Rivalidade crescente e "Síndrome de mandantes" agita Lusa x Ponte

Em pouco mais de um ano, este será o oitavo confronto entre os dois clubes

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 26 (AFI) – O clássico entre Portuguesa e Ponte Preta, nesta sexta-feira, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, promete pegar fogo. Além de estarem em campo no Canindé os dois líderes, o jogo também marcará outro embate nesta rivalidade que tem aumentado recentemente. Tanto que em pouco mais de um ano este será o oitavo duelo entre ambos.

O fato curioso é que o histórico desde o Paulistão 2010 é totalmente equilibrado. De lá para cá, acontecerão sete partidas, com três vitórias lusitanas, três vitórias alvinegras e um empate. A diferença está no saldo de gols, já que a Lusa balançou as redes dez vezes neste período e sofreu oito gols.

Outra peculiaridade deste clássico é que jogar em casa não tem sido muita vantagem. Nos últimos quatro jogos entre Portuguesa e Ponte não houve vitória dos mandantes. Na Série B de 2010, a Macaca venceu no primeiro turno no Canindé, por 1 a 0, mas levou o troco no Majestoso, ao perder por 2 a 0.

Em 2011, a lógica se manteve. Pelo Paulistão, a Ponte foi até o Canindé e venceu, por 2 a 1, com gols de Renatinho, Ricardo Jesus e Gérson. Guilherme fez o de honra. Já no primeiro turno desta Série B quem se deu bem foi a Lusa, que goleou, por 3 a 0, em Campinas, com gols de Leandro Silva, Mateus e Raí.

Se no retrospecto recente há empate, no histórico geral quem leva melhor é o clube do Canindé. Até hoje, já foram registrados nada menos 109 duelos entre os dois clubes. A Portuguesa venceu 39 vezes, a Ponte ganhou outras 35 partidas e ainda ocorreram 35 empates. São 149 gols lusitanos e 132 tentos alvinegros.

Na classificação da Série B, a vantagem também é da Lusa e com folga. Com o acesso garantido, os paulistanos chegaram aos 67 pontos, na liderança, após a vitória sobre o Americana, por 3 a 2. Já a Macaca chegou aos 57 pontos, no segundo lugar, após bater o Paraná, por 4 a 3. Segundo o site Chance de Gol, os campineiros têm 98,5% de chances de acesso.

 
 
" />