América-MG 2 x 4 Figueirense – Figueira lembra Galo e atropela no Horto

O time catarinense venceu o Coelho com tranquilidade mesmo fora de casa

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 28 (AFI) – Quem compareceu na Arena Independência na noite desta terça-feira achou que estava vendo o Atlético-MG jogar. Com um uniforme parecido, o Figueirense mostrou um futebol envolvente e goleou o América-MG, por 4 a 2, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O experiente Neneca falhou novamente e foi alvo de críticas da torcida.

O Figueirense, que estreou vencendo o América-RN em casa, por 3 a 2, manteve os 100% de aproveitamento e assumiu a vice-liderança, com seis pontos. Por outro lado, o América-MG conheceu sua segunda derrota – perdeu no final de semana para o Guaratinguetá, por 1 a 0 - e está na 18ª colocação, sem ter conquistado nenhum ponto, assim como o ABC e o Bragantino.

Falhas complicam Coelho
O torcedor do América recebeu um balde de água fria logo aos dez minutos, em mais uma falha de Neneca, que já havia prejudicado o Coelho na estreia contra o Guaratinguetá. Ricardinho bateu fraco na entrada da área e o goleiro rebateu nos pés de Rafael Costa, que teve o trabalho apenas de completar. E o time catarinense amplicou três minutos depois, em mais uma falha do adversário.

Na tentativa de tirar, Vitor Hugo tropeçou e deixou a bola limpa para Maylson. O volante invadiu a área e soltou a bomba, sem chances. O América poderia ter marcado o terceiro na sequência, quando Ricardinho dominou na marca do pênalti e bateu para grande defesa de Neneca. Perdido em campo, o Coelho era dominado pelo adversário e as primeiras vaias começavam a surgir no Independência.

Aos 20, Ricardinho foi lançado dentro da área e bateu em cima de Neneca, que caiu no gramado sentindo a barriga. Depois de um início arrasador, o Figueirense diminuiu um pouco o ritmo, mas não levava susto, pois o América parecia entregue em campo e praticamente não finalizava ao gol de Ricardo. E quando os catarinenses chegavam ofereciam muito perigo para o goleiro mineiro.

Ricardinho recebeu na entrada da área e tocou na saída de Neneca, mas Leandro Silva salvou quase em cima da linha e entregou a bola nos pés de Wellington Saci, que pegou de primeira. A finalização passou raspando a trave. Aos 44, Willians recebeu de Fábio Júnior e bateu para boa defesa de Ricardo. A bola voltou nos pés do atacante, que estufou as redes.

Fechou o caixão
O América voltou diferente do intervalo, pressionando o Figueirens e quase empatou aos seis. Doriva soltou a bomba de fora da área e a bola passou raspando o travessão de Ricardo. Mas o balde de água fria foi jogado pelo Figueirense aos 15. Ricardinho tabelou com Pablo e recebeu dentro da área, batendo de primeira. Neneca nada pôde fazer.

Na sequência, Rodriguinho cobrou falta para dentro da área, Ricardo saiu mal e a bola sobrou nos pés de Willians, que pegou de primeira e isolou. E o Figueirense marcaria o quarto, aos 20, em mais uma falha de Neneca. Danilinho cobrou escanteio, o goleiro saiu em falso e o zagueiro Douglas Silva cabeceou para o gol aberto. Foi o bastante para alguns torcedores deixarem a Arena Independência.

De forma desorganizada, o América partiu para cima do Figueirense e conseguiu diminuir aos 31 minutos. Fábio Júnior desviou de cabeça e a bola sobrou para Laércio, que invadiu a área e bateu na saída de Ricardo. O time catarinense passou a se preocupar mais com a marcação, tentando matar o jogo nos contra-ataques.

Próximos jogos
O América-MG volta a campo no próximo sábado, contra o Palmeiras, às 16h20, no Estádio Novelli Júnior, em Itu, pela terceira rodada. Na sexta-feira, o Figueirense recebe o Sport, às 21h50, no Orlando Scarpelli.

Ficha Técnica

Fase
Fase única
Rodada
2ª rodada
Data
28/05/2013
Horário
21h50
Local
Arena Independência, em - Belo Horizonte (MG) (MG)
Árbitro
Marcelo Aparecido R. de Souza (SP)

Renda
R$ 8.530,00
Assistentes
Alberto Poletto Masseira (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)

Público
682 pagantes
América-MG
Neneca;
Leandro Silva, Vitor Hugo, Jailton e Wanderson;
Claudinei, Leandro Ferreira (Doriva), Rodriguiinho e Nikão (Sérgio Mota);
Willians (Laércio) e Fábio Júnior.
Técnico: Paulo Comelli
Figueirense-SC
Ricardo;
André, Thiego, Douglas Siva e Wellington Saci;
Willian Magrão (Luan), Maylson, Ronaldo e Tinga;
Ricardinho (Danilinho) e Rafael Costa (Pablo).
Técnico: Adilson Batista