Ceará x Paysandu - Hora de carimbar o passaporte, Vozão?

O time cearense precisa vencer e torcer por uma combinação de resultados para conquistar o acesso

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 13 (AFI) - O Ceará necessita de uma combinação de resultados para carimbar o acesso à elite do futebol nacional já na partida diante do Paysandu, marcado para esta terça-feira, às 21h30, na Arena Castelão, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Além de vencer o rival, o Vozão precisar torcer por uma derrota do Oeste, frente ao Internacional e um tropeço do Londrina conra o Guarani. Se isso acontecer, não poderá deixar o G4 e terá muito o que comemorar. O Vozão, que já não vence há três jogos, soma 60 pontos, contra 57 dos paulistas e 55 dos paranaenses.

Já o Paysandu entra em campo para confirmar matematicamente a permanência na divisão. O Paysandu aparece na 11ª posição, com 45 pontos, cinco na frente do Luverdense, o único da zona de rebaixamento que não teve a queda confirmada no último final de semana.

OLHO NO VOZÃO!
Não é hora de inventar. Podendo confirmar o acesso à elite do Campeonato Brasileiro nesta terça-feira, o técnico Marcelo Chamusca vai mexer o menos possível no time do Ceará para o confronto diante do Paysandu, às 21h30, na Arena Castelão, pela 36ª rodada da Série B.

Ceará vem de um empate diante do Goiás - Rosiron Rodrigues/Goiás EC
Ceará vem de um empate diante do Goiás
"Faltam três jogos para acabar a competição. Não dá para inventar muita coisa no time. Agora precisamos ser simples e objetivos e buscar os três pontos. Contra o Paysandu, será o jogo das nossas vidas", afirmou o treinador.

Assim, a tendência é que o Ceará realize apenas as alterações necessárias. O volante Richardson e o meia Pedro Ken cumpriram suspensão automática no empate sem gols diante do Goiás e retornam nos lugares de Valdo e Raul, respecitvamente. A outra alteração será no ataque.

Emprestado pelo Paysandu, Leandro Carvalho só poderia jogar se o Ceará aceitasse pagar aproximadamente R$ 150 mil - valor estipulado no contrato feito entre os clubes. Sem ele, Marcelo Chamusca está em dúvida entre Roberto, Magno Alves e Maikon Leite.

E O PAPÃO?
O Papão encerrou na manhã desta segunda-feira sua preparação para o duelo com o Ceará. Com uma parte do elenco ainda em trabalho regenerativo, o técnico Marquinhos Santos comandou um rápido trabalho tático com os demais atletas, no gramado do Estádio da Curuzu.

Marquinhos Santos conversou muito com os jogadores do Paysandu
Marquinhos Santos conversou muito com os jogadores do Paysandu
Na atividade, após uma uma breve conversa da comissão técnica com o grupo de atletas, o preparador físico Ronny Silva comandou um aquecimento sem bola, durante 15 minutos. Em seguida, o treinador dirigiu um trabalho tático em praticamente todo o campo de jogo, durante 40 minutos. Marquinhos Santos também trabalhou posicionamento em cobranças de bolas paradas.

Alguns titulares do último jogo contra o Brasil-RS, como o lateral-esquerdo Guilherme Santos e o volante Renato Augusto, ainda realizaram treinamento regenerativo de musculação e deram voltas ao redor do gramado, devido ao desgaste físico acentuado.

Já o zagueiro Diego Ivo, com dores no joelho direito, segue em tratamento no Núcleo de Fisioterapia do clube, assim como o volante Nando Carandina, que se recupera de uma lesão na coxa direita.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
36ª rodada
Data
14/11/2017
Horário
21h30
Local
Castelão - Fortaleza (CE)
Árbitro
Wagner do Nascimento Magalhaes - RJ

Renda
R$ 1.026.630,00
Assistentes
Rodrigo F Henrique Correa - RJ e Thiago Henrique Neto Correa Farinha - RJ

Público
44.172 pagantes (45.197 total)
Cartões Amarelos
Ceará-CE: Ricardinho, Éverson
Paysandu-PA: Bergson , Rodrigo Andrade, Augusto Recife, Ayrton, Peri

Cartões Vermelhos
Ceará-CE: Elton
Paysandu-PA: Perema
Gols
Ceará-CE: Pio 16' 1T, Elton 20' 2T
Ceará-CE
Éverson;
Pio, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Romário (Rafael Carioca);
Richardson, Pedro Ken (Raul) e Ricardinho;
Lima, Elton e Roberto (Maikon Leite).
Técnico: Marcelo Chamusca
Paysandu-PA
Emerson;
Ayrton, Perema, Rafael Dumas e Peri;
Augusto Recife, Rodrigo Andrade (Anselmo) e Jhonnatan;
Fábio Matos (Welinton Júnior), Caion (Alan Pirulito) e Bergson.
Técnico: Marquinhos Santos