Oeste 1 x 1 Avaí - Gol de goleiro, apagão.. quanta emoção para primeira rodada!

Primeiro gol da Série B foi marcado pelo atacante Márcio Diogo, do Avaí

por Agência Futebol Interior

Itápolis, SP, 24 (AFI) - Se a primeira impressão é a que fica, Oeste e Avaí prometem dar muitas emoções aos seus torcedores. No primeiro confronto entre os times na história, realizado na noite desta sexta-feira, pela primeira rodada da Série B, no Estádio dos Amaros, em Itápolis, a partida terminou empatada por 1 a 1. O gol do Oeste saiu apenas aos 49 minutos do segundo tempo, com o goleiro Fernando Leal, que na última jogada, completou a cobrança de escanteio, fazendo seu primeiro gol na carreira.

Um fator preocupante é que aos 33 minutos do segundo tempo, a energia caiu e demorou cerca de 15 minutos para retornar, atrasando a partida. Assim, os dois times somam seus primeiros pontos e voltam a jogar na próxima terça-feira. O Oeste encara a Chapecoense, no Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim, já que o time de Chapecó cumpre suspensão de dois mandos de campo, imposta pelo STJD, por problemas na temporada de 2012. Já o Avaí recebe o Guaratinguetá, na Ressacada.

Leão marca no início!
O Oeste começou o jogo perdido, melhor para o Avaí, que aos quatro minutos fez o primeiro gol do Brasileiro da Série B. Após cruzamento, a defesa do Rubrão não afastou e a bola sobrou para Márcio Diogo, que livre, no segundo pau, estufou as redes do goleiro Fernando Leal.

O gol sofrido acordou o time de Itápolis, que passou a ficar mais presente no campo de ataque, pressionando de todos os lados. O Avaí, bem preparado por Ricardinho, se fechou e passou a apostar nos contra-ataques, com isto, era mais perigoso, ficando mais perto de balançar as redes novamente.

Mas, no final do primeiro tempo, de tanto tentar, as jogadas apareceram e o Oeste quase empatou. Arnaldo fez boa jogada na área e bateu cruzado, a bola desviou na defesa e quase matou o goleiro Diego, que defendeu a bola com uma mão, salvando o Leão.

Gol de goleiro!
Como terminou o primeiro, o Oeste começou em cima, pressionando de todos os lados, mas a noite não parecia ser de seus atacantes. Magrão, Bruno Nunes e Lelê, que entrou na vaga de Adriano Ferreira, não acertavam o gol de Diego. Uma das melhores oportunidades saiu dos pés de Bruno, que fez boa jogada individual, mas na hora do chute, bateu muito mal na bola, longe do gol catarinense.

O Oeste passou a abusar da bola parada e aos 22, quase fez. Após cobrança de escanteio, Magrão subiu mais que todo mundo e testou rente a trave de Diego. Quando o Rubrão era melhor no jogo, aos 33 minutos, uma queda na energia em toda cidade de Itápolis parou a partida. E, depois de 12 minutos, a partida voltou com o Oeste ainda em cima.

Aos 39 minutos, Magrão foi lançado, invadiu a área e bateu com força, para uma boa defesa de Diego. Dois minutos depois, numa jogada quase igual, o goleiro, mais uma vez, foi obrigado a defender um bom chute do atacante.

A pressão era muita, mas aos 49 minutos do segundo tempo, na última jogada, o goleiro Fernando Leal foi para área. Após cobrança de escanteio, o defensor subiu mais que todo mundo e testou com força para o fundo das redes, levando ao delírio os torcedores do Oeste.

Ficha Técnica

Fase
Fase única
Rodada
1ª rodada
Data
24/05/2013
Horário
19h30
Local
Estádio dos Amaros, em - Itápolis (SP)
Árbitro
Fabio Filipus (PR)

Assistentes
Pedro Martinelli Christino (PR) e Marcos Rogerio da Silva (PR)

Oeste-SP
Fernando Leal;
Dezinho, Ligger e Adriano Alves;
Arnaldo, Jovany, Wanderson (Melinho) e Fernandes;
Magrão, Bruno Nunes (Heli) e Adriano Ferreira (Lelê)
Técnico: Roberto Cavalo
Avaí-SC
Diego;
Vinícius Bovi, Leandro Silva, Alef e Jefferson Maranhão (Pablo);
Alê, Eduardo Costa, Cleber Santana e Marquinhos;
Márcio Diogo (Roberson) e Reis (Higor).
Técnico: Ricardinho