Londrina x Guarani - Tubarão quer acreditar no acesso e Bugre pode cravar permanência

Os dois times se enfrentam às 19h15 desta terça-feira, na abertura da 36ª rodada da Série B

por Agência Futebol Interior

Londrina, PR, 13 (AFI) - O Guarani pode se livrar totalmente do fantasma do rebaixamento nesta terça-feira. Para que isso aconteça, precisa antes de tudo vencer o embalado Londrina, às 19h, no Estádio do Café, em jogo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Para acabar com as chances de cair, o time campineiro precisa, além de vencer, torcer para que o Luverdense, primeiro time dentro do Z4, com 40 pontos, perca para o Boa Esporte, 15º colocado, com 43. Diante deste cenário, o Luverdense até poderia igualar a pontuação do Guarani, já que restariam seis pontos em disputa. No entanto, tem duas vitórias a menos (9 a 11), o que garantiria a salvação bugrina.

Do lado do Londrina, a aspiração ainda é o acesso à elite. Hoje na sexta colocação, com 55 pontos, o Tubarão está a quatro pontos do quarto colocado Paraná, que tem 59. Para aumentar as chances de acesso, precisa vencer e torcer por tropeços do time paranista e também do Oeste, quinto colocado, com 57.

No primeiro turno, os dois times se enfrentaram no Brinco de Ouro e o Londrina levou a melhor, com uma vitória por 3 a 2, em jogo válido pela 17ª rodada.

FOCO
Perder o foco e o equilíbrio não está nos planos do Londrina, que tem pela frente esta semana duas partidas em casa nesta reta final da segunda divisão nacional. É o que garante o técnico Cláudio Tencati após o Alviceleste vencer o Náutico em Pernambuco e se aproximar da zona de acesso à primeira divisão nacional.

Depois do Guarani , o compromisso no Estádio do Café será diante do América Mineiro, às 17h de sábado, e fecha a competição no dia 25, contra o Vila Nova, em Goiânia.

No primeiro turno, Londrina venceu o Guarani por 3 a 2, no Brinco de Ouro. (Foto: GuaraniPress)
No primeiro turno, Londrina venceu o Guarani por 3 a 2, no Brinco de Ouro. (Foto: GuaraniPress)
"A competição chegou a um momento acirrado e o importante é que estamos vencendo e fazendo o nosso papel”, destaca Tencati. “Vejo que o Londrina está equilibrado, conseguindo obter os resultados, coisa que poucas equipes estão conseguindo fazer neste momento. E quando você adquire esse equilíbrio é fundamental, pois ajuda a buscar esses resultados e a se manter firme nessa luta e nesse objetivo que temos”, acrescenta.

INDEFINIDO
O técnico Lisca ainda não definiu como o Guarani vai a campo. A principal dúvida do treinador é em relação aos jogadores que estão pendurados, principalmente porque o jogo de sexta-feira, contra o Luverdense, em Campinas, é uma "decisão" na luta contra o rebaixamento. Para não correr o risco de perder peças importantes, Lisca estuda poupar o zagueiro Willian Rocha e o meia Fumagalli.

Os dois viajaram para Londrina com a delegação alviverde, mas devem ficar como opção no banco de reservas. No lugar de Willian Rocha, Lisca pode colocar Ewerton Páscoa, que foi liberado pelo departamento médico. Já na vaga de Fumagalli, o meia Juninho e o atacante Bruno Mendes são as alternativas.

Além de Willian Rocha e Fumagalli, outros sete jogadores estão pendurados: o goleiro Leandro Santos, os laterais Salomão e Kevin, os volantes Evandro e Betinho, o meia Luiz Fernando e o atacante Caíque.

Por outro lado, Vágner, Bruno Nazário e Paulinho ficaram em Campinas. Fora dos planos de Lisca, o goleiro já vem sendo preterido há alguns jogos e Passarelli é a opção no banco de reservas. O meia sofreu uma fratura no pé e não deve mais jogar a Série B do Brasileiro, enquanto o atacante cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
36ª rodada
Data
14/11/2017
Horário
19h15
Local
do Café - Londrina (PR)
Árbitro
Joao Batista de Arruda - RJ

Renda
R$ 42.670,00
Assistentes
Luiz Claudio Regazone - RJ e Eduardo de Souza Couto - RJ

Público
3.209 pessoas.
Cartões Amarelos
Londrina-PR: Germano
Guarani-SP: Diego Jussani, Baraka

Gols
Londrina-PR: Artur 3' 1T
Londrina-PR
César;
Lucas Ramon, Dirceu, Edson Silva e Ayrton;
Germano, Bidía (Romisson) e Marcinho (Rômulo);
Negueba, Carlos Henrique (Alisson Safira) e Artur.
Técnico: Cláudio Tencati
Guarani-SP
Leandro Santos;
Kevin (Serafim), Ewerton Páscoa, Diego Jussani e Salomão;
Baraka, Lenon, Elias (Caíque), Luiz Fernando e Juninho (Evandro);
Bruno Mendes.
Técnico: Lisca