América-RN 1 x 0 Avaí - Em noite de temporal, Pingo de gol dá vitória ao Mecão

O time manteve o aproveitamento de 100% na competição

por Agência Futebol Interior

Goianinha, RN, 29 (AFI) - Sob forte temporal, nem o mais otimista torcedor do América-RN imaginaria que um pingo decidiria a partida. Com gol do atacante Pingo no segundo tempo, o time potiguar derrotou o Avaí, por 1 a 0, no Estádio Nazarenão, em Goianinha, pela terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O América-RN manteve 100% de aproveitamento com seis pontos em dois jogos. A equipe folgou na última rodada devido aos duelos da Copa do Brasil. O Avaí, por outro lado, conheceu a primeira derrota na competição e permaneceu com quatro pontos. O técnico americano, Roberto Fernandes, comemorou muito a vitória apertada.

"Jogamos melhor, criamos muitas chances e poderíamos ter vencido por uma vantagem maior. Mas o importante foi vencer e somar nossa sétima vitória consecutiva. Isso vai fortalecer ainda mais o moral do nosso grupo", analisou Fernandes, que lamentou a folga forçada do time na segunda rodada "que tirou nosso embalo".

O jogo
Como deve atuar um time jogando dentro de casa, o América sufocou o adversário e mostrou seu cartão de visitas logo aos três minutos. Após cruzamento da direita, Cléber testou firme, livre de marcação, e carimbou a trave do goleiro Diego, que ficou parado, sem reação.

De novo na bola área, o América esteve perto de abrir o placar novamente, desta vez com Lúcio Curió, mas o atacante errou o alvo. Depois de dois sustos, o Avaí começou a marcar melhor, fechando os espaços pelos lados do campo.

Com isso, a partida ficou mais equilibrada, mesmo com o Mecão tendo mais posse de bola. Os donos da casa controlavam o jogo, mas encontravam dificuldades em penetrar na defesa do adversário e os lances de bola parada passaram a ser essenciais.

Aos 20 minutos, o zagueiro Leandro Silva impediu um gol certo ao cortar cabeçada de Isac, depois de cobrança de escanteio. O Avaí, por sua vez, chegou a balançar as redes, mas a arbitragem assinalou mpedimento de Nunes após cruzamento de Cleber Santana. Em seguida, Patric exigiu boa defesa de Dida em chute de fora da área.

Segundo tempo
Apostando na velocidade, o América seguia superior. Antes dos dez minutos, o time da casa reclamou de dois pênaltis. Primeiro em Isac, que recebeu um carrinho de Leandro Silva, depois com Ricardo Baiano, que reclamou de um puxão dado por Pirão, quando tentou invadir a área.

Depois de reclamar bastante da arbitragem, o América-RN botou a bola no chão e voltou a criar. Wanderson invadiu a área pelo lado esquerdo e bateu rasteiro. Diogo Orlando, com auxilio de Diego, que também fechava no lance, fez o corte

Bem marcado no primeiro tempo, Cleber Santana teve mais espaço para jogar e conduziu o Avaí para o campo de ataque. Também nas bolas paradas, o camisa 10 foi importante e testou o goleiro Dida, em cobrança de falta fechada.

Depois de tanto pressionar, o América-RN conseguiu chegar ao gol da vitória. Em seu primeiro lance na partida, Rafael Augusto recebeu em velocidade e bateu cruzado. No segundo pau, Pingo antecipou a marcação e desviou para o fundo das redes.

Próximos jogos
O América-RN volta a campo contra o Guaratinguetá, na próxima sexta-feira, às 21 horas, no Estádio Dário Rodrigues Leite, no Vale do Paraíba, em São Paulo. No dia seguinte, o Avaí tem o clássico catarinense contra o Joinville, no sábado, às 16h20, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
3ª rodada
Data
29/05/2012
Horário
19h30
Local
Estádio Nazarenão - , em Goianinha (RN)
Árbitro
Avelar Rodrigo da Silva-CE

Renda
R$ 20.955,00
Assistentes
Arnaldo Rodrigues de Souza-CE e Griselildo de Souza Dantas-PB

Público
1.797 pagantes
América-RN
Dida;
Norberto, Cléber, Edson Rocha (Gustavo) e Wanderson (Pingo)
Ricardo Baiano, Fabinho, Marcio Passos e Junior Xuxa (Rafael Augusto)
Isac e Lucio Curió
Técnico: Roberto Fernandes.
Avaí-SC
Diego;
Patric, Renato Santos (Cássio), Leandro Silva e Pirão;
Marcinho Guerreiro (Ronaldo Capixaba), Diogo Orlando, Mika e Cleber Santana;
Nunes e Felipe Alves (Laércio)
Técnico: Hemerson Maria.