Paraná 0 x 0 São Caetano - Azulão suporta pressão e arranca empate!

Apesar do tropeço em casa, o Paraná manteve a invencibilidade, com quatro pontos

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 28 (AFI) – O Paraná pressionou, mas não conseguiu manter os 100% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro da Série B. Mesmo após pressionar os 90 minutos, o time paranaense apenas empatou sem gols contra o São Caetano, na tarde desta terça-feira, na Vila Olímpica, em Curitiba, pela abertura da segunda rodada.

Apesar do tropeço em casa, o Paraná manteve a invencibilidade, com quatro pontos, já que vinha de uma importante vitória sobre o ABC, por 2 a 0, fora de casa. Em compensação, os paulistas acumulam o segundo empate em dois jogoas e seguem na parte debaixo da tabela.

Domínio tricolor
Logo nos primeiros minutos pôde-se observar o dedo do técnico Dado Cavalcanti no Paraná. Eleito melhor treinador do Paulistão, ele armou o time da casa com uma formação ofensiva e marcando a saída de jogo do São Caetano. Fato que dificultou e muito o trabalho ofensivo dos visitantes.

Após muita pressão, o Tricolor conseguiu criar duas grandes chances antes dos 15 minutos. Aos 11, o meia-atacante Ronaldo Mendes invadiu a área e finalizou para grande defesa do goleiro Rafael Santos. O arqueiro voltou a ter trabalho aos 13. O volante Ricardo Conceição soltou uma bomba e o camisa 1 voltou a intervir.

Aos poucos, o Azulão conseguiu diminuir a pressão mas continuou encontrando grandes dificuldade para chegar à meta de Luís Carlos. As únicas chegadas eram através de raros chutes de longa distância. Quem quase marcou de novo, aos 30, foram os paranistas. Após jogada do atacante argentino JJ Morales, Ronaldo Mendes bateu com perigo e a zaga desviou para escanteio.

Segura o 0 a 0!
Embora tenha voltado com menos intensidade, o Paraná continuou melhor no segundo tempo. Nos primeiros minutos, o time paranaense chegou em duas finalizações de longa distância do volante Ricardo Conceição. Em ambas, a bola acabou saindo com perigo pela linha de fundo.

Conforme os minutos se passaram, a pressão tricolor aumentou ainda mais. A melhor oportunidade aconteceu aos 35 minutos do segundo tempo. O meia Fernando Gabriel finalizou de dentro da área e o zagueiro Luiz Eduardo salvou os visitantes em cima da linha. No rebote, o volante Cambará chutou para fora.

Nos minutos finais, virou duelo de ataque contra defesa. O técnico Marcelo Veiga, porém, armou um ferrolho eficiente. As poucas bolas que passaram pelos zagueiros Luiz Eduardo e Douglas Grolli pararam nas mãos do goleiro Rafael Santos, um dos destaques da partida.

Próximos jogos
Na próxima sexta-feira, às 21h50, o Paraná volta a campo para enfrentar o Oeste, no Estádio dos Amaros, em Itápolis. Enquanto isso, o São Caetano encara a Chapecoense, no sábado, às 21 horas, no Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul.

Ficha Técnica

Fase
Fase única
Rodada
2ª rodada
Data
28/05/2013
Horário
15h00
Local
Estádio da Vila Olímpica, em - Curitiba (PR) (PR)
Árbitro
Braulio da Silva Machado (SC)

Renda
R$ 26.420,00
Assistentes
Jose Roberto Larroyd (SC) e Josue Gilberto Lamim (SC)

Público
1.635 pagantes (2.213 total)
Paraná-PR
Luis Carlos;
Roniery, Anderson, Brinner e Paulinho (Fernando Gabriel);
Cambará, Ricardo Conceição, Lucio Flávio, Rubinho (Carlinhos) e Ronaldo Mendes (Léo);
JJ Morales
Técnico: Dado Cavalcanti
São Caetano-SP
Rafael Santos;
Douglas Grolli, Luiz Eduardo e Leandro Carvalho;
Samuel Xavier, Dudu (Moradei), Wágner Carioca (Pirão), Danilo Bueno e Diego (Renato);
Danielzinho e Geovane
Técnico: Marcelo Veiga