Guarani 1 x 1 Vila Nova-GO - Empate de pênalti e nos acréscimos tem gosto de derrota

Gosto de derrota para o Guarani, porque o Vila Nova comemorou o ponto fora de casa e ainda quebra de jejum de seu ataque

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 9 (AFI) - O Guarani deixou escapar a vitória sobre o Vila Nova-GO, nesta tarde no Brinco de Ouro, ao sofrer um gol nos acréscimos pela 10.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O time paulista vencia por 1 a 0 e esperava o apito final, quando o visitante teve um pênalti a seu favor e deixou tudo igual aos 50 minutos.

O empate deixou o time paulista com 14 pontos, em posição intermediária, um atrás do Vila Nova, um pouco acima na tabela e que comemorou a quebra de jejum. Seu ataque não marcava há cinco jogos.

RÁDIO FI E CAMISA
A partida foi transmitida ao vivo pela Rádio Futebol Interior, com narração de Marcelo Corsato, comentários de Claudinei Corsi, reportagens de Willian Coral e Carlos Corsato no Placar ao Vivo. A TV Futebol Interior fica sob coordenação de Giovane Paiola.

Marcelo Corsato e Claudinei Corsi
Marcelo Corsato e Claudinei Corsi

Neste sábado aconteceu também o sorteio de uma camisa personalizada oferecida pela empresa PAIXÃO FUTEBOL CLUBE. O resultado será divulgado na segunda-feira em nossas Redes Sociais.

VISITANTE SURPREENDE
O visitante começou o jogo com uma marcação adiantada e quase surpreendeu nos primeiros minutos. Aos quatro, numa falta cobrada por Alan Mineiro e que Bruno Brígido espalmou por cima e no minuto seguinte, quando Wesley Matos entrou sozinho nas costas da defesa e de carrinho mandou para fora.

O Guarani, surpreendido, demorou muito ‘para ler o jogo’ e tentar escapar da marcação. E só ameaçou aos 41 minutos, quando Guilherme bateu cruzado e a bola tirou tinta da trave direita de Mateus Pasinato. Muito pouco para a torcida, que ensaiou vaias no intervalo pelo primeiro tempo sonolento.

MUDANÇA OFENSIVA
Umberto Louzer, técnico da casa, percebeu que teria que mudar algo no intervalo. Tanto que voltou com uma mudança ofensiva: tirou o volante Denner para a entrada do meia Caíque. Aos quatro minutos, Bruno Mendes já teve uma boa chance pelo lado esquerdo. Ele bateu mascada, mas goleiro pegou firme.

Aos oito, Maguinho deu uma solada feia em cima de Rafael Longuine e o árbitro anotou lance perigoso, em cobrança em dois lances dentro da área. O Guarani queria pênalti. Na cobrança da falta, a bola parou na barreira.

OUTRO ATACANTE
A partir dos 15 minutos, o Guarani ganhou outro atacante com a entrada de Anselmo Ramon no lugar do meia Guilherme. A bola aérea passaria a ser a nova opção para chegar ao gol adversário. Cinco minutos depois, Longuine quase marcou de cabeça após levantamento de Ramon, mas Mateus mandou a escanteio.

O Vila Nova passou a administrar o jogo, inclusive com a saída do meia Alan Mineiro para a entrada de Alex Henrique. Quase ganhou o gol de presente aos 25 minutos, num recuo errado de Pará interceptado por Felipe Silva, que recuou para o chute de Mateus Anderson. O goleiro Bruno Brígido bloqueou o chute, de forma providencial.

Guarani vencei com um golaço de Ricardinho, mas cedeu empate nos acréscimos num pênalti
Guarani vencei com um golaço de Ricardinho, mas cedeu empate nos acréscimos num pênalti

CHANCE E GOLAÇO
No minuto seguindo, Bruno Mendes desviou de cabeça o levantamento de Longuine e Wesley Matos salvou em cima da linha.

Parecia que só mesmo um lance diferente poderia tirar o zero do placar. ele aconteceu aos 30 minutos, após levantamento de Lenon para a pequena área e a aliviada de cabeça de Wesley matos. Mas a bola caiu no pé direito de Ricardinho, que bateu de primeira. Um golaço por cobertura.

Depois disso, o Vila Nova teve que arriscar tudo. Avançou toda a marcação e encurralou o time da casa na defesa. Aos 49 minutos, Caíque cometeu pênalti em cima de Juninho. No minuto seguinte, Alex Henrique bateu com categoria e deixou tudo igual.

PRÓXIMOS JOGOS
Pela 11.ª rodada, o Guarani vai atuar de novo em casa na próxima quinta-feira, às 21 horas, contra o São Bento, num duelo paulista. De outro lado, o Vila Nova fará o clássico contra o Atlético-GO, sábado, às 18h30.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
10ª rodada
Data
09/06/2018
Horário
16h30
Local
Brinco de Ouro da Princesa - Campinas (SP)
Árbitro
Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)

Renda
R$ 44.637,00
Assistentes
Silbert Faria Sisquim (RJ) e Carlos Henrique Cardoso de Souza (RJ)

Público
3.521 pagantes
Cartões Amarelos
Guarani-SP: Ricardinho, Caíque, Anselmo Ramon
Vila Nova-GO: Felipe Silva

Gols
Guarani-SP: Ricardinho 30' 2T
Vila Nova-GO: Alex Henrique 50' 2T
Guarani-SP
Bruno Brígido;
Lenon, Philipe Maia, Edson Silva e Pará;
Baraka, Ricardinho, Denner (Caíque), Rafael Longuin (Willian Oliveira)e e Guilherme (Anselmo Ramon);
Bruno Mendes
Técnico: Umberto Louzer.
Vila Nova-GO
Mateus Pasinato;
Maguinho, Wesley Matos, Diego Giaretta e Hélder;
Wellington Reis (Ramon), Geovane, Alan Mineiro (Alex Henrique) e Mateus Anderson;
Vinícius Leite (Juninho) e Felipe Silva.
Técnico: Hemerson Maria.
 
 
" />