América-RN 1 x 2 Vila Nova - Lanterna vence o vice-lanterna em Natal

Time goiano venceu pela primeira vez fora de casa. Mecão vai mal em casa

por Agência Futebol Interior

Natal, RN, 14 (AFI) – Num jogo estranho, o América-RN perdeu para o Vila Nova-, por 2 a 1, neste sábado à noite, no Estádio Machadão, em Natal, no fechamento da 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Apesar de conseguir sua primeira vitória fora de casa, o time goiano ainda é o lanterna, com apenas sete pontos. O time potiguar, sem vencer há seis jogos em casa, com nove pontos, é o penúltimo colocado e também ocupa a zona do rebaixamento, junto ainda com Ipatinga e Bragantino.

Mecão bem, mas...
O jogo dos desesperados começou com o domínio do time da casa. Mas, curiosamente, o visitante abriu o placar aos sete minutos, quando David invadiu a área e bateu cruzado com a perna esquerda. O América empatou com Wellington Silva, aos 18 minutos, após cruzamento de Saulo. Mas não conseguiu a virada.

O pior aconteceu nos últimos segundos do primeiro tempo, quando levou o segundo gol. Após falta ensaiada, David levantou para o segundo pau, onde Roni entrou nas costas da defesa. O veterano atacante bateu de primeira e deixou o Vila Nova na frente.

O time americano entrou nos vestiários debaixo de vaias. E voltou cabisbaixo, sem a calma suficiente para superar o bom sistema defensivo armado pelo técnico Roberto Cavalo. No contragolpe, o Vila ainda criou chances para ampliar. MS, com determinação, mereceu a vitória.

Próximos jogos
O América-RN já vai abrir a 15.ª rodada, terça-feira, contra o Paraná, em Curitiba. O Vila Nova vai receber o Asa, sexta-feira, em Goiânia.

FICHA TÉCNICA

América-RN 1 x 2 Vila Nova-GO

Local: Estádio do Machadão, em Natal-RN
Público total: 2.409
Renda: R$ 19.850,00
Árbitro: Gleidson Ferreira Leite-PE
Cartões amarelos: Éder Lima, Adilson e Max (Vila Nova). Esley e Cléber (América).
Gols: David aos 7'/1T e Roni, aos 45'/1T (Vila Nova). Wellington Silva, aos 18'/1T (América).

América-RN
Rodolpho; Cléber, Robson e Adalberto; Thoni, Jackson (Chimba), Saulo, Esley e Berg; Alberto (Reinaldo) e Wellington Silva (Soares).
Técnico: Lula Pereira

Vila Nova-GO
Max; Juninho, Cris, Mimica e Thyago Fernandes; Adilson, Davi, David Ceará (Rodrigo Thiesen) e Roni; Max Santos (Éder Lima) e Gil (Sassá).
Técnico: Roberto Cavalo

 
 
" />