Botafogo-SP 4 x 1 Ponte Preta - Pantera atropela em confronto direto pelo G4

O time da casa assume a quarta colocação, mas ainda pode ser ultrapassado no complemento da rodada

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 05 (AFI) – O Botafogo-SP levou a melhor no confronto direto contra a Ponte Preta e venceu por 4 a 1 no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o time da casa subiu para 39 pontos, ocupando a quarta colocação. No entanto, Operário e Coritiba, que ainda jogam na rodada, podem retomar a posição dentro do G4.

A Ponte Preta, com 35 pontos, fica estacionada na décima colocação e perde a oportunidade de se aproximar ainda mais da briga pelo acesso.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS E OS GOLS !

RÁDIO FI LIGADA!
A partida contou com transmissão da Rádio Futebol Interior, em cadeia com a Rede Fé de Ribeirão Preto. A narração foi de Wilson Rocha, com reportagem de Nando Medeiros e ancoragem do muti-mídia Ribeiro Júnior.

O comentarista da torcida foi um velho conhecido da torcida da Ponte: o ex-zagueiro Juninho Fonseca. Zagueiro da Ponte Preta nos anos 1970/80, Juninho Fonseca disputou a Copa do Mundo de 1982 e também jogou em vários outros grandes times, como Corinthians, Vasco, Cruzeiro, entre outros.

Com um estilo próprio de analisar futebol, Juninho Fonseca tem se destacado no rádio e na televisão, onde atua na Rede Família.

"No primeiro tempo, o Botafogo chutou seis bolas e fez três gols. No segundo tempo, administrou a vantagem, sempre, desde o início, com a estratégia de contra-atacar" - resumiu Juninho, que não gostou do sistema defensiva pontepretano. Palavra de um especialista.

RESOLVIDO NO PRIMEIRO TEMPO
O Botafogo já começou a toda velocidade e, logo na primeira jogada de ataque, aos dois minutos de jogo, Marlon Freitas arrancou pelo meio e arriscou um belo chute cruzado para abrir o placar.

A Ponte tentou responder, mas aos 16 minutos sofreu o segundo em contra-ataque. O Botafogo trabalhou a bola rapidamente de pé em pé até chegar em Murilo Henrique, que bateu na saída do goleiro Ivan.

Ainda na primeira etapa, Roger puxou Marlon Freitas dentro da área e a árbitra Edina Alves Batista marcou pênalti. O próprio Marlon Freitas cobrou com categoria e marcou o terceiro do Botafogo.

VIROU GOLEADA
A Ponte Preta só respondeu na segunda etapa. Aos 21 minutos, Dadá fez bela jogada individual para cima de Lucas Mendes e também foi derrubado na área. Roger cobrou deslocando o goleiro e descontou.

No entanto, o Botafogo logo voltou a marcar. Quatro minutos mais tarde, Dodô invadiu a área pela direita e fez o quarto gol do time da casa, dando números finais à partida.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira, pela 27ª rodada da Série B. O Botafogo recebe o Figueirense em mais uma partida no Santa Cruz, enquanto a Ponte Preta joga contra o Londrina no Moisés Lucarelli, em Campinas.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
26ª rodada
Data
05/10/2019
Horário
11h00
Local
Santa Cruz - Ribeirão Preto (SP)
Árbitro
Edina Alves Batista (SP)

Renda
R$ 36.510,00.
Assistentes
Bruno Salgado Rizo (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Público
3.510 pessoas
Gols
Botafogo-SP: Marlon Freitas 2' 1T, Murilo Henrique 16' 1T, Marlon Freitas 48' 1T, Dodô 25' 2T
Ponte Preta-SP: Roger 21' 2T
Botafogo-SP
Darley;
Lucas Mendes, Luiz Otávio, Didi e Pará;
Pablo, Higor Meritão (Leonan), Marlon Freitas e Murilo Henrique (Nadson);
Júlio César (Dodô) e Bruno Moraes.
Técnico: Hemerson Maria.
Ponte Preta-SP
Ivan;
Arnaldo, Renan Fonseca, Reginaldo e Henrique Trevisan;
Edson, Lucas Mineiro (Camilo), Gerson Magrão e Renato Cajá (Bill);
Vico (Dadá) e Roger.
Técnico: Gilson Kleina.