São Caetano x Duque de Caxias - O jogo ficou em segundo plano!

A partida foi adiada para essa quarta-feira devido ao assassinato de dirigente do Azulão

por Agência Futebol Interior

São Caetano do Sul, SP, 20 (AFI) - A partida entre São Caetano e Duque de Caxias estava marcada para terça-feira, mas precisou ser adiada para essa quarta-feira depois do vice-presidente do Azulão, Luiz de Paula, mais conhecido como Batata, ter sido assassinado durante o dia. O confronto foi remarcado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e vai ser realizada às 21 horas, no Estádio Anacleto Campanella e é válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Na lanterna, com apenas dois pontos e vindo de derrota para a Ponte Preta, por 2 a 0, o Tricolor da Baixada jogou duas vezes no Anacleto Campanella e em nenhuma delas marcou gols (4 a 0 para o São Caetano em 2009 e 1 a 0 no ano passado).

Apesar do bom retrospecto diante do adversário, o Azulão não vem passando por um bom momento. São três jogos sem vitórias, sendo dois empates e uma derrota, e apenas seis pontos, figurando em 16ª lugar, muito próximo da zona de rebaixamento.

O caso!
O crime por volta das 16 horas na Rua Baía Grande, na Vila Alpina, cerca de três quilometros distante da sede do clube. Segundo a delegada Elisabete Sato, responsável pela seccional, o que se sabe é que uma pessoa em uma moto se aproximou e fez os disparos contra o carro. A polícia investiga dois motivos para o crime: briga de trânsito ou execução. Junto com Batata estava seu irmão Adilson de Paula, mais conhecido como Batatinha.

A identidade das vítimas foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde. Os irmãos foram socorridos ao hospital da Vila Alpina, mas não resistiram aos disparos e acabaram morrendo. A polícia informa que qualquer informação que leve até o criminoso seja passada para que consigam ajudar nas investigações. O caso foi encaminhado para o 56° Distrito Policial, na Vila Alpina.

Respeitando o adversário
Sem saber o que é vitória há três rodadas, o técnico Márcio Goiano espera finalmente acabar com esse jejum nesta terça-feira e nada melhor do que enfrentar o lanterna da Série B. Apesar da campanha ruim do adversário, todos pregam respeito e esperam uma partida bastante complicada, mesmo atuando no Anacleto Campanella.

Para essa partida, o treinador não poderá contar com o zagueiro Eli Sabiá, que recebeu o terceiro cartão amarelo na última rodada e cumpre suspensão automática. Por outro lado, o volante Augusto Recife fica novamente a disposição de Márcio Goiano, enquanto Aílton (foto) segue vetado pelo departamento médico.

Com a suspensão de Eli Sabiá ainda não se sabe se o treinador vai mudar o esquema tático, voltando a atuar no 4-4-2. Se isso acontecer, Augusto Recife entraria na vaga do zagueiro, reforçando a marcação no meio-campo. O time ainda pode sofrer mais mudanças. Artur deve ganhar a vaga de Robert, enquanto Nunes e Fernandes brigam por uma vaga no ataque ao lado de Eduardo.

Para salvar o treinador
Balançando no cargo e bastante criticado pelos torcedores, o técnico Alfredo Sampaio (foto) ainda não definiu quem serão os 11 titulares para o confronto, mas o time deve sofrer mudanças em relação ao que perdeu para a Ponte Preta. O zagueiro Bruno Costa segue vetado pelo departamento médico.

Na lateral-esquerda, o experiente Paulo Rodrigues pode voltar a aparecer entre os titulares, deixando Felipe Assis apenas como opção no banco de reservas. Outra alteração deve acontecer no ataque. Assim, André Luiz assumiria a vaga de Douglas e faria companhia ao experiente Somália, fazendo com que Erick Flores fosse para o meio-campo.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
7ª rodada
Data
22/06/2011
Horário
21h00
Local
Anacleto Campanella - , em São Caetano do Sul (SP)
Árbitro
Devarly Lira do Rosario-ES

Renda
R$ 1.225,00
Assistentes
José Maciel Linhares-ES e Vanderson Antônio Zanotti-ES

Público
219 pagantes.
São Caetano-SP
Luiz;
Robert, Anderson Marques, Thiago Martinelli e Diego;
Augusto Recife, Allan (Fernandes), Souza (Erandir) e Kleber (Júnior Xuxa);
Antônio Flávio e Geovanni.
Técnico: Márcio Goiano
Duque de Caxias-RJ
Thiago;
Everton Silva (Thiaguinho), Vítor, Santiago (Paulo Rodrigues) e Edu Pina;
Douglas, Leandro Teixeira (Raphael Augusto), Tony e Andre Luiz;
Erick Flores e Somália.
Técnico: Alfredo Sampaio