Ceará 0 x 3 Joinville - Vovô sofre apagão no segundo tempo e fica na Série B

Com o empate entre Figueirense e Bragantino, a vitória colocaria o clube cearense na elite do Brasieleiro

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 30 (AFI) – Na tarde deste sábado, o Ceará perdeu grande chance de conquistar o acesso para a elite do Campeonato Brasileiro. O Vovô foi derrotado, em plena Arena Castelão, para o Joinville por 3 a 0 e deu de brinde o acesso ao Figueirense, que se garantiu mesmo com o empate em 1 a 1 com o Bragantino. O carrasco do clube cearense foi o meio-campista Marcelo Costa, autor de dois gols do JEC no embate. A partida foi válida pela última rodada da Série B.

Com a derrota, o Ceará termina a Série B na sétima colocação com 59 pontos, apenas a um do Figueirense, primeiro integrante do G4, e com a mesma pontuação do Joinville, que apesar de entrar na rodada sem chances do acesso, ficou na sexta colocação.

A partida acabou não sendo como o atacante Mota sonhava. O jogador, que é ídolo do Ceará, anunciou sua aposentadoria nesta temporada. Com isso, ssa foi a última partida do atleta como jogador de futebol.

Não deu!
Sonhando ainda com uma vaga na Série A do Campeonato Brasileiro, o Ceará partiu para cima do Joinville logo nos primeiros minutos. Aos três, Magno Alves aproveitou cruzamento para dentro da área e de cabeça obrigou Oliveira a fazer uma boa defesa. Na sobra, Ricardinho mandou para a linha de fundo, desperdiçando uma grande oportunidade.

A resposta do Joinville veio aos 17 minutos. Francis soltou a bomba e Jailson jogou para escanteio. Após a cobrança, a bola ficou para o Ceará, que puxou o contra-ataque. Ricardinho lançou Lulinha. O atacante dominou e chutou cruzado. Oliveira salvou milagrosamente. Pelo lado do JEC, Diogo Oliveira também teve a chance de abrir o placar, mas acabou mando a bola para fora.

Após o lance, o Ceará caiu de produção e viu o Joinville crescer nos minutos finais do duelo. O JEC só não abriu o placar, graças ao goleiro Jaílson, que fez uma defesa espetacular no último minuto da primeira etapa.

Deu apagão?
O Ceará não mudou a postura na segunda etapa. O Vovô seguiu em cima e aos dez minutos só não abriu o placar, pois Lulinha se enrolou com a bola. Após, bela troca de passe dos jogadores do clube cearense, a bola fica com Magno Alves. O atacante deu um passe açucarado para o ex-corintiano, que embaixo da trave, acabou se atrapalhando e perdendo grande chance.

A resposta do Joinville veio com o gol. Aos 18 minutos, Marcelo Costa cobrou, a bola passou no meio da barreira, e a bola foi para no fundo das redes. Aos 21, o Ceará teve a chance de empatar. Após cobrança de escanteio, Gustavo cabeceou, mas Oliveira fez a defesa.

No minuto seguinte, Francis é derrubado por Potiguar dentro da área e o árbitro marcou penalidade máxima. Na cobrança, Marcelo Costa desloca o goleiro e marca o segundo do Joinville. O terceiro não demorou a sair. Aos 41 minutos, Francis aproveita cruzamento na área, e de primeira, fechou a conta, que definiu a permanência do Ceará na Série B do Brasileiro.

Ficha Técnica

Fase
Fase única
Rodada
38ª rodada
Data
30/11/2013
Horário
16h20
Local
Arena Castelão, em - Fortaleza (CE) (CE)
Árbitro
Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ)

Renda
R$ 400.755,00
Assistentes
Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Celso Barbosa de Oliveira (SP)

Público
21.992 pagantes
Ceará-CE
Jaílson;
Marcos (Thiago Humberto), Gustavo, Potiguar e Vicente;
João Marcos, Ricardinho (Diego Ivo), Lulinha e Rogerinho (Léo Gamalho); Mota e Magno Alves
Técnico: Sérgio Soares.
Joinville-SC
Oliveira;
Eduardo, Sandro, Rafael e Rafinha;
Augusto Recife, Naldo (Hernani), Marcelo Costa e Diogo Oliveira (Wellington Bruno);
Francis e Fernando Viana (Edigar Junio)
Técnico: Sérgio Ramirez.