Brasil-RS x Fortaleza - Tricolor tem chance de ampliar vantagem na ponta

Time cearense quer aproveitar topeço do Goiás para ficar ainda mais tranquilo na liderança

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 08 (AFI) - O Fortaleza pode ampliar ainda mais a vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro da Série B. Para isso, precisa vencer o Brasil de Pelotas em duelo marcado para as 20h30 desta sexta-feira, no Bento Freitas, em jogo válido pela 30ª rodada.

A rodada passada terminou com o Tricolor na ponta, com 53 pontos, quatro a mais que o segundo colocado Goiás e seis a mais que o terceiro CSA. Os dois adversários na briga pela liderança já jogaram pela 30ª rodada, na última terça-feira.

Os esmeraldinos empataram sem gols com o Londrina e chegaram aos 50 pontos, mesma pontuação do CSA, que venceu o Paysandu por 1 a 0. Ou seja, se o Fortaleza vencer, consegue abrir seis pontos dos dois.

O Brasil de Pelotas, por sua vez, é o 15º colocado, com 36 pontos,a três do CRB, primeiro time dentro da zona de rebaixamento. No primeiro turno, o Fortaleza venceu o Xavante por 2 a 0, em jogo válido 11ª rodada, no Castelão.

MISTÉRIO
O técnico Rogério Zimmermann não revelou o time que levará a campo contra o líder. É pouco provável, no entanto, que ele faça mudanças radicais após a vitória por 1 a 0 sobre a Ponte Preta. Uma das dúvidas é em relação ao posicionamento de Alex Ruan, que atuou na lateral esquerda contra os pontepretanos, mas também vem sem utilizado no meio de campo.

“Eu sempre joguei na lateral, toda a minha a carreira na lateral esquerda, me sinto bem ali. Estou trabalhando em uma posição diferente, onde eu fiz a mesma função em outro clube com o Rogério. E onde ele optar por mim, vou tentar fazer o meu melhor, tentar ajudar a minha equipe da melhor maneira possível. Quero estar entre os 11 para ajudar os meus companheiros”, afirmou Alex em entrevista coletiva.

Foto: Pedro Chaves / Federação Cearense
Foto: Pedro Chaves / Federação Cearense

O setor em que o jogador irá atuar vai depender da decisão de Zimmermann sobre o também versátil Rafael Dumas, que retorna de suspensão. Caso Alex Ruan fique na lateral, Dumas entra no lugar Heverton para formar a dupla de zaga cm Leandro Camilo. Se Alex for para o meio de campo, Dumas fica com a posição na lateral, enquanto Rafael Gava e Diego Miranda brigaram para permanecer no time.

MUDANÇAS
O torcedor do Fortaleza recebeu uma notícia preocupante nesta quinta-feira: o goleiro Marcelo Boeck não se recuperou a tempo de uma lombalgia e está fora do jogo. Com duas vitórias consecutivas, o time caminha a passos largos para confirmar o acesso com antecedência.

Marcelo Boeck sentiu a lesão na vitória contra o São Bento, por 2 a 1, e precisou ser substituído no segundo tempo. Ele chegou a treinar normalmente com o grupo desde semana passada, mas o técnico Rogério Ceni optou por poupar o jogador para o confronto fora de casa. Max Walef, que já entrou no último jogo e deu conta do recado, deve ser mantido no time titular, com Gabriel Félix como reserva.

Além do goleiro, Rogério Ceni perdeu também o volante Felipe, que recebeu o terceiro cartão amarelo e está automaticamente suspenso. Nenê Bonilha é o favorito para substituí-lo, mas Derley corre por fora para ficar com a vaga. O lateral-direito Tinga ainda trata de um entorse no tornozelo direito e também não viaja com o grupo para Pelotas. É provável que o treinador opte pela entrada do volante Pablo improvisado no setor.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
30ª rodada
Data
05/10/2018
Horário
20h30
Local
Bento Mendes de Freitas - Pelotas (RS)
Árbitro
Adriano Milczvski (PR)

Renda
R$ 81.910,00
Assistentes
Pedro Martinelli Christino (PR) e João Fábio Machado Brischiliari (PR)

Público
4.816 pagantes (5.845 total)
Gols
Fortaleza-CE: Ligger 28' 2T
Brasil-RS
Marcelo Pitol;
Éder Sciola, Leandro Camilo, Heverton e Alex Ruan;
Leandro Leite, Itaqui (Wallace Pernambucano), Diego Miranda, Rafael Gava (Bruno Collaço) e Welinton Júnior (Léo Bahia);
Michel.
Técnico: Rogério Zimmermann
Fortaleza-CE
Max Walef;
Pablo, Ligger, Diego Jussani e Bruno Melo;
Nenê Bonilha, Derley e Dodô;
Marlon (Rodolfo), Gustavo Henrique (Éderson) e Marcinho (Roger Carvalho).
Técnico: Rogério Ceni
 
 
" />