Vila Nova 1 x 0 Guaratinguetá - Sexta vitória seguida saiu nos acrécimos

Foi um verdadeiro sufoco, mas o Vila Nova conseguiu sua sexta vitória seguida no Campeonato Brasileiro da Série B

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 17 (AFI) - Foi um verdadeiro sufoco, mas o Vila Nova conseguiu sua sexta vitória seguida no Campeonato Brasileiro da Série B. Na noite desta sexta-feira, jogando no Estádio Serra Dourada, o time recebeu o Guaratinguetá, e com um gol nos acréscimos, venceu por 1 a 0, em partida que valeu pela 22ª rodada.

Com este resultado, o técnico Ademir Fonseca segue invicto, com 100% de aproveitamento, e o Vila Nova chegou aos 26 pontos, saindo da zona de rebaixamento. Deixou o Santo André, com 24 pontos, na degola. Enquanto isso, o Guará perdeu a segunda seguida, ficando com 33 pontos, na sétima posição.

Foi fraco...
Vila Nova e Guaratinguetá fizeram um primeiro tempo fraco, sem muitas chances de gol. O time da casa ainda se arriscou um pouco mais no ataque, mas a marcação dos visitantes era bem forte, e isso dificultou muito. A primeira chance do jogo foi do Guará, aos nove minutos, quando Roberto cabeceou na área, e mandou por cima do gol.

O Vila só foi chegar mesmo aos 18 minutos, pela esquerda do ataque, Bruno Lopes invadiu a área, tentou jogada individual e na hora do cruzamento, foi bloqueado pela zaga. Logo em seguida, Davi Ceará fez cobrança e Cris subiu para cabecear. A bola passou rente à trave esquerda de Jailson, na melhor chance de gol do Vila.

A melhor chance do Guará aconteceu aos 25 minutos. Após cruzamento perigoso na área do Vila, Lúcio Flávio foi quem apareceu para completar, mas Max chegou primeiro e fez a defesa. No final, o Vila ainda tentou em jogada de velocidade, com Davi Ceará lançando Bruno Lopes em profundidade e o atacante bateu em gol. Jailson, seguro, fez a defesa.

Não mudou muito
Se no primeiro tempo, a coisa estava difícil, no segundo, ela piorou de vez. O Vila Nova até que foi mais para cima, mas não tinha criatividade para criar jogadas. O Guará se fechou ainda mais, e esperava apenas para jogar em contra-ataque, o que não estava acontecendo.

Como so jogava na defesa, o Guará se virava como podia. Aos oito minutos, Carlos Alberto marcou e abriu o placar para o Vila, mas o árbitro assinaliou impedimento, mesmo com todos do time da casa reclamando muito, dizendo que o assistente estava errado.

Aos 14 minutos, uma confusão na grande área do Guaratinguetá, Éberson chutou, a bola desviou e explodiu no travessão. Na volta, ela bateu nas costas do goleiro Jaílson e ficou na linha. O goleiro ainda teve tempo de se recuperar e tirou de soco.

Gol milagroso
Então, quando o Guará já comemorava o fato se quebrar a série de cinco vitórias seguidas do Vila Nova, Pardalzinho, que havia entrado no lugar de Bruno Lopes, arrancou feito um furacão pela esquerda, aos 47 minutos, e tocou na saída do goleiro Jaílson, por cobertura, sem chances de defesa, e fez o gol que garantiu os três pontos e a sexta vitória.

Próximos Jogos
A próxima rodada será toda na terça-feira, e ambos vão jogar às 19h30. O Vila Nova terá um desafio fora de casa, contra o Bahia, enquanto o Guaratinguetá vai atuar em seus domínios, contra a Ponte Preta.

Ficha Técnica

Vila Nova 1 x 0 Guaratinguetá

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia-GO
Renda: R$ 212.302,50
Público: 17.864 pagantes
Arbitragem: Cleisson Veloso Pereira-MG
Assistentes: Celso Luiz da Silva-MG e Luciano Benevides de Sousa-DF
Cartões amarelos: Erick (Vila Nova); Galhardo (Guaratinguetá)
Cartões vermelhos: Cris (Vila Nova); Marcelo Soares (Guaratinguetá)
Gol: Max Pardalzinho, aos 47'/2T

Vila Nova
Max; Ivan, Éder Lima, Cris e Carlos Alberto; Juninho, Erick, Davi Ceará (Eberson) e Davi (Allan); Roni e Bruno Lopes (Pardalzinho).
Técnico: Ademir Fonseca.

Guaratinguetá
Jailson; Marielson (Jorge Luiz), Everton, Gustavo Bastos e Régis; Goeber, Roberto, Léo Silva (Galhardo) e Lúcio Flávio (Marcelo Soares); Marcinho e Serginho.
Técnico: Roberto Fonseca.