 13ª colocação, com 39 pontos, sete a mais que o Figueirense, que ainda joga na rodada. Já o Sport voltou a perder depois de oito jogos, mas ainda está em situação tranquila, na vice-liderança, com 56.

PRIMEIRO TEMPO

O Guarani começou a partida em cima do Sport e, depois de Davó assustar em chute colocado, quase abriu o placar aos seis. Diego Giaretta cabeceou e Lucas Polli fez a defesa no reflexo. No rebote, Marcelo desviou e Hernane Brocador tirou quase em cima da linha.

Aos poucos, o Sport conseguiu equilibrar as ações, mas mesmo assim o Guarani era quem criava os lances mais perigosos. Aos 26, Arthur Rezende cobrou falta e a bola explodiu no travessão. Depois, Davó quase abriu o placar em finalização por cima.

Na melhor oportunidade do Sport no primeiro tempo, Thallyson afastou mal e a bola sobrou para Sander dentro da área. O lateral dominou e bateu rasteiro pela linha de fundo.

SEGUNDO TEMPO

Os dois times voltaram sem alterações do intervalo e o Guarani deu a primeira finalização logo aos 30 segundos. Thallyson invadiu a área e bateu para fora. Na sequência, Arthur Rezende cobrou falta e a bola passou raspando a trave de Lucas Polli.

Jogadores do Guarani comemoram o gol da vitória
Jogadores do Guarani comemoram o gol da vitória
A resposta do Sport veio com Hyuri, mas Thallyson desviou para escanteio na hora da finalização. Aos seis, Charles cabeceou, Jefferson Paulino tocou com as pontas dos dedos e a bola ainda bateu na trave antes de ser afastada pela zaga bugrina.

O segundo tempo era muito movimentado. No minuto seguinte, Lenon chutou e Luan Polli espalmou para escanteio. Depois de início alucinante, a partida caiu de ritmo. Aos 35, Hyuri recebeu de Charles dentro da área e, na cara de Jefferson Paulino, isolou.

O castigo quase veio no lance seguinte. Após falta cobrada por Thallyson, a bola sobrou para Davó soltar o pé dentro da pequena área. Luan Polli fez uma defesa incrível. O Guarani cresceu após a entrada de Ricardinho no lugar do lesionado Marcelo.

E quando parecia que o jogo terminaria empatado, o Bugre marcou aos 49. Lenon aproveitou cruzamento para dentro da área e bateu cruzado. A bola caiu nos pés de Diego Cardoso, que dominou e estufou as redes de Luan Polli, fazendo a festa dos torcedores bugrinos.

PRÓXIMOS JOGOS

O Guarani volta a campo na próxima terça-feira, contra o Bragantino, às 21h30, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, enquanto o Sport encara o Coritiba, às 20 horas, na segunda-feira, no Couto Pereira, em Curitiba. Os jogos são válidos pela 33ª rodada.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
32ª rodada
Data
31/10/2019
Horário
19h15
Local
Brinco de Ouro - Campinas (SP)
Árbitro
Andrey da Silva E Silva (PA)

Renda
R$ 44.075,00
Assistentes
Helcio Araujo Neves (PA) e Marcio Gleidson Correia Dias (PA)

Público
3.329 pagantes
Cartões Amarelos
Guarani-SP: Lucas Crispim
Sport-PE: Leandrinho, Willian Farias

Gols
Guarani-SP: Diego Cardoso 49' 2T
Guarani-SP
Jefferson Paulino;
Lenon, Bruno Silva, Diego Giaretta e Thallyson;
Marcelo (Ricardinho), Rondinelly (Diego Cardoso), Arthur Rezende e Lucas Crispim;
Davó e Michel Douglas (Nando).
Técnico: Thiago Carpini.
Sport-PE
Luan Polli;
Norberto (Bruno Peres), Rafael Thyere, Éder e Sander;
Willian Farias, Charles e Leandrinho (Pedro Carmona);
Hyuri (Marquinho), Guilherme e Hernane.
Técnico: Guto Ferreira.