Seleção Futebol Interior da SÉRIE B com três zagueiros, três meias e sem volante

Tem hora que só mesmo uma "boa improvisação" é saída para montar os 11 melhores de uma rodada

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 11 (AFI) - A noite era da Seleção Brasileira, que faturou Portugal, por 3 a 1, em Boston (EUA), mas o que valeram mesmo foram os jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro da Série B pela 21.ª rodada. Foi emoção de norte à sul do país.

Não houve mudança no G4, zona de acesso, onde dois times venceram - Palmeiras e Joinville - e dois times perderam - Chapecoense e Paraná.

Na briga contra o descenso, o São Caetano confirmou o bom futebol dos últimos jogos e venceu o forte Paraná, por 2 a 1. Mesmo assim, o Azulão ainda está na zona de rebaixamento, junto com América-RN, que empatou fora com o Icasa, por 1 a 1, Atlético-GO, que perdeu outra, e o lanterna ABC que mostra sinais de reação com o técnico Roberto Fernandes.


Confira a Seleção Futebol Interior da 21.ª rodada:


Saulo (Guaratinguetá);

Fred (São Caetano), Edvânio (América-RN) e Vitor Hugo (América-MG);

Bileu (ABC), Serginho (Palmeiras), Bady (América-MG), Eduardo Ramos (Paysandu) e Wendel (Palmeiras);

Edu (Joinville) e Jheimy (Oeste).

Técnico: Ivan Baitello (Oeste)


Goleiro: Saulo (Guaratinguetá)

O Guaratinguetá se segurou como pôde para vencer o Avaí, por 1 a 0, no Vale do Paraíba. Uma das armas foi o goleiro Saulo, que fez, no mínimo, quatro grandes defesas no segundo tempo. A Garça venceu e saiu de campo respirando contra o rebaixamento à Série C.

Zagueiro: Fred (São Caetano)
O São Caetano conseguiu uma importante vitória contra o Paraná, por 2 a 1, nesta terça. O Azulão não teve vida fácil, mas conseguiu o resultado. O autor do primeiro gol foi Fred, que no bate e rebate completou para o gol. Além do que, ele ajudou muito no sistema defensivo, segurando as rápidas jogadas paranaenses.

Zagueiro: Edvânio (América-RN)
O Icasa pressionou o jogo todo, queria a vitória e os três pontos a todo custo. Um dos melhores jogadores em campo foi o zagueiro Edvânio, que segurou como pode o forte ataque cearense. No ataque, ele foi decisivo e aos 43 minutos, num cruzamento tratou de empatar a partida, garantindo um ponto para o Mecão, em Juazeiro do Norte.

Zagueiro: Vitor Hugo (América-MG)
No começo do jogo, o sistema defensivo do América-MG estava um pouco perdido, mas depois se acertou e não deu espaços para o artilheiro Rafael Costa e o veloz Ricardinho. Além de fazer sua parte lá atrás, apareceu no ataque para garantir a vitória ao Coelho, aproveitando cruzamento e cabeceando sem chances para o goleiro Tiago Volpi.

Ala-direito: Bileu (ABC)
Praticamente todas as jogadas ofensivas do ABC foram pelo lado direito, aproveitando as constantes subidas de Pery. Bileu deitou e rolou no lateral adversário, assustando também em chutes de fora da área. No segundo tempo, diminuiu um pouco o ritmo já que havia corrido muito na etapa inicial. Mesmo assim, foi um dos destaques do jogo.

Meia : Serginho (Palmeiras)
Ex-jogador do Oeste foi um dos destaques do Verdão na vitória por 3 a 0 diante do ASA, em São Paulo. Não é titular, mas quando entra dá a conta do recado. Fez um gol, o segundo dele na competição.

Meia: Eduardo Ramos (Paysandu)
Foi responsável por boa parte das jogadas do Paysandu na vitória sobre o Ceará, por 2 a 1, na Curuzu. Além disso, foi dele o primeiro gol do Papão. O experiente meia chutou de fora da área e contou com falha de Fernando Henrique para comemorar com seus companheiros.

Meia: Bady (América-MG)
O América-MG não terá que sair ao mercado em busca de um substituto para Rodriguinho, negociado com exterior. Pelo menos se Bady ter o mesmo desempenho que teve na última segunda-feira, contra o Figueirense. Organizou o meio-campo do Coelho e ainda foi o homem da bola parada, sendo o responsável pelos dois cruzamentos que originaram os gols de Alessandro e Vitor Hugo.

Ala-esquerdo: Wendel (Palmeiras)
Sem poder contar com Juninho, Gilson Kleina apostou em Wendel na lateral-esquerda do Verdão e se deu bem. O lateral foi muito bem na marcação e chegou com facilidade na frente. Em uma das subidas ao ataque, Wendel encontrou Wesley livre e deu a assistência para o segundo gol do Palmeiras no jogo.


Atacante: Jheimy (Oeste)

Se recuperou de uma grave contusão no rosto e aproveitou muito bem a chance de iniciar as últimas partidas como titular, já que Bruno Nunes esteve perto de ser negociado com o futebol português. Nos últimos três jogos marcou três gols e vem sendo, ao lado de Ivan Baitello, um dos grandes responsáveis pelo crescimento do Oeste dentro da Série B.

Atacante: Atacante: Edu (Joinville)
Entrou no intervalo com a missão de substituir o artilheiro Lima, que não fazia grande partida, e deu conta do recado, sendo um dos responsáveis pela vitória do JEC. Esteve em campo nove minutos, participou do gol que abriu o placar ao subir e atrapalhar o zagueiro Ednei. Depois mostrou qualidade no jogo aéreo e garantiu a vitória em cabeçada em grande estilo...

Técnico: Ivan Baitello (Oeste)

O Oeste tinha uma difícil missão contra a Chapecoense nesta terça-feira, mas fez valer o dever de casa e venceu por 1 a 0. Sem perder há três jogos - duas vitórias e um empate -, o Rubrão se distanciou da zona de rebaixamento e já se encontra na 12ª colocação, com 26 pontos. Boa parte dessa evolução é graças a Ivan Baitello, que vem realizando bons trabalhos nos últimos anos.

Quem também merece um destaque é Roberto Fernandes. Antes de sua chegada, o ABC caminhava a passos largos rumo ao rebaixamento, mas agora vem aos poucos se recuperando e, apesar de ainda estar na lanterna, já viu a situação ser mais delicada. A diferença para o Paysandu, primeiro fora da degola, é de seis pontos.