Paraná 2 x 0 Icasa - Verdão do Cariri "pipoca" e segue na Série B

Com o empate do Bragantino, o Icasa precisa de uma simples vitória

por Agência Futebol Interior

Curitiba, BA, 30 (AFI) – Com o empate do Figueirense em Bragança Paulista, o Icasa dependia apenas de suas próprias forças para garantir o acesso à elite, mas não estava inspirado neste sábado e acabou sendo presa fácil para o já eliminado Paraná, que venceu por 2 a 0, na Vila Capanema, pela última rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Apesar de não brigar por mais nada, o Paraná demonstrou vontade - talvez incentivado por uma possível mala branca de Figueirense e Ceará - e terminou o campeonato na oitava colocação, com 57 pontos. Já o Icasa ficou em quinto lugar, com 59, um a menos que o Figueirense. O time catarinense garantiu o acesso à elite do Brasileiro.

Tricolor foi melhor
Apesar de já estar eliminado, o Paraná foi quem criou a primeira chance de perigo do jogo. Logo aos cinco minutos, Luisinho cruzou na cabeça de Alex Alves, que desviou. A bola passou raspando a trave de João Ricardo. O Tricolor era melhor em campo e chegou com perigo novamente aos 17. Moacir recebeu dentro da área e chutou por cima. Na sequência, Roniery bateu cruzado e a zaga do Icasa aliviou o perigo.

No meio do primeiro tempo, o Icasa conseguiu equilibrar a partida, mas não chegava com perigo ao gol de Marcos. Após receber a bola de João Ricardo, o zagueiro Gustavo Goiano fez embaixadinha e recuou de cabeça para o goleiro. Alício Pena Júnior assinalou falta em dois lances. Lúcio Flávio rolou para Edson Sitta, que soltou a bomba. A bola desviou em um companheiro e saiu pela linha de fundo.

A grande oportunidade do Icasa aconteceu apenas aos 43 minutos. Leyrielton fez boa jogada individual e tocou para Chapinha, que chutou errado e isolou a bola, desperdiçando a chance de abrir o placar.

Matou o jogo...
Logo no primeiro lance do segundo tempo, Leandro recebeu dentro da área e soltou a bomba, assustando Marcos. A resposta do Paraná veio aos oito minutos. Lúcio Flávio cobrou falta, a bola desviou na barreira e passou raspando a trave. A estrela de Dado Cavalcanti brilhou aos 17, quando tirou o experiente Lúcio Flávio e colocou o jovem Júlio César.

No primeiro lance do atacante ele balançou as redes de João Ricardo. Carlinhos fez grande jogada individual pela esquerda e cruzou rasteiro. Bem posicionado, Júlio César completou de primeira. Aos 24, o atacante recebeu dentro da área e demorou para finalizar, desperdiçando boa oportunidade. O Icasa voltou a assustar apenas aos 34. Após escanteio cobrado por Geraldo, a bola passou por todo mundo e Gilmak tentou completar de bicicleta.

Precisando da vitória para subir, o Verdão subiu com tudo ao ataque nos minutos finais e, na base do contra ataque, o Paraná matou o jogo. Aos 36, Júlio César ganhou na corrida do zagueiro, invadiu a área e tocou para trás. Rubinho dominou e chutou na saída do goleiro.

Ficha Técnica

Fase
Fase única
Rodada
38ª rodada
Data
30/11/2013
Horário
16h20
Local
Estádio Durival de Brito, na Vila Capanema - , em Curitiba (PR) (PR)
Árbitro
Alicio Pena Júnior (MG)

Renda
R$ 15.190,00
Assistentes
Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)

Público
1.089 pagantes
Paraná-PR
Marcos;
Roniery, João Antônio, Alex Alves e Henrique;
Edson Sitta (Rodrigo), Moacir, Luisinho (Rubinho) e Lucio Flavio (Júlio César);
Carlinhos e Paulinho Oliveira.
Técnico: Dado Cavalcanti.
Icasa-CE
João Ricardo;
Neílson (Leyrielton), Naylhor, Luis Gustavo e Gustavo (Elanardo);
Luiz Otávio, Guto (Geraldo), Gilmak e Chapinha;
Leandro e Juninho Potiguar.
Técnico: Sidney Moraes.