SÉRIE B: Clássico das Multidões e duelo dos invictos são as atrações deste sábado

Animados após encerrarem jejuns, Guarani e Ponte Preta tentam encostar no G4

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 08 (AFI) - Únicos times que ainda não perderam no Campeonato Brasileiro da Série B, São Bento e Fortaleza fazem o tira-teima nesta sábado, quando sete jogos encerram a décima rodada. Destaque também para o Clássico das Multidões entre CSA e CRB, que promete lotar o Estádio Rei Pelé.

Líder isolado com 23 pontos, o Fortaleza não vai poder ter Rogério Ceni no banco de reservas em Sorocaba, pois o treinador foi expulso no empate sem gols diante do Vila Nova. Apesar de estar invicto, o São Bento está na zona intermediária, com 13 pontos, devido ao grande número de empates: sete.

CSA e CRB fazem o clássico dos opostos na tarde deste sábado no Rei Pelé (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)
CSA e CRB fazem o clássico dos opostos na tarde deste sábado no Rei Pelé (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)
A cidade de Maceió promete parar com a realização do Clássico das Multidões no Estádio Rei Pelé. Os rivais, porém, realizam campanhas opostas. O CSA tem 18 pontos e está no G4, enquanto o CRB figura na zona de rebaixamento, com apenas sete pontos.

Em Campinas, no Brinco de Ouro da Princesa, Guarani e Vila Nova tentam se aproximar do G4. O time paulista tem 13 pontos contra 14 dos goianos, que não vencem há cinco jogos. Com o mesmo objetivo, Atlético-GO (12 pontos) e Figueirense (14) se enfrentam no Estádio Olímpico Pedro Ludovico.

MAIS JOGOS
Ainda invicta sob o comando interino de João Brigatti - uma vitória e um empate -, a Ponte Preta tem 11 pontos e vai até Pelotas enfrentar o Brasil, que tem dez e é o primeiro fora da zona de rebaixamento. No Z4, com sete pontos, mas animado após duas vitórias seguidas, o Criciúma recebe o lanterna Boa Esporte no Heriberto Hülse. Os mineiros somaram apenas cinco.

No Estádio Castelão, em São Luis, Sampaio Corrêa e Oeste tentam se distanciar da zona de rebaixamento. Os dois times estão empatados com 11 pontos, mas os maranhenses levam a melhor no número de vitórias (3 contra 2). Os paulistas não perdem há quatro jogos, sendo três empates seguidos.

 
 
" />