Série B: Ferreira confessa ter feito pênalti em André Luis no dérbi

O lance aconteceu aos 30 minutos do segundo tempo, mas não foi marcado pelo árbitro

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 03 (AFI) - O empate sem gols no dérbi campineiro do dia 25 de agosto, no Moisés Lucarelli, foi um divisor de águas para Ponte Preta e Guarani. A Macaca não venceu mais desde então e passou a se preocupar com a zona de rebaixamento, enquanto o Bugre está na cola do G4. Tudo, porém, poderia ser diferente se o árbitro carioca Grazziani Maciel Rocha tivesse marcado pênalti de Ferreira em André Luis.

Aos 30 minutos do segundo tempo, o zagueiro bugrino derrubou o atacante pontepretano dentro da área e, mesmo o bandeirinha indo para a linha de fundo acreditando na marcação do pênalti, Grazziani assinalou apenas tiro de meta, gerando muita revolta dos alvinegros. Nesta terça-feira, quase um mês e meio depois, Ferreira admitiu ter cometido a falta dentro da área.

"No jogo, realmente achei que não tinha tocado no André Luis, achei que tinha tocado na bola. Aí depois eu vi o lance e realmente toquei no jogador. Não vou ser hipócrita de dizer que não foi pênalti. Foi pênalti. Mas fui abençoado por Deus naquele momento. Se ele desse aquele pênalti, poderia ser uma coisa muito ruim. Não vou dizer que foi bom, mas, se não deu o pênalti, então não foi. Fico feliz por isso", comentou Ferreira.

O zagueiro Ferreira admitiu ter cometido pênalti em André Luis no dérbi campineiro (Foto: Fabio Leoni/Ponte Press)
O zagueiro Ferreira admitiu ter cometido pênalti em André Luis no dérbi campineiro (Foto: Fabio Leoni/Ponte Press)
MAIS UMA CHANCE?

Desde que retornou ao Brinco de Ouro da Princesa, o zagueiro de 33 anos atuou apenas duas partidas pelo Guarani na Série B. A última, inclusive, foi no dérbi contra a Ponte Preta. Mas Ferreira vai ter mais uma oportunidade nesta sexta-feira, quando o Bugre enfrenta o São Bento, em Sorocaba, pela 30ª rodada.

Como recebeu o terceiro cartão amarelo no empate sem gols com o Vila Nova, em Goiânia, Philipe Maia vai cumprir suspensão automática nesta sexta-feira. Se depender dos treinos realizados até aqui, Ferreira será o companheiro de Fabrício em Sorocaba.

 
 
" />