Goiás x Atlético-GO – Clássico vale vaga na zona de classificação

Separados por apenas um pontos, clubes vão a campo sabendo que quem vencer terminará no G4

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 14 (AFI) – Com uma diferença mínima de pontos, apenas um, Goiás e Atlético-GO fazem importante clássico neste sábado, disputando a parte de cima da tabela pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Os clubes goianos se encontram no estádio Olímpico, em Goiânia-GO, às 19h.

Apesar de jogar em casa e com apoio da torcida, o Goiás precisa se acertar contra o Atlético, após ser derrotado por 1 a 0 pelo Boa Esporte na última rodada, resultado que o removeu da zona de classificação para a próxima fase, deixando o clube em quinto, com 42 pontos.

Já o Atlético-GO começa a rodada na terceira colocação, com 43 pontos. Além de estar na zona do acesso, o clube chega empolgado pela sequência de duas vitórias seguidas, por 2 a 0 sobre a Ponte Preta em casa e por 2 a 1 sobre o Oeste fora.

Se levarmos em consideração os números do confronto, o time comandado por Ney Franco sai na frente. O clássico deste sábado será o de número 269 entre Goiás e Atlético-GO. E a vantagem esmeraldina é alta: são 108 vitórias contra 86 do Dragão, além de 74 empates. As informações são do site www.futebolgoyaz.com.br.

A última partida entre os clubes, pelo primeiro turno da Série B, no dia 2 de junho, foi vencida pelo Goiás, por 3 a 1. Nesta temporada, cada um venceu um clássico, pois no Campeonato Goiano o Dragão ganhou por 1 a 0.

INGRESSOS
A última parcial divulgada pelo Goiás foi às 17h30 desta sexta-feira e tinham sido vendidos 8.170 ingressos. A carga máxima é de 10 mil e, conforme o clube havia antecipado, as bilheterias do estádio não estarão abertas no dia da partida.

BOAS NOVAS
O técnico Ney Franco recebeu uma boa notícia, ou melhor, três boas notícias para escalar o Goiás no clássico de sábado. Lesionados, o zagueiro Victor Ramos e o atacante Rafinha foram liberados pelo departamento médico e voltaram a treinar com o elenco nesta quinta-feira. O mesmo aconteceu com o meia Renato Cajá, que foi poupado das demais atividades ao longo da semana por conta de dores musculares.

Sem esses três jogadores, Ney Franco treinou com Edcarlos na defesa, Léo Senna no meio e Tiago Luis no ataque. Bastante criticado pela torcida esmeraldina devido as falhas nos últimos jogos, o goleiro Marcos deve receber mais um voto de confiança do técnico Ney Franco. Com isso, o recém-contratado Tiago Cardoso fica apenas como opção no banco de reservas.

TESTES
O Atlético-GO pode terá mudanças no clássico este sábado contra o Goiás. Sem Rômulo, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo, o técnico Cláudio Tencati fez alguns testes para preencher a vaga em aberto no meio de campo. A lateral esquerda também pode ter novidade.

Emprestado pelo Flamengo, o volante Matheus Trindade é o favorito para começar jogando no lugar de Rômulo. No Dragão desde o início de agosto, ele estreou nos minutos finais da vitórias sobre o CRB. Durante os treinos, Thomas Bastos também foi testado na posição e briga pela vaga.

Depois de um longo estudo sobre o estilo de jogo do Goiás, Tencati também considera uma substituição na lateral esquerda. Victor Oliveira pode entrar no lugar Mascarenhas porque tem características mais defensivas e isso ajudaria na marcação de Michel, destaque do rival.

O time deve ter novidades também no banco de reservas. Na última quarta-feira, foram apresentados o meia Vitinho, que disputou a Série C pelo Brgantino, e o atacante Thiago Santos, que estava jogando a Série A pelo Brasileirão.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
27ª rodada
Data
15/09/2018
Horário
19h00
Local
Estádio Olímpico Pedro Ludovico - Goiânia (GO)
Árbitro
Marcelo de Lima Henrique-RJ

Renda
R$ 209.085,00
Assistentes
Michael Correia-RJ e Silbert Faria Sisquim-RJ

Público
11.402 pagantes (12.652 no total)
Cartões Amarelos
Goiás-GO: Lucão
Atlético-GO: Victor Oliveira

Gols
Goiás-GO: Michael 32' 1T, Lucão 6' 2T
Atlético-GO: João Paulo 6' 1T
Goiás-GO
Marcos;
Alex Silva, Victor Ramos, David Duarte e Ernandes;
Gilberto, Renato Cajá (Ratinho) e Giovanni;
Michael (Robinho), Lucão e Tiago Luis (Maranhão).
Técnico: Ney Franco
Atlético-GO
Jefferson;
Jonathan, Oliveira, Gilvan e Victor Oliveira (Marcarenhas);
Pedro Bambu, João Paulo e Tomas Bastos (Vitinho);
André Luis, Renato Kayzer e Júlio César (Thiago Santos).
Técnico: Cláudio Tencati
 
 
" />